Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/305628
Type: TESE DIGITAL
Title: Affective quality in computational systems = interaction design for and with children in learning context = Qualidade afetiva em sistemas computacionais : design de interação para e com crianças em contexto de aprendizado
Title Alternative: Qualidade afetiva em sistemas computacionais : design de interação para e com crianças em contexto de aprendizado
Author: Hayashi, Elaine Cristina Saito, 1975-
Advisor: Baranauskas, Maria Cecilia Calani, 1954-
Abstract: Resumo: Conforme o foco e interesse dos pesquisadores de Interação Humano-Computador evoluem, surge a necessidade de novas abordagens de design. Designers, que vêm direcionando seus esforços para melhorias na interação por meio de conceitos como usabilidade e acessibilidade, têm agora a oportunidade de aprofundar o estudo de facetas ainda pouco exploradas. Uma delas está relacionada aos aspectos afetivos da interação. Sendo um tema novo, modelos e frameworks que associem a qualidade afetiva da interação com o design de sistemas ainda são escassos, principalmente quando o público alvo é o de crianças, em contexto de aprendizado. As questões afetivas têm importância reconhecida no processo de educação infantil. Entretanto, poucos estudos informam como incluir tais questões no design de sistemas educacionais para o público infantil. Esse contexto traz novos desafios para os pesquisadores; como guiar designers de interação na construção de sistemas educacionais de maneira a considerar, de maneira consciente e explícita no processo de design, aspectos da qualidade afetiva da interação? Esta tese propõe o conceito de Afetibilidade e apresenta um framework conceitual e princípios de design, com exemplos para a prática de design direcionado para questões afetivas na criação ou redesign de sistemas educacionais. O framework de Design para Afetibilidade e seus princípios de design adotam uma perspectiva sócio-técnica para o processo de design e tomam por base o referencial teórico e metodológico da Semiótica Organizacional e do Design Socialmente Responsável. Esta tese foi desenvolvida com a parceria de uma comunidade escolar de ensino fundamental (Escola A), constituída por mais de 500 pessoas entre alunos, professores e funcionários da escola. A avaliação dos princípios práticos foi realizada com diferentes abordagens. Participantes de uma das abordagens incluem 33 designers e 66 alunos do ensino fundamental. Outra avaliação contou com 7 crianças de uma Escola B e outros designers de sistemas. Os resultados sugerem uma influência positiva do uso dos princípios, propiciando melhores respostas afetivas (em termos de valência, empolgação e domínio) por parte dos usuários e, portanto, melhor qualidade afetiva dos sistemas

Abstract: As the focus and interest of researchers in Human-Computer Interaction evolve, the need for new design approaches arise. Designers, who had been directing their efforts to improvements in the interaction guided by concepts like usability and accessibility now have the opportunity to go further with studies of other facets of usability. One of these facets is related to the affective aspects of interaction. As a relatively new theme, models and frameworks that associate the affective quality of interaction with the design of computational systems are needed; especially when the target audience is composed by children in learning contexts. Affective issues have recognized importance in the process of children education. However, few studies inform how to include such issues in the design of educational systems for children. This context gives rise to new challenges for researchers; how to guide interaction designers in the construction of educational systems in a way that affective quality is explicit and consciously considered in the process of design? This thesis proposes the concept of Affectibility and presents a conceptual framework and design principles with examples for design practice, oriented towards affective aspects in the design or redesign of educational systems. The Framework for the Design for Affectibility and its principles adopt a socio-technical perspective to design and they are based in the theoretical and methodological reference of Organizational Semiotics and Socially Aware Design. This thesis was developed with partnership of the community of an elementary school (School A) with more than 500 people among students, teachers and employees of the school. The evaluation of the principles took place in different contexts. Participants of one of the approaches were 33 designers and 66 children from School A. The other evaluation counted on 7 children from School B; and yet another group of designers. The results indicate a positive influence of the use of the Design Principles for Affectibility, providing improved pleasure, arousal and dominance from users¿ responses and, therefore, improved affective quality in the systems
Subject: Interfaces de usuário (Sistema de computador)
Interação homem-máquina
Tecnologia da informação - Aspectos sociais
Afeto
Educação infantil
Language: Inglês
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2016
Appears in Collections:IC - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Hayashi_ElaineCristinaSaito_D.pdf6.92 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.