Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/305537
Type: DISSERTAÇÃO DIGITAL
Degree Level: Mestrado
Title: Impacto do tratamento restaurador atraumático associado à estratégia educativa em saúde bucal nas características físico-químicas e microbiológicas salivares de escolares = um estudo caso-controle = Impact of atraumatic restorative treatment associated with oral health educational strategy on salivary physicochemical and microbiological characteristics of schoolchildren: a case-control study
Title Alternative: Impact of atraumatic restorative treatment associated with oral health educational strategy on salivary physicochemical and microbiological characteristics of schoolchildren : a case-control study
Author: Freitas, Camila Nobre de, 1990-
Advisor: Barbosa, Taís de Souza, 1980-
Abstract: Resumo: A cárie dentária é um problema de saúde pública no mundo, sendo necessária a implementação de medidas preventivas e tratamentos adequados. Objetivo: Assim, o objetivo deste estudo foi avaliar o impacto do tratamento restaurador atraumático (ART, Atraumatic Restorative Treatment) associado à estratégia educativa em saúde bucal nas características físico-químicas e microbiológicas salivares de escolares. Material e Métodos: Este estudo caso-controle foi composto por crianças de escolas públicas que apresentavam pelo menos um molar decíduo com cárie em dentina (GART), pareadas por gênero e idade com crianças livres de cárie no grupo controle (GC), compreendendo 36 crianças por grupo com 6-7 anos. A estratégia educativa consistiu em quatro sessões consecutivas (uma sessão/semana) sobre os fatores etiológicos da cárie, instruções de higiene bucal, escovação supervisionada e explicações sobre o ART. O ART foi realizado utilizando-se instrumentos manuais para abertura e limpeza das cavidades e restauração com ionômero de vidro de alta viscosidade. Os participantes foram avaliados em três momentos: T1¿baseline, T2¿uma semana após estratégia educativa (para GC e GART) e T3¿um mês após estratégia ou ART para GC e GART, respectivamente. A presença de biofilme e gengivite foi avaliada nas superfícies vestibulares de incisivos superiores decíduos/permanentes. O fluxo salivar estimulado foi estimado por via mecânica de 0,3 g de parafilm por 5 minutos, sendo o pH salivar determinado imediatamente após a coleta. A capacidade tampão foi mensurada pela adição 1,5 ml de HCl (5 mM) em 0,5 mL de saliva estimulada e posterior aferimento do pH. Para detecção e quantificação de bactérias totais e Streptococcus mutans, o DNA microbiano de amostras de saliva não estimulada foi isolado e submetido a reações quantitativas de PCR (qPCR). Resultados: As frequências de crianças do GC com biofilme escore zero e escore 4 aumentaram e diminuíram, respectivamente, após a estratégia educativa; a frequência de gengivite escore 2 também diminuiu significativamente. O pH salivar e capacidade tampão foram significativamente menores no GART em relação ao GC em todos os momentos e aumentaram significativamente após as intervenções em ambos os grupos. A contagem de bactérias totais e S. mutans no GC diminuiu de T1 para T2, aumentando significativamente no T3 (em relação a T2). No GART, a contagem de bactérias totais diminuiu do T1 para T2, permanecendo baixa até T3; já a contagem de S. mutans diminuiu de T1 para T2, embora sua porcentagem em relação às bactérias totais tenha aumentado até T3. Ainda, a porcentagem de S. mutans foi maior no GART nos momentos T2 e T3 em comparação ao GC. Uma tendência de retorno aos níveis microbiológicos iniciais foi observada após as intervenções em ambos os grupos, o que enfatiza a necessidade de estratégias continuadas de prevenção em saúde bucal. Conclusões: Os achados deste estudo reforçam a importância de programas preventivos em saúde bucal na melhora de parâmetros clínicos e das características físico-químicas e microbiológicas salivares tanto em crianças livres de cárie como aquelas com experiência de cárie e submetidas a intervenções

Abstract: Dental caries is a public health problem in the world, which requires preventive measures and appropriate treatments. Objective: The objective of this study was to evaluate the impact of atraumatic restorative treatment (ART) associated with oral health educational strategy on salivary physicochemical and microbiological characteristics of schoolchildren. Material and Methods: This case-control study was composed of children from public schools with at least one decayed primary molar in dentin (GART), matched for age and gender with caries-free children in the control group (GC), comprising 36 children each group with 6-7 years. The educational strategy consisted of four consecutive sessions (one session/week) about etiological factors of dental caries, oral hygiene instructions, supervised toothbrushing and explanations about the ART. ART was performed using hand instruments for opening and cleaning the cavities and restoration with high-viscosity glass ionomer. Children were evaluated at three moments: T1-baseline, T2-one week after educational strategy (for GC and GART) and T3-one month after strategy or ART for GC and GART, respectively. Presence of biofilm and gingivitis was assessed on buccal surfaces of primary/permanent upper incisors. Stimulated salivary flow was estimated by via mechanical on 0.3 g of parafilm for 5 minutes, and pH being determined immediately after salivary collection. Buffer capacity was measured by adding 1.5 ml HCl (5 mM) in 0.5 mL of stimulated saliva and subsequent pH measurement. For detection and quantification of total bacteria and Streptococcus mutans, microbial DNA from unstimulated saliva samples was isolated and subjected to quantitative PCR reactions (qPCR). Results: In GC, the frequency of biofilm score zero and score 4 increased and decreased, respectively, after the educational strategy; gingivitis score 2 also decreased significantly. Salivary pH and buffer capacity were significantly lower in GART compared to GC at all moments and increased significantly after interventions in both groups. In GC, total bacteria and S. mutans counts decreased from T1 to T2, increasing significantly in T3 (compared to T2). In GART, total bacteria count decreased from T1 to T2, remaining low at T3, while S. mutans count decreased from T1 to T2. In GART, the percentage of S. mutans/total bacteria increased from T1 to T3, and it was higher in T2 and T3 than in GC. A trend toward returning to baseline microbial levels was observed after interventions in both groups, which emphasizes the need for continuous oral health prevention strategies. Conclusions: The findings of this study reinforce the importance of preventive programs on oral health in the improvement of clinical parameters and salivary physicochemical and microbiological characteristics in both caries-free children and those with caries experience, subjected to interventions
Subject: Criança
Tratamento dentário restaurador sem trauma
Boca - Cuidado e higiene
Microbiota
Saliva
Educação em saúde
Language: Inglês
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2016
Appears in Collections:FOP - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Freitas_CamilaNobrede_M.pdf899.94 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.