Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/305356
Type: TESE DIGITAL
Title: Sentidos atribuídos por pessoas com deficiência em relação a qualidade de vida no trabalho
Title Alternative: Meanings attributed by people with disabilities in relation to quality of working life
Author: Hipólito, Maiza Claudia Vilela, 1985
Advisor: Gutierrez, Gustavo Luis, 1958-
Abstract: Resumo: O estudo propôs verificar a qualidade de vida no trabalho de pessoas com deficiência considerando barreiras atitudinais, arquitetônicas e acesso ao trabalho. Tratou-se de um estudo de natureza qualitativa, realizado no período de maio a novembro de 2015, nos quais os dados foram coletados por meio de entrevista semiestruturada com dez pessoas com deficiência, sendo cinco pessoas com deficiência visual, quatro com deficiência física e uma com deficiência auditiva, em instituição educacional na cidade de Campinas-SP. Para o tratamento das informações coletadas optou-se pela organização dos dados de acordo com a análise de conteúdo, na modalidade temática conforme recomendado por Bardin, que deram origem a quatro categorias: acessibilidade por meio da Lei de Cotas; barreiras atitudinais; barreiras arquitetônicas e adaptação no ambiente laboral e percepção de qualidade de vida e qualidade de vida no trabalho. Os resultados evidenciaram que a legislação oferece excelente oportunidade de acesso ao mercado de trabalho, todavia, é compreendida pelas pessoas com deficiência como impositiva. Observou-se barreiras atitudinais por parte dos indivíduos do ambiente externo e, no primeiro contato com a pessoa com deficiência no ambiente de trabalho, após a convivência, rompe-se a barreira. Em relação as barreiras arquitetônicas apenas um depoente imputou obstáculos e os demais referiram que as adaptações estavam adequadas para sua deficiência. Os entrevistados narraram qualidade de vida como sensação de bem-estar e que realizavam diversas atividades para melhorar a qualidade de vida, mas o mesmo não ocorria com a atividade física. Relataram ainda que havia qualidade de vida no trabalho na empresa e que a mesma está relacionada a harmonia com gestores e colegas. Constatou-se a incipiência de estudos qualitativos sobre qualidade de vida no trabalho de pessoas com deficiência e que há um longo caminho a percorrer para que as pessoas com deficiência adquiram o merecido espaço no mercado de trabalho

Abstract: The study proposed to verify the quality of working life for disabled persons considering attitudinal barriers, architectural and access to work. It is a qualitative study, carried out from May to November 2015, in which data were collected through semi structured interviews with ten disabled persons, five visually impaired people, four with disabilities and with hearing disabilities in educational institution in the city of Campinas-SP. For the treatment of information collected opted for organizing the data according to the content analysis in the thematic mode as recommended by Bardin, which resulted in four categories: accessibility through the Quota Law; attitudinal barriers; architectural barriers and adaptation in the work environment and perception of quality of life and quality of working life. The results showed that the legislation offers excellent opportunity to access the labor market, however, it is understood by people with disabilities as an imposition. Observed attitudinal barriers by individuals from the external environment and the first contact with the disbled persons in the workplace, after living together, breaks up the barrier. Regarding the architectural barriers only one interview attributed obstacles and others said that the adjustments are appropriate to their disability. Respondents recounted quality of life and sense of welfare and doing various activities to improve the quality of life, but fall short in physical activities. They also reported that there were quality of working life in the company and that it is related to harmony with managers and colleagues. It was noted the paucity of qualitative studies on quality of working life of people with disabilities and there is a long way to go for people with disabilities acquire the deserved space in the labor market
Subject: Pessoas com deficiência
Qualidade de vida
Trabalho
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2016
Appears in Collections:FEF - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Hipolito_MaizaClaudiaVilela_M.pdf816.31 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.