Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/305325
Type: TESE DIGITAL
Degree Level: Doutorado
Title: A participação de estudantes do ensino médio de escolas públicas da região de Caieiras/SP em movimentos e redes sociais
Title Alternative: The participation of high school students from public school in Caieiras region/SP in movements and social networks
Author: Silva, Andreia de Oliveira, 1970-
Advisor: Gohn, Maria da Gloria Marcondes, 1947-
Abstract: Resumo: Esta tese aborda questões relacionadas ao sentimento de indignação e pertencimento no universo da educação pública paulista que possa motivar os jovens estudantes à participação, organização, reflexão e formação crítica por meio dos movimentos e manifestações sociais ocorridos em junho de 2013 e nos meses subsequentes, organizados via redes sociais da internet. Tendo como sujeitos da pesquisa os estudantes do Ensino Médio de escolas públicas da região de Caieiras/SP. Assim este trabalho de investigação tem como questão central demonstrar como os jovens do Ensino Médio das escolas públicas do Estado de São Paulo definem, tomam conhecimento ou participam dos movimentos e manifestações sociais e, se isso se dá por meio da educação formal, tendo como instrumento as salas de informática, utilizando, ou não, as redes sociais como ferramentas para comunicação, publicização e participação desses estudantes nesses movimentos e manifestações. Para a realização dessa tarefa, o texto trata e relaciona ao tema central categorias, conceitos e definições que possam auxiliar na investigação, como movimentos sociais, redes sociais digitais, educação, políticas públicas, tecnologia de informação e comunicação e inclusão digital. Os procedimentos operacionais da pesquisa para a investigação contam com três etapas sendo elas: estudo da bibliografia e pressupostos presentes nas publicações específicas no que se refere ao objeto proposto para esta tese; construção de um questionário com o objetivo de levar em conta tanto fatores quantitativos acerca do perfil dos jovens, do uso dos espaços virtuais e da participação política por meio dos movimentos e, qualitativos, levando-se em consideração aprendizados, ideias, opiniões sobre o tema dos movimentos sociais ¿ disponibilizado na internet com aplicação nas próprias escolas; desenvolvimento de uma "Roda de Conversa" com promoção de um debate com alunos que participaram de manifestações em ruas e praças a partir de junho de 2013. Desta forma considera-se, por fim, que a divulgação, o estudo e até a participação de poucos desses estudantes nos movimentos e/ou manifestações de junho de 2013 marcam uma nova fase de atuação e lutas com vistas a uma transformação social. Contudo, a educação formal não foi a principal mediadora para tais ações uma vez que se evidenciou, na maioria do estudo, que ela não tem utilizado espaços escolares ou ferramentas como a internet e redes sociais digitais, disponíveis dentro e fora do ambiente escolar, como no caso das redes de telefonia celular e computador, com vistas a uma maior participação social e reflexão sobre a sociedade em que vivem para uma formação crítica. No entanto ainda, conclui-se que, embora se revelando tal conclusão, esta percepção frustra. O que leva à inferência de que, as ocupações das escolas pelos alunos da Rede Estadual em 2015, mostraram que, de certa forma, a função social da escola tem sido cumprida, à medida que conhecimentos devem ter sido apreendidos e compartilhados `nas lutas e jornadas¿, no interior da escola formal, gerando aprendizagens não formais

Abstract: This thesis addresses issues related to the feeling of indignation and belonging in the São Paulo public education universe that can motivate young students to participation, organization, reflection and critical training through social movements and demonstrations that took place in June 2013 and in subsequent months, organized via social internet networks. The subjects of the research the high school students from public schools in Caieiras region / SP. So this research work has as a central issue demonstrate how young high school students from public schools in the State of São Paulo define, become aware or participate in social movements and demonstrations and, if it is through formal education, with the instrument the computer rooms, using, or not, social networks as tools for communication, publicity and participation of these students in these movements and demonstrations. In carrying out this task, the text deals with and relate to the theme central categories, concepts and definitions that may assist in the investigation as social movements, digital social networking, education, public policy, information and communication technology and digital inclusion. The operating procedures of the study for research have three steps these being: study of the literature and present the specific assumptions publications with regard to the proposed object for this thesis; construction of a questionnaire in order to take into account both quantitative factors about the profile of young people, the use of virtual spaces and political participation through the movement and qualitative, taking into account learning, ideas, opinions on the subject of social movements - available on the internet with application in the schools; development of a "Talk Wheel" to promote a debate with students who participated in demonstrations in the streets and squares from June 2013. Thus it considered, finally, that disclosure, the study and even participation of a few students in the movements and / or demonstrations of June 2013 mark a new phase of action and fights with a view to social transformation. However, formal education was not the main mediator for such actions as it was evident in most of the study, it has not used school space or tools such as the internet and digital social networks available within and outside the school environment, as in the case of cellular networks and computer, with a view to greater social participation and reflection on the society in which they live with a view to a critical training. But still, it is concluded that although revealing such a conclusion, this perception frustrates. Which leads to the inference that the occupation of schools by students of the State Network in 2015 showed that, in a way, the school's social function has been fulfilled, as knowledge must have been seized and shared 'in the struggles and journeys' within the formal school, generating non-formal learning
Subject: Movimentos sociais
Redes sociais
Políticas públicas
Inclusão digital
Educação
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2016
Appears in Collections:FE - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Silva_AndreiadeOliveira_D.pdf4.04 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.