Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/305312
Type: TESE DIGITAL
Title: Educação, corpo e natureza na obra "O Emílio" de Jean-Jacques Rousseau
Title Alternative: Education, body and nature in Jean-Jacques Rousseau's Emile
Author: Souza, Rachel Ramos de, 1983-
Advisor: Soares, Carmen Lúcia, 1956-
Abstract: Resumo: O livro Emílio, ou da Educação é uma obra clássica sobre educação na qual Jean-Jacques Rousseau expõe um modelo de como educar o ser humano desde seu nascimento até a maioridade. Nesta obra a educação é observada sob o viés da natureza, que é apresentada como a primeira educadora do ser humano e, ao mesmo tempo, o objetivo para o qual o processo pedagógico deve-se guiar em última instância. Educar a partir da natureza é a premissa que Rousseau utiliza para apresentar uma novidade de sua teoria, a saber, a educação do corpo e do espírito. O corpo assume assim, um lugar de destaque ao longo dessa formação e seria através da interação com a natureza e seus elementos que o ser humano iniciaria sua formação. Rousseau apresenta Emílio, seu discípulo imaginário, para expor as diretrizes que iriam aparecer em seu projeto pedagógico de formação. Os dois primeiros livros estão centrados na educação pela natureza de maneira mais direta, mas a partir do terceiro percebe-se nitidamente a importância do corpo e da natureza para a formação intelectual e moral de Emílio. Esta pesquisa tem como objetivos analisar e discutir como a educação do ser humano configura-se nesta obra de Rousseau desde a perspectiva da natureza. Objetiva, ainda, compreender como a formação intelectual pode manter-se alinhada à natureza a partir de uma educação do corpo, na segunda metade do século XVIII

Abstract: The book Emile, or on Education is a classic work on education in which Jean-Jacques Rousseau sets out a model of how to educate man from birth to adulthood. In this work Education is observed under scope of nature, which is presented as the first educator of man and at the same time, the purpose for which the teaching process should be, ultimately, guided. Education from nature is the premise that Rousseau uses to display a novelty of his theory, namely, the education of the body and spirit. The body assumes, thus, a prominent place in the natural education and would be through interaction with the environment that man would begin his learning. Rousseau presents Emile, his imaginary pupil, to expose the guidelines that would appear on his pedagogical program. The first two books are focused on education by nature more directly, but from the third one we can see clearly the importance of the body and of nature to the intellectual and moral formation of Emile. This research aims to analyze and discuss how man's education is presented in this work of Rousseau from the perspective of nature. Also aims to understand how the intellectual development of man can remain aligned with nature through a bodily education in the second half of the eighteenth century
Subject: Rousseau, Jean-Jacques, 1712-1778 - Crítica e interpretação
Corpo
Educação
Natureza
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2016
Appears in Collections:FE - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Souza_RachelRamosde_M.pdf3.33 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.