Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/305308
Type: TESE DIGITAL
Title: O processo de elaboração do Programa Ler e Escrever : prioridade na escola municipal de São Paulo
Title Alternative: The designing process of the Programa Ler e Escrever : priority in the municipal school in São Paulo
Author: Carvalho, Silvia Aparecida Santos de, 1968-
Advisor: Silva, Lilian Lopes Martin da
Abstract: Resumo: Esta pesquisa buscou investigar o processo de elaboração do Programa Ler e Escrever ¿ prioridade na escola municipal, instituído na rede municipal de ensino de São Paulo, em 2005, a partir de sete documentos oficiais que demarcaram esse processo e de dois depoimentos de profissionais que atuaram na elaboração dessa política pública. Acreditando que no processo de elaboração do Programa Ler e Escrever foram produzidas representações de práticas de ensino de leitura e escrita a partir da relação que estabeleceram com ações implementadas anteriormente, seja para reafirmá-las, rejeitá-las ou ainda para reapresentá-las de outro modo, foram examinadas as representações de práticas de ensino de leitura e escrita presentes nas ações, projetos e programas implementados anteriormente à elaboração do Programa Ler e Escrever. Esse exame ancorou-se em literatura acadêmico-científica que se ocupou com ações governamentais em âmbito nacional e no estado de São Paulo e em 127 registros identificados no arquivo da Memória Técnica Documental ¿ MTD da Secretaria Municipal de Educação de São Paulo, em âmbito municipal. O exame das ações antecedentes à elaboração do Programa favoreceu a identificação das razões que elegeram determinadas práticas de ensino como as mais adequadas para um programa de ações, e como essas, por sua vez, foram representadas no processo de elaboração dessa política. Para proceder à análise dos documentos oficiais que demarcaram o processo de elaboração do Programa, iniciou-se por questões que colocaram ênfase nos modos de sua fabricação: como e por quem foram produzidos? Para quê? Para quem? Por quê? A partir das contribuições teóricas de Roger Chartier, e considerando o cenário de disputas internas na Secretaria Municipal de Educação e entre diferentes concepções teórico-metodológicas e político-educacionais presentes na história da educação municipal, os documentos foram analisados, primeiramente, a partir de sua autoria, evidenciando grupos que disputaram representações sobre como deveria ser configurada a política educacional do município. Depois, a partir da materialidade em que foram dados a ler. As estratégias de impressão e circulação dos documentos evidenciaram a tentativa de legitimação da política educacional por meio da oficialidade das práticas de ensino conferida em publicações, por exemplo, no Diário Oficial da Cidade de São Paulo. Por fim, os documentos foram analisados a partir das representações de práticas de ensino de leitura e escrita neles presentes: para bem praticar o ensino de leitura e escrita é preciso... 1. Boa formação dos professores; 2. Boa gestão pedagógica da escola; 3. Alcançar a competência; 4. Reverter o fracasso escolar; 5. Assumir o construtivismo. No cenário das disputas pela hegemonia das representações de práticas de ensino de leitura e escrita, indubitavelmente, o Programa Ler e Escrever ¿ prioridade na escola municipal ocupou lugar importante. Inegavelmente, as concepções teórico-metodológicas e as representações de práticas de ensino veiculadas em seu processo de elaboração, se consolidaram, deixando sua marca na política-educacional do município de São Paulo e na história da educação brasileira

Abstract: This research aimed at investigating the designing process of the Programa Ler e Escrever ¿ prioridade na escola municipal, implemented in the municipal schools in São Paulo, in 2005, considering seven official documents which formed the basis of this project and two testimonies from professionals who took part in the designing of this public policy. Believing that in the designing process of the Programa Ler e Escrever were produced representations of the reading and writing teaching practices from the relation which established the actions previously implemented, both to re-state them, reject them or still to represent them in another way, were examined the representations of the reading and writing teaching practices present in the actions, projects and programs implemented before the designing of the Programa Ler e Escrever. This study was based on the academic-scientific literature about governmental acts in a national scope and in the São Paulo state, and in 127 documents identified in the MTD ¿ Memória Técnica Documental ¿ of the Municipal Secretary of Education of São Paulo. The examination of the actions prior to the designing of the Program benefited the identification of the reason for certain teaching practices as the most appropriated for an action program and how they were represented in the designing of that policy. In order to proceed with the analysis of the official documentation which outlined the designing of the Program, it was decided to start with questions which focused on how it was made: how and by whom they were produced? What for? To whom? From the theoretical contributions of Roger Chartier and considering the internal disputes scenario in the Municipal Secretary of Education and among different theorical-methodological and political-educational concepts present in the municipal education history, the documents were analysed, firstly, from their authorship, evidencing groups who disputed representations on how the municipal educational policy should be designed. In the sequence, from the material aspect that they were given to read. The printing strategies and circulation of the documents evidenced the attempt to legitimate the educational policy through official teaching practices present in publications, for example, in the Diario Oficial da Cidade de São Paulo. Lastly, the documents were analysed from the representations of the reading and writing teaching practices present in them: in order to do well the reading and writing teaching, it is necessary... 1. Good teachers¿ qualification; 2. Good pedagogical management of the school; 3. Achieve competence; 4. Reverse school failure; 5. Implement the constructivism. In the scenario of the disputes for the hegemony of the representations of the reading and writing teaching practices, undoubtedly, the Programa Ler e Escrever ¿ prioridade na escola municipal had an important place. Undeniably, the theoretical-methodological concepts and the representations of the teaching practices included in its designing process, were consolidated, leaving its mark in the educational policy of São Paulo city and in the Brazilian education history
Subject: Programa Ler e Escrever
Alfabetização - História
Políticas públicas
Leitura - Ensino - História
Escrita - Ensino - História
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2016
Appears in Collections:FE - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Carvalho_SilviaAparecidaSantosde_D.pdf3.99 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.