Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/30524
Type: Artigo de periódico
Title: Análise temporal da heterogeneidade florística e estrutural em uma floresta ribeirinha
Title Alternative: Temporal analysis of floristic and structural heterogeneity of a riverine tropical forest
Author: BERTANI, DANIELA FESSEL
RODRIGUES, RICARDO RIBEIRO
BATISTA, JOÃO LUIZ FERREIRA
SHEPHERD, GEORGE JOHN
Abstract: Floristic composition and phytosociological structure were studied in a fragment of riverine semideciduous forest, along Passa Cinco River, Ipeúna, São Paulo State, southeastern Brazil. A total of 157 continuous plots (5 x 10 m) totalising 0.785 ha were sampled. All tree> or =5 cm DBH were measured and mapped in 1989 and 1998. The presence of a vegetacional mosaic was observed and possible factors determining this heterogeneity are discussed. Multivariate analysis of vegetation revealed the presence of three vegetacional groups, indicating a strong relationship with edaphic features in the area. Quantitative analysis of community structure showed differences among these groups, which have not changed over time, reinforcing the correlation with soil cover. Vegetational type above alluvial soil, at river banks, showed strong floristic differences, greater diversity, basal area and density. After nine years, few changes occurred in the phytosociological structure for the most important species in the area, with an increase of 2.01% in the total density and 2.80% in total basal area.
Neste trabalho, foram estudadas a composição florística e a estrutura fitossociológica da vegetação em um fragmento de floresta ribeirinha, ao longo do rio Passa Cinco, Ipeúna, SP. Foram amostradas 157 parcelas contínuas de 5 x 10 m, em uma área de 0,785 ha. Foram feitas medidas de diâmetro e mapeados todos os indivíduos com DAP maior ou igual a 5 cm, em 1989 e 1998. Constatou-se a presença de um mosaico vegetacional e discutiram-se os possíveis fatores definidores deste mosaico. Foram, também, verificadas as alterações florísticas e fitossociológicas na área após nove anos. As análises multivariadas da vegetação mostraram a presença de três grupos vegetacionais com grande sobreposição aos três tipos de solo identificados na área. As análises quantitativas da estrutura da comunidade mostraram diferenças em cada um destes grupos, que se mantiveram ao longo do tempo, indicando associações florísticas próprias com grande correlação à cada tipo de solo. O grupo vegetacional sobre solo aluvial, na faixa imediatamente paralela ao curso d’água, apresentou diferenças florísticas mais pronunciadas, e maior diversidade de espécies, área basal e densidade de indivíduos. Em nove anos, poucas alterações na estrutura fitossociológica foram observadas para as espécies de maior valor de importância na área, com um aumento de 2,01% do número total de indivíduos e 2,80% na área basal total.
Subject: Tropical riverine forest
tree communities
dynamics
soil
topography
Editor: Sociedade Botânica de São Paulo
Rights: aberto
Identifier DOI: 10.1590/S0100-84042001000100002
Address: http://dx.doi.org/10.1590/S0100-84042001000100002
http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-84042001000100002
Date Issue: 1-Mar-2001
Appears in Collections:Artigos e Materiais de Revistas Científicas - Unicamp

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
S0100-84042001000100002.pdf159.73 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.