Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/305054
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.CRUESPUNIVERSIDADE ESTADUAL DE CAMPINASpt_BR
dc.descriptionOrientador: Andréia Galvãopt_BR
dc.descriptionDissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Instituto de Filosofia e Ciências Humanaspt_BR
dc.format.extent1 recurso online ( 201 p.) : il., digital, arquivo PDF.pt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.relation.requiresRequisitos do sistema: Software para leitura de arquivo em PDFpt_BR
dc.typeDISSERTAÇÃO DIGITALpt_BR
dc.titleConflitos trabalhistas nas obras do PAC : o caso das Usinas Hidrelétricas de Jirau, Santo Antônio e Belo Montept_BR
dc.title.alternativeLabor conflicts in the PAC's building : the case of the hydroelectric plants of Jirau, Santo Antônio and Belo Montept_BR
dc.contributor.authorCampos, Cauê, 1990-pt_BR
dc.contributor.advisorGalvão, Andréia, 1971-pt_BR
dc.contributor.institutionUniversidade Estadual de Campinas. Instituto de Filosofia e Ciências Humanaspt_BR
dc.contributor.nameofprogramPrograma de Pós-Graduação em Ciência Políticapt_BR
dc.subjectPrograma de Aceleração do Crescimento (Brasil)pt_BR
dc.subjectSindicalismopt_BR
dc.subjectConstrução civilpt_BR
dc.subjectUsinas hidrelétricaspt_BR
dc.subjectGreves e lockoutspt_BR
dc.subject.otherlanguageTrade unionismen
dc.subject.otherlanguageConstructionen
dc.subject.otherlanguageHydroeletric plantsen
dc.subject.otherlanguageStrikes and lockoutsen
dc.description.abstractResumo: A partir do segundo mandato de Lula, aplica-se no Brasil o Programa de Aceleração do Crescimento, o qual criou em todo o país diversos grandes projetos da construção civil. Dentre as principais estavam as construções das UHE de Jirau, Santo Antônio em Rondônia e Belo Monte no Pará. Estas obras foram marcadas por greves dos operários que a realizavam, principalmente nos anos de 2011 e 2012, e estas se caracterizaram por acontecerem por fora do sindicato oficial, de forma espontânea, e por recorrem a um reportório violento, com destruição e incêndio de máquinas e estruturas dos canteiros de obras. Assim, ao longo desta pesquisa tivemos por objetivo entender como estes processos aconteceram e o que motivou os trabalhadores a se mobilizarem da forma como fizeram. Para isso, recorremos a um esforço de aproximação de instrumentos teóricos fornecidos pela Teoria do Processo Político, de Sidney Tarrow, e a produção marxista "clássica", com o intento de compreender estes eventos tão impares. Para isso, buscamos traçar o perfil do trabalhador destas obras, que chamamos de "peões-de-trecho", e as condições que influenciam no processo de decisão sobre a deflagração da greve, debatemos o regime de trabalho a qual são submetidos, e o cenário econômico e o sindical enfrentados por eles ao se mobilizarem. Além disso, realizamos um debate acerca da influência da estrutura sindical brasileira sobre estes operários, a qual entendemos como um "sindicalismo de Estado". A partir disso, discutimos o repertório que é adotado por estes trabalhadores, as causas e consequências de se utilizarem de táticas violentas. E por fim, podemos perceber que devido ao cenário econômico aberto pelo PAC com diversas obras pelo país e a manutenção das condições de trabalho, salário e vida nos canteiros de obras, não restaram alternativas aos trabalhadores do que a mobilização. Contudo, devido a estrutura sindical e a presença de sindicatos completamente afastados dos trabalhadores, estes foram obrigados a se organizarem completamente a revelia da direção sindical oficial, o que, aliado a ausência de indivíduos com experiências anteriores em movimentos, os levaram a adotarem um repertório espontâneo, e algumas vezes recorrem a violência. Percebemos também, que estes operários alcançaram um saldo econômico satisfatório, contudo, no campo organizativo-político ainda não se percebe uma transformação fundamental. Mas o próprio ato de fazer greves sobre essas condições já é uma grande vitóriapt
dc.description.abstractAbstract: From the second Lula mandate applies in Brazil "Programa de Aceleração do Crescimento"(PAC), which created across the country several construction's large projects. Among the main were buildings of UHE Jirau, Santo Antonio in Rondônia and Belo Monte in Pará. These buildings were marked by strikes of workers that executed, mainly in the years 2011 and 2012, and these were characterized by occur outside the official union, spontaneously, and resort to a violent repertoire, with breaks and fire machines and structures of construction sites. Thus, throughout this research we aim to understand how these processes occurred and what motivated the workers to mobilize the way they did. For this, we turn to an approximation effort theoretical tools provided by Political Process Theory, by Sidney Tarrow, and the "classic" marxist production with the intent to understand these events. For this, we seek to profile the work of these buildings, which we call "peões-de-trecho", and the conditions that influence the decision on the outbreak of the strike process, we discussed the factory regimes which they are submitted, and the economic scenario and the union faced by them to mobilize. In addition, we held a debate about the influence of the Brazilian union structure of these workers, which we understand as a "Sindicalismo de Estado". From this, we discuss the repertoire that is adopted by these workers, the causes and consequences of using violent tactics. Finally, we realize that due to the open economic scenario by the PAC with several works the country and the maintenance of working conditions, wages and living in construction sites, not remaining alternatives to workers than mobilization. However, due to union structure and the presence of trade unions completely away from the workers, they were forced to completely organize the default of the official trade union leadership, which, coupled with the absence of individuals with previous experience in movements led them to adopt a repertoire spontaneous, and sometimes resort to violence. We also realize that these workers reached a satisfactory economic balance, however, the organizational-political field yet to realize a fundamental transformation. But the very act of making strikes on these conditions is already a great victoryen
dc.publisher[s.n.]pt_BR
dc.date.issued2016pt_BR
dc.identifier.citationCAMPOS, Cauê. Conflitos trabalhistas nas obras do PAC: o caso das Usinas Hidrelétricas de Jirau, Santo Antônio e Belo Monte. 2016. 1 recurso online ( 201 p.). Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Instituto de Filosofia e Ciências Humanas, Campinas, SP. Disponível em: <http://www.repositorio.unicamp.br/handle/REPOSIP/305054>. Acesso em: 30 ago. 2018.pt_BR
dc.description.degreelevelMestradopt_BR
dc.description.degreedisciplineCiencia Politicapt_BR
dc.description.degreenameMestre em Ciência Políticapt_BR
dc.contributor.committeepersonalnameJunior, Armando Boitopt_BR
dc.contributor.committeepersonalnameKrein, José Daript_BR
dc.date.available2018-08-30T11:15:01Z-
dc.date.accessioned2018-08-30T11:15:01Z-
dc.description.provenanceMade available in DSpace on 2018-08-30T11:15:01Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Campos_Caue_M.pdf: 4217657 bytes, checksum: f8cd815df0960cd42c6d2fb6dd79deda (MD5) Previous issue date: 2016en
dc.identifier.urihttp://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/305054-
Appears in Collections:IFCH - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Campos_Caue_M.pdf4.12 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.