Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/305048
Type: TESE DIGITAL
Degree Level: Doutorado
Title: Jogos de linguagem [matemáticos] na profissão e na formação de engenheiros
Title Alternative: [Mathematical] language games in the profession and formation of engineers
Author: Julio, Rejane Siqueira, 1982-
Advisor: Miguel, Antonio, 1953-
Abstract: Resumo: Jogos de Linguagem [matemáticos] na profissão e na formação de engenheiros é um trabalho no qual eu busquei exibir práticas - vistas como jogos de linguagem - de alguns engenheiros eletrônicos da Petrobras e de profissionais ligados à formação de engenheiros e o papel que a matemática assume nelas. Para isso, fiz entrevistas com esses profissionais. Em relação aos engenheiros eletrônicos da Petrobras, solicitei descrições de suas práticas profissionais e de formação, tanto na graduação em engenharia quanto na Universidade Petrobras, e o estabelecimento de relações entre essas práticas e a matemática. Em relação aos engenheiros ligados à formação de engenheiros de controle e automação na Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), também solicitei descrições de suas práticas e o estabelecimento de relações delas com a matemática. Nessas entrevistas ouvi enunciados que me chamaram a atenção, tais como: matemática é base para a engenharia; matemática desenvolve a intuição ou o feeling ou o raciocínio; matemática é uma ou a linguagem que modela o mundo físico; a universidade fornece a teoria e o mundo do trabalho a prática; o desenvolvedor de tecnologias usa mais matemática do que o usuário delas. Esses enunciados foram problematizados ou simplesmente abordados por mim, em maior ou menor grau, com o apoio principal dos escritos do segundo Wittgenstein e de mais três educadores matemáticos entrevistados que lecionam disciplinas de matemática para cursos de serviço, dentre eles, engenharias. Na tese, essas problematizações dos enunciados que me chamaram a atenção foram feitas em seções separadas. Para uma exibição mais direta de práticas, inseri, na tese, cinco textos confeccionados em forma de depoimentos com base em cinco entrevistas selecionadas. Essa estratégia de construção textual é orientada pelo propósito de fazer com que os leitores participem desses jogos de linguagem de forma indireta, isto é, por meio da leitura das narrativas que faço de jogos de linguagem, dos quais os seus corpos não participaram diretamente. Nesta tese, na qual levanto discussões e exibo algumas práticas - ou que, talvez, consista em nada mais do que a narrativa de uma trajetória de se adentrar em territórios estrangeiros -, espero poder, de certa forma, contribuir para discussões relativas à participação da matemática em práticas de formação de docentes ou de docência em cursos de serviço - em especial em cursos de engenharia -, bem como para a discussão relativa aos papéis da matemática em tomadas de decisões curriculares

Abstract: [Mathematical] language games in the profession and formation of engineers is a work in which I sought to display practices - seen as language games - of some Petrobras electronic engineers and professionals linked to the undergraduate engineering education and the role of mathematics in these practices. With this purpose, I interviewed these professionals. Regarding Petrobras electronic engineers, I requested descriptions of their working and training practices, both in undergraduate engineering and in Petrobras University, and the establishment of relations between these practices and mathematics. Regarding the engineers linked to the formation of Control and Automation engineers at the State University of Campinas (Unicamp), I also requested descriptions of their practices and the relation of these practices with math. In these interviews, I have heard statements that called my attention such as: "mathematics is the basis for engineering"; "mathematics develops intuition, feeling or reasoning"; "mathematics is one or the language that shapes the physical world"; "the university provides the theory and the working world the practice"; and "the developer of technologies uses more math than people who use these technologies". I problematized or simply covered these statements, in greater or lesser degree, with major support from the writings of the second Wittgenstein and three other interviews with mathematics educators, who teach math subjects to service courses, among them engineering. In this doctoral thesis, these problematizations or approaches of statements are in separate sections. To show practices in a more direct way, I inserted into this thesis five texts. They are made in form of narratives based on five selected interviews in which the goal was to make readers participate of these language games in an indirect way, through reading. In other words, to make them take part of games that they do not play in a direct way with their bodies. In this thesis, in which I raise discussions and show some practices - or, perhaps, consists of nothing more than a narrative of entering foreign territories - I hope I can somehow contribute to discussions related to the participation of mathematics practices of teachers or teaching in-service courses ¿ particularly in engineering courses - as well as the discussion on the mathematics roles in curriculum decisions involved
Subject: Wittgenstein, Ludwig, 1889-1951
PETROBRAS
Educação matemática
Engenharia - Estudo e ensino
Ensino superior
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2015
Appears in Collections:FE - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Julio_RejaneSiqueira_D.pdf3.68 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.