Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/305037
Type: TESE DIGITAL
Title: De portas abertas à vida e à diferença : a pedagogia Freinet e a inclusão
Title Alternative: Doors open to life and difference : the Freinet pedagogy and inclusion
Author: Ferreira, Glaucia de Melo, 1958-
Advisor: Mantoan, Maria Teresa Eglér, 1943-
Abstract: Resumo: Este trabalho parte da indagação colocada à autora por sua experiência vivida no espaço escolar, ora como professora, ora como coordenadora e diretora de uma escola cuja proposta fundamenta-se na Pedagogia Freinet, sobre a dificuldade de implementar transformações mais profundas e efetivas nas práticas escolares e nas relações entre os atores da cena escolar (professores, alunos, coordenação, direção, pais) com vistas a inclusão. Discuto a problemática da inclusão e as dificuldades que esta proposta enfrenta: por mais que se tenha avançado em termos legais ou mesmo em termos da compreensão da sociedade sobre a sua importância, a diferença ¿ aquilo que justamente nos torna únicos e singulares ¿ não cabe na escola. Indago sobre o quadro situacional da maioria das escolas: seria possível trabalhar com a diferença numa instituição que se orienta para a normalização? Coloca-se então uma questão anterior: de que maneira as estruturas que a escola construiu ao longo do seu processo de formação tem contribuído para a exclusão da diferença? Para compreender as características impregnadas no modelo escolar estruturadas para o atendimento de um aluno dito "normal", buscou-se no estudo da história da institucionalização da escola as marcas que influenciam as práticas correntes ainda hoje, e que se constituíram no processo histórico, marcadas por outros contextos socioeconômicos e culturais. A pergunta formulada para orientar esta compreensão foi: como esta instituição se tornou o que ela é hoje? O estudo da História explicitou o que chamamos de pilares da escolarização: a noção de infância, o pensamento científico moderno e o capitalismo industrial. O trabalho objetivou a desconstrução destes pilares por meio das análises que autores da pós modernidade ensejam e a identificação de algumas das características que se forjaram na constituição da instituição escolar que naturalizam práticas excludentes, práticas institucionais e institucionalizadas que dificultam a inclusão. A escola inclusiva encontra entraves para se realizar em uma estrutura frontalizada, simultânea, seriada e homogênea. Da análise histórica partiu-se para a reflexão sobre a experiência vivida, usando-se a metodologia da investigação narrativa. A narrativa de episódios que marcaram a experiência da autora ensejou reflexões e permitiu extrair algumas lições sobre os próprios fazeres pedagógicos, sobre a própria precariedade do modelo escolar vigente e sobre as dificuldades para a sua transformação. A apresentação e discussão dos instrumentos da Pedagogia Freinet, que se constituíram em desafios para a prática pedagógica da autora, serviram como guia para a discussão da possibilidade de se introduzir novas formas de se produzir o espaço escolar e de se transformar as práticas tradicionais no sentido de se construir relações mais humanizadas e inclusivas para o ensino e a aprendizagem

Abstract: This study begins with the question put to the author by his experience lived at school, either as a teacher or as coordinator and director of a school whose proposal is based on the Freinet pedagogy, about the difficulty of implementing deeper and effective changes in school practices and in relations between the actors in the school play (teachers, students, coordination, direction, parents) with a view to inclusion. Discuss the issue of inclusion and the difficulties this proposal faces: no matter how much progress has been made in legal terms or even in terms of the understanding of society about its importance, the difference - what exactly makes us unique and singular - not It fits in the school. Inquire about the situational context of most schools: it would be possible to work with the difference in an institution that is oriented towards standardization? Arises then a previous question: how the structures that the school has built over its training process has contributed to the exclusion of difference? To understand the characteristics impregnated in school model structured to meet a so-called student "normal", sought in the school institutionalization of history study of brands that influence current practices today, and that formed in the historical process, marked for other socioeconomic and cultural contexts. The question posed to guide this understanding was, how this institution has become what it is today? The study of history explained what we call the pillars of education: the notion of childhood, the modern scientific thought and industrial capitalism. The study aimed to deconstruct these pillars through the analysis that the post modernity authors provide and the identification of some of the features that were forged in the establishment of the school that naturalize exclusionary practices, institutional and institutionalized practices that hinder inclusion. The inclusive school is barriers to be held in a frontalization, simultaneous, serial and homogeneous structure. The historical analysis left to reflection on experience, using the methodology of narrative research. The narrative of the episodes that marked the author's experience gave rise reflections and allowed to draw some lessons on the teaching own doings, on the very precariousness of current school model and the difficulties for its transformation. The presentation and discussion of the components of Freinet pedagogy, which consisted in challenges for teaching practice of the author, served as a guide to discuss the possibility of introducing new ways to make the school environment and to transform traditional practices towards to build more humane and inclusive relations for teaching and learning
Subject: Inclusão
Freinet, Método de educação
Formação continuada
Ensino e aprendizagem
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2015
Appears in Collections:FE - Dissertação e Tese

Files in This Item:
File SizeFormat 
Ferreira_GlauciadeMelo_D.pdf6.01 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.