Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/305036
Type: DISSERTAÇÃO DIGITAL
Degree Level: Mestrado
Title: Famílias que participam de biblioteca : a mediação afetiva na constituição do sujeito leitor
Title Alternative: Families engaged in library : Affective mediation in the upbringing of reader individual
Author: Higa, Sue Ellen Lorenti, 1985-
Advisor: Leite, Sergio Antonio da Silva, 1946-
Abstract: Resumo: A presente pesquisa nasce do diálogo com outros estudos já realizados pelo Grupo do Afeto, com o desejo de ampliar o debate sobre aspectos relevantes em relação à constituição do leitor. Ao longo de dois anos, acompanhou-se um grupo de famílias que frequentam, com entusiasmo, uma biblioteca pública municipal do interior do Estado de São Paulo, identificando as práticas destes sujeitos, descrevendo e analisando a mediação dos adultos no processo de aproximação da criança com a leitura. Buscou-se compreender como as referidas famílias envolveram-se com a leitura e as ações que desenvolvem com a intenção de criar vínculos afetivos positivos entre a criança e os livros. Da mesma forma objetivou-se descrever e analisar a importância desta biblioteca para os sujeitos pesquisados, supondo que, para os entrevistados, a instituição representa muito mais do que um local para empréstimo de livros. Visando a tais objetivos, a pesquisa adotou a metodologia qualitativa. Para construção dos dados, foram realizadas observações das práticas das famílias na biblioteca, bem como entrevistas semi-estruturadas. Após a seleção dos sujeitos participantes, utilizou-se o procedimento de entrevistas recorrentes para 10 entrevistados. A pesquisa está, teoricamente, embasada na abordagem da psicologia histórico-cultural, apoiando-se em Vygotsky e Wallon, que compreendem o desenvolvimento humano em uma perspectiva monista, além de autores como Certeau, Chartier, Bakhtin, que fornecem subsídios teóricos em relação às concepções de leitura. Os resultados da pesquisa indicam que a constituição do leitor é um processo complexo, multifacetado, atravessado por muitos acontecimentos, mediado por inúmeras experiências de leitura, marcado pelas trajetórias de vida dos sujeitos e por seus impactos subjetivos. Deste modo, a mediação dos pais e funcionários da biblioteca, o livre acesso aos livros, as leituras frequentes e a participação constante na biblioteca contribuem para aproximação afetiva das crianças com a leitura

Abstract: The present research arises from the dialogue with other studies already carried out by the Group of Affection, with the desire to broaden the debate on important issues related to the process of becoming a reader. Over two years, we accompanied a group of families who attend, with enthusiasm, a municipal public library in the State of São Paulo, identifying the practices of these people, describing and analyzing the mediation of adults in the process of approximation of the child with reading. We sought to understand how these families were involved with reading and the actions they develop in order to create positive emotional bonds between the child and the books. We sought to describe and analyze the importance of this library to the subjects surveyed, assuming that, for the respondents, the institution represents much more than a place to borrow books. Aimed at these goals, the research went for the qualitative methodology. For the construction of data, it was observed the practices of the families in the library and semi-structured interviews were accomplished. After the selection of the participants, 10 respondents were submitted to the procedure of repeating interviews. The research is, theoretically, based on cultural-historical psychology approach, drawing on Vygotsky and Wallon, who understand human development in a monist perspective, plus authors like Certeau, Chartier, Bakhtin, that provide subsidies in relation to theoretical reading conceptions. The analysis results indicate that becoming a reader is a complex, multi-faceted process, crossed by many events, mediated by countless reading experiences, marked by the life history of the subject and its subjective impact. In this way, the mediation of parents and the library staff, the free access to books, the frequent reading and continuous participation in the library contribute to an affective approximation of children to books
Subject: Leitura
Família
Mediação
Afetividade
Bibliotecas
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2015
Appears in Collections:FE - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Higa_SueEllenLorenti_M.pdf9.14 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.