Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/305002
Type: DISSERTAÇÃO DIGITAL
Degree Level: Mestrado
Title: Estratégias de aprendizagem de estudantes de pedagogia : relações com característica demográficas e autopercepção de desempenho
Title Alternative: Learning strategies of pedagogy course students : relationship to demographic variables and performance self-perception
Author: Lemos, Lucas Schumacher, 1990-
Advisor: Boruchovitch, Evely, 1961-
Abstract: Resumo: As estratégias de aprendizagem dizem respeito a qualquer procedimento, técnica ou método empregado de maneira consciente pelo aluno. O emprego das estratégias de aprendizagem possibilita aos estudantes superar as próprias dificuldades e aquelas impostas pelo ambiente. O presente estudo teve por objetivo conhecer as estratégias de aprendizagem de estudantes de Pedagogia e verificar se existiam relações com as variáveis demográficas: idade, gênero, turno, ano de curso, o fato de o aluno trabalhar ou não, jornada de trabalho diário, tempo dedicado aos estudos, estado em que estuda e autopercepção de desempenho. A amostra foi composta por 171 graduandos em Pedagogia de quatro universidades públicas de três regiões do Brasil. Os dados foram coletados por meio de uma ficha de identificação, uma Escala de Avaliação das Estratégias de Aprendizagem do tipo likert e uma questão fechada sobre a autopercepção de desempenho. A análise de dados foi realizada mediante os procedimentos de análise estatística descritiva e inferencial. De modo geral, os resultados revelaram que os estudantes de Pedagogia costumam utilizar com frequência as estratégias de aprendizagem de Autorregulação Cognitiva e Metacognitiva, Autorregulação dos Recursos Internos e Contextuais e as de Autorregulação Social. Foi observado que as mulheres relatam utilizar mais as estratégias de Autorregulação cognitiva e Metacognitiva, se comparadas aos homens. Notou-se que os estudantes que trabalham empregam mais as estratégias de Autorregulação Social e os que possuem menor jornada de trabalho declaram utilizar frequentemente as de Autorregulação dos Recursos Internos e Contextuais e as da escala total. Os estudantes de Pedagogia que não conseguem estudar por falta de tempo empregam menos as estratégias de Autorregulação Cognitiva e Metacognitiva, Autorregulação dos Recursos Internos e Contextuais e as da escala total. No que diz respeito às correlações, observou-se que quanto maior o tempo dedicado aos estudos e à autopercepção de desempenho mais frequente tende a ser o emprego das estratégias de aprendizagem. Os resultados indicam a necessidade de ensinar as estratégias de aprendizagem principalmente para aqueles alunos que trabalham e possuem pouco tempo para se dedicar aos estudos. Devido à escassez de pesquisas sobre as estratégias de aprendizagem e o tempo dedicado aos estudos, o fato do aluno trabalhar e a autopercepção de desempenho, entende-se que novos estudos precisam ser desenvolvidos para que se tenha mais conhecimento a respeito dessas variáveis

Abstract: This study is how learning strategies are related to any procedure, technique or method used consciously by the student. The use of those learning strategies enables students to overcome their difficulties and those imposed by the environment. This study aimed to know the strategies of learning the Pedagogy students and check whether there were related with demographic variables: age, gender , time shift of their course, year course, the fact that the student work or not , daily working hours , time dedicated to studies, geographical area were they study and self-perception of their performance . The sampling frame was consisted of 171 undergraduate students in Pedagogy of four public universities in three regions of Brazil. The information¿s was collected through an identification form, an Evaluation Scale of the Likert Learning Strategies and a short dissertation question about the self-perception of their performance. All the data analysis was performed using the procedures of descriptive and inferential statistical analysis. Overall, the results revealed that the pedagogy students often use learning strategies Author Cognitive and Metacognitive regulation, self-regulation of internal and contextual Resources and Social Self-Regulation. It was observed that women report more use of cognitive self-regulation strategies and Metacognitive, compared to men. It was noted that students who work use more strategies for Social Self-Regulation and those who have less working day often use the Self-Regulation of Internal and contextual resources at full scale. Thereby, it observed that the greater the time dedicate to study and self-perception the more frequent performance tends to be the use of learning strategies. The results indicate the need of teaching learning strategies especially for those students who work and have little time to dedicate to study. Due to the lack of research on learning strategies and the time devoted to studies, the fact that the student's work and the self-perception of performance, it is understood that further studies need to be developed in order to have more knowledge about these variables
Subject: Estratégias de aprendizagem
Variaveis
Análise demográfica
Estudantes de pedagogia
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2016
Appears in Collections:FE - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Lemos_LucasSchumacher_M.pdf1.62 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.