Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/304969
Type: TESE DIGITAL
Title: Efeitos da terapia miofuncional orofacial sobre a função mastigatória em indivíduos submetidos à cirurgia ortognática = Effects of orofacial myofunctional therapy on masticatory function in individuals submitted to orthognathic surgery
Title Alternative: Effects of orofacial myofunctional therapy on masticatory function in individuals submitted to orthognathic surgery
Author: Prado, Daniela Galvão de Almeida, 1986-
Advisor: Gavião, Maria Beatriz Duarte, 1955-
Abstract: Resumo: Este estudo buscou identificar o efeito da terapia miofuncional orofacial (TMO) sobre os aspectos clínicos e eletromiográficos da função mastigatória em indivíduos com deformidade dentofacial (DDF) submetidos à cirurgia ortognática (CO). Dois estudos foram realizados e apresentados na forma de capítulos. As amostras foram compostas por indivíduos com má oclusão classe II e III e indivíduos com oclusão normal com idade entre 18 e 45 anos. Capítulo 1: Objetivou investigar os efeitos da TMO sobre os aspectos clínicos da função mastigatória incluindo avaliação do tônus e mobilidade muscular de indivíduos com DDF submetidos à CO. Após a CO, 13 indivíduos foram submetidos a TMO (grupo tratado) e 10 foram acompanhados (grupo não tratado). Vinte e três indivíduos com oclusão normal, pareados por idade e sexo com cada grupo, compuseram o grupo controle. A TMO consistiu de oito sessões terapêuticas no período pós-operatório. A avaliação da função mastigatória foi realizada antes, três e seis meses após a cirurgia, utilizando a parte do protocolo de Avaliação Miofuncional Orofacial Expandido com Escores (AMIOFE-E) que avalia esta função. Além disso, foram avaliados o tônus e a mobilidade muscular. Os dados foram comparados utilizando testes paramétricos e não paramétricos de acordo com a distribuição dos dados. No grupo tratado os resultados mostraram aumento significativo nos escores máximos do protocolo AMIOFE-E (p?0,05) e no item "tipo mastigatório" (p?0,05), ocorrendo aprimoramento da mastigação, além de melhora no tônus do lábio inferior (p?0,01) e na mobilidade de língua (p?0,01) após a CO, comparativamente aos valores do pré-operatório. Capitulo 2: O objetivo do estudo foi verificar os efeitos da TMO sobre os aspectos eletromiográficos da função mastigatória de indivíduos com DDF, submetidos à CO. Foram avaliados 48 indivíduos, no período anterior, três e seis meses após a cirurgia, 14 submetidos a TMO, 10 sem este tratamento e 24 de um grupo controle com oclusão normal. Foi realizada a eletromiografia de superfície dos músculos masseteres e temporais, considerando os parâmetros amplitude e duração do ato e do ciclo mastigatório, além do número de ciclos. O tratamento miofuncional orofacial consistiu de oito sessões terapêuticas no período pós-operatório. Os dados foram comparados utilizando testes paramétricos e não paramétricos de acordo com a distribuição dos dados. Os resultados não mostraram diferenças em relação à atividade muscular entre os períodos avaliados, porém no grupo tratado houve diminuição da duração do ato (p?0,05) e do ciclo (p?0,05) e aumento no número de ciclos (p?0,05) após a cirurgia, indicando mastigação mais rápida, que pode estar associada ao maior equilíbio muscular. Considerando os resultados dos dois estudos foi possível comprovar os efeitos da TMO uma vez que houve aumento no escore máximo do protocolo AMIOFE-E e especificamente quanto ao tipo mastigatório, com melhora na mastigação, além de adequação do tônus de lábio inferior e mobilidade de língua (aspectos clínicos) e diminuição da duração do ato e ciclo mastigatório (aspectos eletromiográficos) em indivíduos com DDF submetidos à CO

Abstract: his study aimed to identify the effect of orofacial myofunctional therapy (OMT) on the clinical and electromyographic aspects of the masticatory function in individuals with dentofacial deformity (DFD) submitted to orthognathic surgery (OGC). Two studies were presented as chapters. The samples were composed of individuals with Class II and III malocclusion and individuals with normal occlusion, aged from 18 to 45 years. Chapter 1: The aim was to investigate the effects of orofacial myofunctional therapy on the clinical aspects related to masticatory function including assessment of tone and muscle mobility in individuals with DFD submitted to orthognathic surgery. Forty-six individuals participated, 13 undergoing OMT after OGC (treated group), 10 without this treatment (untreated group) and 23 in a control group with normal occlusion. The OMT consists of eight therapeutic sessions in the postoperative period. Chewing was analyzed using part of the "Expanded protocol of orofacial myofunctional evaluation with scores" (OMES-E), that evaluates the masticatory function, before, three and six months after OGS. The muscle tone and mobility were also evaluated. According to data distribution, the results were compared using parametric and non-parametric tests. In TG the results showed a significant increase in the maximum scores of OMES-E protocol (p?0,05) and in item "masticatory type" (p?0,05), with improvement of mastication, as well as in the lower lip tone (p?0,01) and tongue mobility (p?0,01) after surgery, compared to preoperative values. Chapter 2: The aim was to investigate the effects of OMT on electromyographic aspects of masticatory function in individuals with DFD submitted to orthognathic surgery. Forty-eight individuals were evaluated, before, three and six months after surgery, 14 undergoing OMT, 10 without this treatment and 24 in a control group with normal occlusion. Surface electromyography of the masseter and temporal muscles was performed considering the parameters amplitude and duration of act and cycle, and the number of masticatory cycles. The orofacial myofunctional treatment consists of eight therapeutic sessions in the postoperative period. According to data distribution, the results were compared using parametric and non-parametric tests. The results did not show differences in muscle activity between the study periods; however, there was decrease in act (p?0,05) and cycle duration (p?0,05) and increase in the number of cycles (p?0,05) after surgery for the treated group, indicating faster chewing, probably associated with higher muscular balance. Considering the results of the two studies, it was possible to infer the effects of OMT, since there was increase in the maximum score of OMES-E protocol and specifically the item masticatory type, with improvement in chewing, and adequacy of the lower lip tone and tongue mobility (clinical aspects) and decreased chewing act and cycle duration (electromyographic aspects) in individuals with DFD submitted to OGS
Subject: Mastigação
Eletromiografia
Deformidades dentofaciais
Cirurgia ortognática
Terapia miofuncional
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2016
Appears in Collections:FOP - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Prado_DanielaGalvaodeAlmeida_D.pdf1.36 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.