Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/304950
Type: TESE DIGITAL
Degree Level: Doutorado
Title: Adesão ao tratamento odontológico de adolescentes em situação de vulnerabilidade social = abordagem quanti qualitativa = Adherence to dental treatment of adolescents in social vulnerability situation: qualitative and quantitative approaches
Title Alternative: Adherence to dental treatment of adolescents in social vulnerability situation : qualitative and quantitative approaches
Author: Bulgareli, Jaqueline Vilela, 1980-
Advisor: Pereira, Antonio Carlos, 1967-
Abstract: Resumo: Estudo longitudinal analítico e uma pesquisa qualitativa conduzido no município de Piracicaba, São Paulo, no período de 2013 e 2015 com o objetivo de avaliar a adesão ao tratamento odontológico de adolescentes em situação de vulnerabilidade social, e suas relações com as variáveis individuais, contextuais, familiares e qualidade de vida. Na fase inicial foi realizado o exame clínico para obter as informações de condição de cárie e doença periodontal, com uma amostra aleatória probabilística de 1179 adolescentes de 34 Unidades de Saúde da Família (USF). Já na fase final (reavaliação) a amostra foi constituída de 476 adolescentes encaminhados para tratamento de cárie e/ou doença periodontal nas unidades de saúde durante a fase inicial. Após 18 meses foram reavaliados 325 indivíduos para investigar se eles aderiram ao tratamento odontológico proposto na fase inicial (n=164 adesão, n=161 não adesão). As variáveis individuais, contextuais, comportamentais e psicossociais foram coletadas utilizando questionário socioeconômico, OIDP, WHOQOL, entrevistas em profundidade e grupos focais. A análise dos dados das variáveis individuais e contextuais com a adesão ao tratamento odontológico foi estimada nos modelos de regressão logística multinível e por meio de modelos lineares generalizados (PROC GENMOD do programa SAS). Avaliou-se a associação da qualidade de vida (WHOQOL) e o impacto sócio dental (OIDP) nos dois tempos estudados (inicial e final). Na fase qualitativa, as entrevistas e o grupo focal foram gravadas e transcritas, os dados agrupados por categorias e identificados os temas chave permitindo a análise temática e a fenomenológica. Houve uma taxa de não adesão ao tratamento alta na amostra estudada (49,5%). No primeiro artigo, as variáveis, renda familiar do bairro e aglomeração foram associadas à não adesão ao tratamento odontológico. Com referência ao segundo artigo, a qualidade de vida dos adolescentes vulneráveis melhorou nos dois tempos estudados (inicial e final medida pelo WHOQOL). Por sua vez, houve um maior impacto das atividades diárias (OIDP) nos participantes que não aderiram ao tratamento odontológico e, consequentemente, piora na qualidade de vida. Para a pesquisa qualitativa (terceiro artigo), os cuidados em saúde que a família possui com o adolescente foram relacionados ao "cumprimento/descumprimento de regras saudáveis", como também a "adesão/não adesão ao tratamento". No quarto artigo, os sentidos de saúde e doença atribuídos pelos adolescentes foram agrupados em quatro temas: "concepções sobre saúde e doença"; "determinantes e condicionantes em saúde e doença"; "saúde bucal" e as "relações humanas, os sentimentos e a saúde". Conclui-se que as variáveis relacionadas a condição de vulnerabilidade dos adolescentes pode acarretar situações concorrentes à adesão e dificultar o tratamento odontológico. Ao mesmo tempo, o maior impacto nas atividades diárias dos não aderentes, corrobora o fato de que a saúde bucal é parte inseparável, determinante e importante na qualidade de vida das pessoas. Os cuidados da família para com o adolescente podem influenciar os filhos nas decisões importantes com relação adesão. E por fim, a compreensão dos sentimentos, idéias e comportamentos dos adolescentes em relação a sua saúde e doença, ressignifica questões que fortalecem a promoção da saúde, enfatizando a articulação intersetorial e multidisciplinar

Abstract: This analytic longitudinal study and qualitative research was conducted in Piracicaba, São Paulo, between 2013 and 2015 and aimed to assess adherence to dental treatment of underprivileged adolescents, and their relationship to the individual variables, contextual, family and quality of life. In the initial phase was conducted clinical examination for the condition of caries and periodontal disease information. Included a probabilistic random sample of 1179 adolescents of 34 Family Health Units (USF). In the final phase of the study (revaluation) the sample consisted of 476 adolescents referred for treatment of caries and / or periodontal disease in health facilities during the initial phase. After 18 months were assessed 325 individuals to investigate whether they adhered to the dental treatment proposed in the initial phase of the study (n = 164 adherence, n = 161 non-adherence). Individual, contextual, behavioral and psychosocial variables were collected using socioeconomic questionnaires, OIDP, WHOQOL, interviews and focus groups. Data analysis of individual and contextual variables with adherence to dental treatment was estimated in the multilevel logistic regression models and by using generalized linear models (PROC GENMOD the SAS program). We evaluated the association between quality of life (WHOQOL) and dental social impact (OIDP) in two stages studied (first and last). In the qualitative phase, interviews and focus groups were recorded and transcribed; data grouped into categories and identified the key issues allowing the thematic analysis and the phenomenological. There was a non-adherence rate to high treatment in our sample (49.5%). In the first article, variables, family income neighborhood and crowding were associated with non-adherence to dental treatment. As for the second item, the quality of life of vulnerable adolescents improved in two stages studied (first and last measured by WHOQOL). In turn, there was a greater impact of daily activities (OIDP) in participants who did not adherence to dental treatment and, consequently, poor quality of life. For qualitative research (third article), the health care that the family has with the teenager were related to "compliance / non-compliance with health rules," as well as "adherence / non-adherence to treatment." In the fourth article, the meanings of health and illness attributed by adolescents were grouped into four themes: "conceptions of health and disease"; "Determinants and conditioning factors in health and disease"; "Dental health" and "Human relations, feelings and health." It concludes that the variables related to underprivileged adolescents condition may lead competitors to join situations and difficult dental treatment. At the same time, the greatest impact on daily activities of non-adherence corroborates the fact that oral health is an inseparable part, decisive and important in quality of life. Family care for those with teenage children can influence the important decisions regarding adherence. Finally, understanding the feelings, ideas and behaviors of adolescents regarding your health and illness, reframes issues that strengthen health promotion, emphasizing intersectoral and multidisciplinary articulation
Subject: Saúde bucal
Adesão
Vulnerabilidade social
Pesquisa qualitativa
Pesquisa quantitativa
Editor: [s.n.]
Citation: BULGARELI, Jaqueline Vilela. Adesão ao tratamento odontológico de adolescentes em situação de vulnerabilidade social: abordagem quanti qualitativa = Adherence to dental treatment of adolescents in social vulnerability situation: qualitative and quantitative approaches. 2016. 1 recurso online ( 138 p.). Tese (doutorado) - Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Odontologia de Piracicaba, Piracicaba, SP. Disponível em: <http://www.repositorio.unicamp.br/handle/REPOSIP/304950>. Acesso em: 30 ago. 2018.
Date Issue: 2016
Appears in Collections:FOP - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Bulgareli_JaquelineVilela_D.pdf2.28 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.