Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/304863
Type: TESE DIGITAL
Title: Oficina de fanfictions na escola : uma análise das práticas de revisão e reescrita
Title Alternative: Fanfiction workshop at school : an analysis of reviewing and rewriting practices
Author: Paris, Larissa Giacometti, 1992-
Advisor: Fiad, Raquel Salek, 1948-
Abstract: Resumo: Nesta dissertação, são analisadas as narrativas produzidas por alunos do Ensino Médio de uma escola do interior do estado de São Paulo em uma oficina de escrita de fanfictions com participação voluntária, em que os sujeitos posicionaram-se como escritores de suas histórias assim como revisores dos textos de seus colegas. Trata-se de uma investigação situada na área dos saberes da Linguística Aplicada, de cunho qualitativo, com geração de registros sob as metodologias do estudo de caso e da pesquisa-ação. Fanfictions são histórias escritas por fãs que se inspiram em conteúdos pré-existentes das mídias narrativas e dos ícones da cultura pop para criar suas próprias narrativas (BLACK, 2006; 2008; 2010). Geralmente, são publicadas por jovens em websites específicos de compartilhamento online, em que os próprios escritores e leitores revisam e comentam sobre as narrativas uns dos outros. A partir de uma perspectiva dialógica baseada na teoria bakhtiniana (BAKHTIN, 2011), procuro investigar de que forma as práticas de revisão e reescrita do gênero fanfiction são realizadas no contexto escolar. Assim, busco compreender de que modo os diálogos com enunciados relacionados ao campo da escola ou ao campo do universo das fanfictions são construídos pelos estudantes em suas práticas de revisão e reescrita durante a oficina. Mais especificamente, procuro analisar como as categorias de revisão e as operações linguísticas de reescrita são empregadas pelos discentes nos enunciados que constroem tais diálogos. Por um lado, pude observar que, além de comentários metalinguísticos sobre a prática destes sujeitos, houve uma maior preocupação em relação à melhoria da escrita, em especial ao adequar-se à norma padrão da língua portuguesa, nas revisões e reescritas que dialogaram com enunciados escolares. Como resultado, correções higienizadoras (JESUS, 1995) e resolutivas foram empregadas, viabilizando uma única possibilidade de reescrita traçada pelo próprio revisor. Por outro lado, os alunos também se posicionaram como leitores interessados e visaram uma adequação ao gênero fanfiction por meio do emprego de correções textual-interativas nos casos em que houve diálogos com enunciados do universo das fanfictions. Dessa forma, tais revisões instigaram o escritor a refletir sobre seu texto no momento da reescrita, possibilitando que ele mesmo encontrasse soluções para aquilo que foi apontado como inadequado pelo revisor. Tal contraposição é um dos pontos fundamentais desta pesquisa, considerando que foi constatado que o modo como a interação é construída na revisão influencia na forma como a reescrita é realizada

Abstract: In this dissertation, narratives produced by high school students of a school in São Paulo¿s state country during a fanfiction writing workshop with voluntary participation are analyzed, in which the subjects have positioned themselves as writers of their stories as well as reviewers of their colleagues¿ texts. It is an investigation under the area of Applied Linguistic, of qualitative nature, generating records under the case study and action research methodologies. Fanfiction is a story written by fans based on a pre-existing content of narrative media and pop culture icons in order to create its own narrative (BLACK, 2006; 2008; 2010). Generally, they are published for young people on specific online sharing websites, in which their writers and readers review and comment on each other's narratives. From a dialogical perspective based on Bakhtin's theory (BAKHTIN, 2011), I try to investigate how the fanfiction gender¿s review and rewritten practices are held in the school context. Therefore, I seek to understand how the dialogue with utterances that are related to the school context and the fanfictions universe is built by students in their review and rewritten practices during workshop. More specifically, I try to analyze how the reviewing categories and the linguistic rewriting operations are used by students in the dialogues utterances. I observed that, in addition to metalinguistic comments about these subjects¿ practice, there was a greater concern with improving writing, especially to fit the Portuguese language standards, in the reviewing and rewriting that dialogued with school¿s utterances. As a result, solving and cleaning corrections (JESUS, 1995) were employed, allowing a unique possibility of rewrite, drawn by the reviewer himself. On the other hand, students also have positioned themselves as interested readers and aimed an adequacy to fanfiction genre through the use of textual-interactive corrections that dialogued with utterances of the fanfiction universe. Thus, such revisions prompted the writer to reflect on his text during rewriting and allowed him to find solutions to what was appointed as inappropriate by the reviewer. This opposition is one of the fundamental points of this research considering that it was found that the interaction during revision influences the way the rewrite is performed
Subject: Fan fiction
Dialogismo (Análise literária)
Estudantes do ensino médio - São Paulo (Estado)
Adolescentes - Escrita
Narrativa (Retórica)
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2016
Appears in Collections:IEL - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Paris_LarissaGiacometti_M.pdf2.68 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.