Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/304700
Type: TESE DIGITAL
Title: Análise da influência da rotação externa de quadril em saltos verticais de bailarinas de balé clássico
Title Alternative: Analysis of the influence of the hip external rotation on vertical jumps of classical ballet dancers.
Author: Diehl, Mariana, 1989
Advisor: Cunha, Sergio Augusto, 1959-
Abstract: Resumo: O balé clássico é caracterizado pelo uso da rotação externa de quadril. Como consequência do uso excessivo desse posicionamento, estudos reportam que bailarinos apresentam maior ângulo de rotação externa de quadril do que não bailarinas, e que são capazes de produzir maiores quantidades de torque quando estão posicionados dessa maneira. Os saltos são elementos muito importantes para o balé clássico, e o mais praticado é o sauté. Assim, faz-se necessário investigar se a mudança no posicionamento do quadril irá influenciar o desempenho de bailarinas nos saltos, uma vez que bailarinos apresentam diferenças em ângulos e torques devido ao posicionamento exigido pela técnica. Deste modo, o objetivo desse estudo foi investigar se a rotação externa de quadril, utilizada pelas bailarinas de balé clássico, irá influenciar o desempenho de saltos verticais. Para a realização do estudo foram recrutadas 10 bailarinas de balé clássico, que realizaram 3 tentativas do salto sauté e do salto sem rotação de quadril. Para a coleta dos dados, foram utilizados 30 marcadores anatômicos retro-refletivos e 6 câmeras digitais Basler, com frequência de aquisição de 100 Hz. O processamento dos dados foi realizado utilizando os software Dvideo e Visual 3D. Foi calculado a altura do salto através do ponto médio das espinhas ilíacas póstero-superiores, os ângulos de flexão e extensão do tronco e os ângulos articulares do quadril, joelho e tornozelo, para o lado direito e esquerdo. Os dados brutos foram filtrados utilizando um filtro digital Butterworth passa-baixa de 4ª ordem, com frequência de corte de 6 Hz. Todas as análises estatísticas foram realizadas no software Matlab®. Foram analisadas a diferença entre as alturas máximas atingidas nos saltos, e os valores máximos dos ângulos do quadril, joelho, tornozelo e de flexão do tronco nos dois tipos de salto através de comparação por box plot. A relação linear das variáveis mensuradas foi testada através de uma análise de regressão linear. As principais diferenças encontradas nos estudos foram nos ângulo de flexão e extensão, adução e abdução e rotação interna e externa do quadril. As bailarinas apresentaram maiores alturas no salto sem rotação em comparação ao salto sauté, devido ao salto sauté utilizar o posicionamento de rotação externa, o que parece influenciar negativamente no desempenho de saltos verticais de bailarinas, uma vez que pode alterar o comportamento muscular durante o salto

Abstract: Classical ballet is characterized by the use of hip external rotation. As a result of the excessive use of this position, studies report that dancers have greater angle of hip external rotation, and they are able to produce higher amounts of torque when they are positioned in hip external rotation. The jumps are very important elements of classical ballet, and the most practiced is the sauté. It is necessary to investigate if the change in position of the hip will influence the performance of the dancers¿ jumps, since dancers present different angles and torques due to the positioning required by technique. Thus, the aim of this study was to investigate if the hip external rotation, used by classical ballet dancers, will influence the performance of vertical jumps. For the study, were recruited 10 classical ballet dancers who performed three attempts sauté jump and jump without rotation. To collect the kinematic data, was used 30 anatomical retro-reflective markers and 6 digital cameras Basler with 100 Hz of acquisition frequency. The data processing was performed using the Dvideo and Visual 3D software. It was calculated the height of the jump through the midpoint of the posterior superior iliac spines, the trunk flexion and extension angles and the joint angles of the hip, knee and ankle, to the right and left side. The data was filtered using a digital filter Butterworth low-pass of 4th order with 6 Hz of cutoff frequency. All statistical analyzes were performed using Matlab software. It was analyzed the difference of the maximum height reached on the jumps, and the maximum values of angles of the hip, knee, ankle and flexion of the trunk in two types of jump was compared through box plot analysis. The linear relationship of measured variables was tested using a linear regression analysis. The main differences in the studies were in the angle of flexion and extension, abduction and adduction and internal and external rotation of the hip. The dancers showed greater heights in jump without rotation compared to sauté jump due to sauté jump using the hip external rotation, which seems to have a negative influence on the performance of vertical jumps of dancers, since it can change the muscle behavior during jump
Subject: Biomecânica
Cinemática
Dança
Salto vertical
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2016
Appears in Collections:FEF - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Diehl_Mariana_M.pdf3.81 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.