Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/30016
Type: Artigo de periódico
Title: Composição florística de um trecho de floresta ripária na Mata Atlântica em Picinguaba, Ubatuba, SP
Title Alternative: Floristic composition of a riverine forest in the Brazilian Atlantic rain forest, Ubatuba, SP
Author: SANCHEZ, MARYLAND
PEDRONI, FERNANDO
LEITÃO-FILHO, HERMÓGENES DE FREITAS
CESAR, OSWALDO
Abstract: A floristic survey was carried out in a forest tract alongside the Fazenda river, in the Picinguaba Division of the Serra do Mar State Park, northern coast of the State of São Paulo, municipality of Ubatuba (44°48' W and 23°22' S). A total of 40 quadrats (10 m x 10 m) was located along the river margins. All trees with a minimum of 20 cm perimeter at breast height (DBH = 6.36 cm) were recorded. The 673 sampled trees were distributed in 120 species, 83 genera and 37 families. The greatest species richness was found for Myrtaceae (28), Fabaceae (11), Rubiaceae and Lauraceae (8). The most numerous populations were Euterpe edulis Mart. (Arecaceae), Chrysophyllum flexuosum Mart. (Sapotaceae), Coussarea nodosa Müll. Arg. (Rubiaceae) and Sloanea guianensis Benth. (Elaeocarpaceae). The Shannon diversity index was H' = 4.07 nats/individual, showing the great diversity of the area studied. The data emphasize the high complexity of the vegetation studied and are used for comparisons with similar forests.
O presente trabalho trata do estudo florístico da vegetação arbórea que ocorre ao longo de um trecho das margens do rio da Fazenda, localizado no Parque Estadual da Serra do Mar, Núcleo de Picinguaba, no litoral norte do estado de São Paulo, município de Ubatuba (44°48' W e 23°22' S). Para a realização do levantamento, foram alocadas 40 parcelas de 10 m x 10 m, ao longo de um trecho do rio, sendo amostrados todos indivíduos com perímetro à altura do peito maior ou igual a 20 cm (DAP = 6,36 cm). Os 673 indivíduos amostrados distribuíram-se entre 120 espécies, 83 gêneros e 37 famílias. Myrtaceae foi a família de maior riqueza, com 28 espécies, seguida por Fabaceae (11), Rubiaceae e Lauraceae (8 cada uma). Euterpe edulis Mart. (Arecaceae), Chrysophyllum flexuosum Mart. (Sapotaceae), Coussarea nodosa Müll. Arg. (Rubiaceae) e Sloanea guianensis Benth. (Elaeocarpaceae) foram as populações com maior número de indivíduos. O índice de diversidade de Shannon encontrado foi H' = 4,07 nats/indivíduo, mostrando a grande diversidade da vegetação na área de estudo. As informações obtidas neste trabalho ressaltam a alta complexidade da Floresta Pluvial Tropical da Encosta Atlântica ao longo de sua extensão e fornecem dados para estudos comparativos com outros trechos de Mata Atlântica ou mesmo com outras formações florestais.
Subject: Floristic composition
riverine forest
atlantic rain forest
Editor: Sociedade Botânica de São Paulo
Rights: aberto
Identifier DOI: 10.1590/S0100-84041999000100006
Address: http://dx.doi.org/10.1590/S0100-84041999000100006
http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-84041999000100006
Date Issue: 1-Apr-1999
Appears in Collections:Artigos e Materiais de Revistas Científicas - Unicamp

Files in This Item:
There are no files associated with this item.


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.