Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/29925
Type: Artigo de periódico
Title: Efeitos da reconstrução mamária imediata sobre a qualidade de vida de mulheres mastectomizadas
Title Alternative: Immediate breast reconstruction effects on quality of life of women with mastectomy
Author: Oliveira, Riza Rute de
Morais, Sirlei Siani
Sarian, Luís Otávio
Abstract: PURPOSE: to prospectively evaluate the effects of immediate breast reconstruction on the quality of life of women who underwent mastectomy. METHODS: 76 women that underwent mastectomy at Centro de Atenção Integral à Saúde da Mulher da Universidade Estadual de Campinas, in Campinas, São Paulo, Brazil, from August 2007 to December 2008, were included. Two groups were formed: 41 women who underwent mastectomy combined with immediate breast reconstruction (M+RI) and 35 that were subjected to mastectomy alone (M). The quality of life evaluation was assessed with the World Health Organization's questionnaire - Quality of Life (WHOQOL-100). The questionnaire was administered on three occasions: at the time of admission, one month after surgery, and again six months after surgery. The WHOQOL-100 scores were calculated according to analysis' guidelines by the World Health Organization. For comparison of the scores between groups, it was used the Student's t-test, Fisher exact test, chi-square test, and Mann-Whitney test. For the analysis of repeated measures over time, ANOVA and ANOVA for repeated measures were used. RESULTS: at all time points evaluated, beginning with the preoperative assessment, the average quality of life scores of the M+IR Group were higher than those of the M Group, primarily in the physical, psychological, level of independence and social relationships domains of the questionnaire. Of the six areas covered by the questionnaire, three (physical, social relations, environment) showed no significant differences between groups. The M+IR Group had a better score (15.5 to 14.9 for the M+IR and 14.3 to 14.2 for M; p=0.04) in the psychological domain. There was a significant reduction in the level of independence in the first month after surgery in both groups, with a significant recovery after six months. CONCLUSIONS: the present results suggest that immediate breast reconstruction is significantly beneficial regarding the psychological aspects of quality of life, without affecting the patient's physical functionality.
OBJETIVO: avaliar prospectivamente os efeitos da reconstrução mamária imediata sobre a qualidade de vida de mulheres mastectomizadas. MÉTODOS: foram incluídas 76 mulheres submetidas à mastectomia no Centro de Atenção Integral à Saúde da Mulher da Universidade Estadual de Campinas, em Campinas, São Paulo, Brasil, entre Agosto de 2007 a Dezembro de 2008. Dois grupos foram formados, 41 mulheres no grupo de mulheres submetidas à mastectomia associada à reconstrução imediata da mama (M+RI) e 35 no grupo de mulheres submetidas à mastectomia exclusiva (M). A avaliação da qualidade de vida foi feita com o uso do questionário World Health Organization - Quality of Life (WHOQOL-100). O questionário foi aplicado em três momentos: na data da internação, após um mês e novamente seis meses após a cirurgia. Os escores do WHOQOL-100 foram calculados conforme roteiro de análise fornecido pela Organização Mundial de Saúde. Para análise comparativa dos escores entre grupos, foram utilizados os testes t de Student, exato de Fisher, χ2 e Mann-Whitney, quando os dados eram paramétricos. Para análise das medidas repetidas, ao longo do tempo, foi utilizada a ANOVA e ANOVA para medidas repetidas. RESULTADOS: em todos os momentos, desde o pré-operatório, a pontuação média do Grupo M+RI foi maior que o Grupo M, principalmente nos domínios físico, psicológico, nível de independência e relações sociais. Dos seis domínios abrangidos no questionário, em três (físico, relações sociais, meio ambiente) não foram encontradas diferenças significativas. Houve melhor pontuação para o Grupo M+RI (15,5 a 14,9 no M+RI e 14,3 a 14,2 no M; p=0,04) no domínio psicológico. Observou-se redução significativa do nível de independência no primeiro mês pós-operatório em ambos os grupos, com recuperação significativa após seis meses. CONCLUSÕES: os presentes resultados sugerem que a reconstrução mamária imediata é benéfica para aspectos psicológicos da qualidade de vida, sem afetar a funcionalidade física da mulher.
Subject: Neoplasias da mama
Mamoplastia
Mastectomia
Qualidade de vida
Atividade motora
Breast neoplasms
Mamoplasty
Mastectomy
Quality of life
Motor activity
Editor: Federação Brasileira das Sociedades de Ginecologia e Obstetrícia
Rights: aberto
Identifier DOI: 10.1590/S0100-72032010001200007
Address: http://dx.doi.org/10.1590/S0100-72032010001200007
http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-72032010001200007
Date Issue: 1-Dec-2010
Appears in Collections:Artigos e Materiais de Revistas Científicas - Unicamp

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
S0100-72032010001200007.pdf176.26 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.