Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/29739
Type: Artigo de periódico
Title: Tobacco experimental model to induce urinary bladder neoplasms
Title Alternative: Modelo experimental de tabagismo para indução de neoplasia da bexiga urinária
Author: Colli Neto, José Alexandre
Zen Júnior, José Hélio
Del Negro, André
Andreollo, Nelson Adami
Araujo, Marina Rachel
Tincani, Alfio José
Abstract: OBJECTIVE: to develop an experimental model of exposure to tobacco burning (cigarette) products to assess the effects of its chronic use in relation to cancers of the bladder. METHODS: the animals were chronically exposed to the burning tobacco products in a semi-open chamber to simulate smoking. Thirty young Wistar rats were divided into two groups: one with 20 animals simulating smoking for six months, and ten not exposed control animals for the same period. After exposure by inhalation of cigarette smoke, animals were euthanized and subjected to histopathological study of the bladder wall. RESULTS: no tumor was found but mild and non significant alterations. The studies of hemo-oximetry (carboxyhemoglobin and methemoglobin) and the concentration of carbon dioxide (CO2) confirm that the animals were exposed to high concentrations of tobacco smoke and its derivatives. CONCLUSION: no bladder mucosal neoplasia was found in the pathological study of animals. The developed experimental models were highly efficient, practical and easy to use and can be used in other similar studies to determine the harmful effects caused by smoking.
OBJETIVO: desenvolver modelo experimental de exposição aos produtos da queima do tabaco (cigarro) para avaliar os efeitos do seu uso crônico em relação às neoplasias de bexiga. MÉTODOS: Os animais foram expostos cronicamente aos produtos da queima do tabaco em câmara semi-aberta para simular o tabagismo. Trinta ratos jovens da raça Wistar foram distribuídos em dois grupos: um com 20 animais simulando o tabagismo por período de seis meses, e um com dez animais controle sem exposição por igual período. Após exposição por inalação da fumaça do cigarro, os animais foram eutanasiados e submetidos a estudo histopatológico da parede da bexiga. RESULTADOS:Não foi encontrada neoplasia e sim alterações leves e não significativas. Os estudos da hemo-oximetria (carboxiemoglobina e metemoglobina) e da concentração de dióxido de carbono (CO2) confirmam que os animais foram expostos a altas concentrações da fumaça do tabaco e de seus derivados. CONCLUSÃO: No estudo anatomopatológico dos animais não foi encontrada neoplasia na mucosa da bexiga. Os modelos experimentais desenvolvidos foram altamente eficientes, práticos e fáceis de usar podendo ser empregados em outros estudos semelhantes para determinar os efeitos nocivos causados pelo tabagismo.
Subject: Experimentação animal
Inalação
Tabagismo
Ratos
Neoplasias da bexiga urinária
Animal Experimentation
Inhalation
Smoking
Rats
Urinary bladder neoplasms
Editor: Colégio Brasileiro de Cirurgiões
Rights: aberto
Identifier DOI: 10.1590/S0100-69912014000100011
Address: http://dx.doi.org/10.1590/S0100-69912014000100011
http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-69912014000100056
Date Issue: 1-Jan-2014
Appears in Collections:Unicamp - Artigos e Outros Documentos

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
S0100-69912014000100056.pdf1.21 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.