Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/290900
Type: TESE
Degree Level: Doutorado
Title: Avaliação eletromiografica e força de musculos do membro superior em individuos submetidos a suplementação de creatina
Title Alternative: Strenght and elctromyographic evaluation of upper limb muscles in men undergoing creatine supplementation
Author: Silva, Daniela Cristina de Oliveira
Advisor: Bérzin, Fausto, 1940-
Abstract: Resumo: A eletromiografia de superfície é um instrumento potencial para estudos anatômicos, clínicos e cinesiológicos da atividade elétrica muscular e tem sido aplicada para identificar padrões de ativação muscular associados com força e fadiga muscular. A suplementação de creatina tem sido utilizada para aumentar a força e eficiência muscular, bem como diminuir o início da fadiga muscular. Assim, o objetivo deste trabalho foi analisar a atividade eletromiográfica e força dos músculos bíceps braquial (BB), braquiorradial (BR) e flexor ulnar do carpo (FUC) em indivíduos submetidos à suplementação aguda e crônica de creatina. Vinte indivíduos do sexo masculino, idade 18-35 anos, treinados em exercícios resistidos (musculação), foram selecionados para este estudo duplo-cego, randomizado, placebo-controlado. Os voluntários foram divididos em dois grupos: creatina (5 g de creatina e 5 g de maltodextrina, n=10) e placebo (5 g de celulose e 5 g de maltodextrina, n=10). A suplementação foi ingerida quatro vezes ao dia durante os primeiros 7 dias, e uma vez ao dia durante os 49 dias subsequentes. Cada voluntário realizou contração voluntária isométrica máxima (CVIM) de flexão do antebraço e com 30% e 60% da CVIM, antes e após 7 e 56 dias de suplementação. Os sinais eletromiográficos foram captados utilizando eletrodos de superfície passivos conectados a um pré-amplificador, registrados em um eletromiógrafo computadorizado, e analisados pelo software Myosystem-Br1. Uma célula de carga foi empregada para medir a força isométrica máxima durante os testes. Os dados eletromiográficos foram calculados pelos valores de amplitude (RMS - root mean square) e freqüência mediana (FM), e analisados por meio de curva de regressão linear, gerando coeficientes angulares de RMS e FM que foram considerados índices de eficiência e fadiga muscular, respectivamente. Os resultados mostraram que o grupo creatina exibiu aumento da força somente após 56 dias de suplementação (p < 0,05), enquanto nenhuma diferença foi encontrada no grupo placebo. Os músculos BB e BR mostraram decréscimo nos valores de coeficientes angulares de RMS após 7 e 56 dias de suplementação de creatina com 60% da CVIM (p < 0,05). Nenhuma diferença significante foi observada nos valores de coeficientes angulares de FM entre os tempos de suplementação para todos os músculos, em ambos os grupos e cargas. Assim, pode ser concluído que a suplementação crônica de creatina aumenta a força isométrica de flexão do antebraço. Além disso, tanto a suplementação aguda como a crônica de creatina melhoram a eficiência muscular de BB e BR apenas com cargas maiores, porém não tem efeito benéfico na redução da fadiga muscular de BB, BR e FUC, em qualquer intensidade de carga

Abstract: Surface electromyography is a potential tool for anatomic, clinic and kinesiologic studies of muscle electric activity and it has been employed to identify muscular activation levels associated with force and muscular fatigue. Creatine supplementation has been used to augment the strength and muscular efficiency as well to decrease the onset of muscular fatigue. This study aimed to analyze the force and electromyographic activity of biceps brachii (BB), brachioradialis (BR) and flexor carpi ulnaris (FCU) muscles in subjects submitted to acute and chronic creatine supplementation. Twenty resistance-trained male volunteers, aged 18 to 35 years, were selected for this double-blind, controlled-placebo, randomized study. Volunteers were placed into two groups: creatine (5 g creatine and 5 g maltodextrine, n=10) and placebo (5 g cellulose and 5g maltodextrine, n=10). Oral supplementation was given 4 times per day during the first 7days and once a day in the 49 subsequent days. Volunteers performed maximum isometric voluntary contraction (MIVC) of forearm flexion and with 30% and 60% MIVC, before and after 7 and 56 days of supplementation. Electromyographic signs were captured using passive surface electrodes joined to a pre-amplifier, recorded in a computer-connected electromyography and analyzed by the Myosystem-Br1 software. A load cell was used to measure the maximum isometric strength during the tests. Electromyographic data were calculated by values of amplitude (RMS - root mean square) and median frequency (MF) and analyzed by linear regression curve, generating RMS and MF slopes that were considered muscular efficiency and fatigue indices, respectively. Results showed that creatine group exhibited an increase of strength only after 56 days of supplementation (p < 0.05), while no significant difference was found in placebo group. BB and BR muscles showed a decrease of RMS slopes after 7 and 56 days of creatine supplementation with 60% MIVC (p < 0.05). No significant difference was observed in MF slopes among times of supplementation for all muscles in both loads and groups. It can be concluded that the chronic creatine supplementation increases the isometric strength of forearm flexion. Also, both acute and chronic creatine supplementation improve the BB and BR muscular efficiency only with high loads, but do not have beneficial effect on reducing muscular fatigue of BB, BR and FCU, whichever the load
Subject: Eletromiografia
Suplemento ergogenico
Flexão do antebraço
Language: Português
Editor: [s.n.]
Citation: SILVA, Daniela Cristina de Oliveira. Avaliação eletromiografica e força de musculos do membro superior em individuos submetidos a suplementação de creatina. 2009. 89 f. Tese (doutorado) - Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Odontologia de Piracicaba, Campinas, SP. Disponível em: <http://www.repositorio.unicamp.br/handle/REPOSIP/290900>. Acesso em: 13 ago. 2018.
Date Issue: 2009
Appears in Collections:FOP - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Silva_DanielaCristinadeOliveira_D.pdf5.98 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.