Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/290879
Type: DISSERTAÇÃO
Degree Level: Mestrado
Title: Impacto das condições socioambientais na qualidade de vida relacionada à saúde bucal em escolares
Title Alternative: Impact of social and environmental conditions on oral healthrelated quality of life among schoolchildren
Author: Paula, Janice Simpson de, 1984-
Advisor: Mialhe, Fabio Luiz, 1972-
Abstract: Resumo: Considerando o crescente interesse pelas percepções subjetivas do indivíduo em relação à sua saúde bucal e qualidade de vida, o presente trabalho, teve como objetivo geral avaliar o impacto das percepções subjetivas e condições socioambientais no auto-relato de qualidade de vida relacionada à saúde bucal (QVRSB) em escolares. Para tal, foram desenvolvidas três análises baseadas em um estudo epidemiológico observacional do tipo transversal que apresentou os seguintes objetivos específicos: 1. Investigar, por meio de um inquérito epidemiológico, a existência de associações entre a variável desfecho QVRSB e as variáveis preditoras saúde bucal, nível socioeconômico, ambiente familiar, percepções subjetivas dos escolares e dos seus pais sobre sua saúde geral e bucal; 2. Testar associações entre as condições clínicas e socioambientais e a variável desfecho (QVRSB) de acordo com os domínios do instrumento usado para este fim (Child Perceptions Questionnaires - CPQ11-14); 3. Avaliar a existência de associações entre a percepção dos pais sobre a saúde bucal e geral de seus filhos, as condições de saúde bucal e a QVRSB em escolares. Para o estudo 1, a amostra foi composta de 515 escolares de 12 anos de idade, provenientes de escola públicas e particulares do município de Juiz de Fora, Minas Gerais, mediante processo amostral por conglomerado. Para os estudos 2 e 3, uma subamostra de 283 escolares foi utilizada. Foram coletados dados clínicos relativos à presença de cárie, trauma dentário, sangramento gengival, defeitos do desenvolvimento do esmalte, necessidade de tratamento e má oclusão. Para isto, foram utilizados os seguintes índices: CPOD, ceod, SiC, índice modificado de defeitos de desenvolvimento do esmalte (DDE) e índice de estética dental (DAI). Informações relativas a QVRSB nos escolares foram obtidas por meio da aplicação da versão brasileira do questionário CPQ11-14. Os escolares também responderam as questões referentes ao ambiente familiar e as percepções sobre sua saúde bucal e geral. Aos pais foi enviado um questionário com a finalidade de avaliar as percepções dos mesmos em relação à saúde bucal e geral de seus filhos, além de questões sobre o nível socioeconômico. A análise dos dados foi realizada por meio de estatística descritiva, teste qui-quadrado e regressão de Poisson. Também foram utilizados testes não paramétricos. Em relação ao estudo 1, controlando variáveis confundidoras, observou-se que as variáveis percepção da criança sobre sua saúde bucal ruim, renda familiar menor que três salários, gênero feminino, necessidade de tratamento ortodôntico, mãe com até 8 anos de escolaridade, até 2 irmãos e aglomeração por domicílio maior que uma pessoa por cômodo apresentaram impacto negativo em sua auto-percepção relacionada à QVRSB (p<0,05). Para o estudo 2, verificou-se que o gênero da criança, renda e escolaridade da mãe foram estatisticamente associados com os quatro domínios do CPQ11-14, assim como a necessidade de tratamento ortodôntico foi fortemente associada com o domínio 'limitações funcionais'. As crianças com presença de sangramento e que não moravam com ambos os pais biológicos relataram maior impacto nos domínios bem-estar emocional e social da QVRSB. Para o estudo 3, de acordo com testes não-paramétricos, observaram-se associações estatisticamente significantes entre a percepção dos pais sobre saúde bucal e geral dos escolares e o relato de QVBSB (p<0.05). Conclui-se que as condições socioambientais podem ter influências negativas sobre a qualidade de vida relacionada à saúde bucal (Capítulo 1), constatando-se que o impacto desses fatores pode ser diferente entre os quatro domínios do instrumento utilizado (Capítulo 2). Além disso, verificou-se que houve associação entre a percepção subjetiva dos pais e a QVRSB dos escolares (Capítulo 3), demonstrando que o ambiente familiar pode exercer influência sobre aspectos subjetivos relacionados à saúde bucal em escolares

Abstract: Considering the growing interest in the individual's subjective perceptions about their oral health and quality of life, the present study aimed at evaluating the impact of subjective perceptions and socio-environmental conditions on schoolchildren's oral health-related quality of life (OHRQoL). To this end, we developed an analysis based on three observational epidemiological transversal that revealed the following specific objectives: 1. Investigate, by epidemiological survey, the associations outcome variable OHRQoL and oral health, socioeconomic status, home environment, subjective perceptions of parents and schoolchildren about oral and general health; 2. To test associations between clinical conditions and socioenvironmental and outcome variable (OHRQoL) according to the domains of the instrument (Child Perceptions Questionnaires - CPQ11-14); 3. To evaluate the associations between parents'perception about oral and general health of their children, the oral health status of schoolchildren and OHRQoL. For the study a sample composed of 515 students from 12 years old, from public and private schools in the city of Juiz de Fora, Minas Gerais, through conglomerate sampling process. For studies 2 and 3, a sub-sample of 283 students was used. We collected data on the presence of caries, dental trauma, bleeding gums, developmental enamel defects and dental and malocclusion treatment needs. For this, we used the following indices: DMFT, dmft, SiC, modified developmental defects of enamel index (DDE) and dental aesthetic index (DAI). Information concerning the OHRQoL in schoolchildren were obtained through the application of the Brazilian version of questionnaire CPQ11-14. The students also answered questions relating to home environment and perceptions about oral and general health. Parents were sent a questionnaire about their perception in relation to oral and general health of their children, as well as questions about socioeconomic status. Data analysis was performed using descriptive statistics, chi-square test and Poisson regression, and nonparametric tests. In relation to Study 1, controlling confounding variables, it showed that the variables children's self perception of their oral health, low family income, female gender, orthodontic treatment need, 8 years of mother's education, until 2 siblings and household overcrowding with more one person for room had negative impact on their self perception related to OHRQoL. For the second study, it was found that the gender of the child, income and mother's education were statistically associated with the four domains of CPQ11-14, as well as the orthodontic treatment need was strongly associated with the domain 'functional limitations'. Children with presence of bleeding and that not living with both biological parents reported greater impact on emotional and social well-being of OHRQoL. For study 3, According to nonparametric tests, it was found statistically significant associations between parents' perception about oral and general health and report of OHRQoL of schoolchildren (p <0.05). We conclude that the socio-environmental conditions can have negative influences on OHRQoL (Chapter 1), noting that the impact of these factors may be different among the four domains of the instrument used - CPQ11-14 (Chapter 2). Moreover, it was found that there was an association between the subjective perception of the parents and schoolchildren's OWRQoL (Chapter 3), demonstrating that the family environment can influence the subjective aspects related to oral health in children
Subject: Fatores socioeconômicos
Crianças - Aspectos sociais
Language: Português
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2011
Appears in Collections:FOP - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Paula_JaniceSimpsonde_M.pdf1.92 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.