Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/290869
Type: TESE
Degree Level: Mestrado
Title: Impacto de estratégias motivacionais e de ativação da intenção na prática da atividade física, modalidade caminhada, em pessoas com diabetes mellitus tipo II : ensaio clínico randomizado controlado: um estudo piloto = Motivational impact of strategies and of activation of intention in practice of physical activity, mode walk, in people with diabetes mellitus type II : clinical trial randomized controlled : a pilot study
Title Alternative: Motivational impact of strategies and of activation of intention in practice of physical activity, mode walk, in people with diabetes mellitus type II : clinical trial randomized controlled: a pilot study
Author: Silva, Marco Antônio Vieira da, 1975-
Advisor: Mialhe, Fabio Luiz, 1972-
Abstract: Resumo: O sedentarismo e a má alimentação, tão comuns nos dias de hoje, levam a patologias crônicas, como o diabetes mellitus tipo II. A atividade física é um dos pilares no tratamento do diabetes e está associada às melhorias nos níveis de glicose plasmática e à ação da insulina, o que acaba por melhorar a qualidade de vida do indivíduo. Entretanto, tem-se verificado as dificuldades dos profissionais de saúde em promover a adesão e manutenção deste comportamento nos indivíduos diabéticos. Este estudo teve como objetivo avaliar o impacto de duas estratégias de intervenção, na adesão da atividade física, após o período de dois meses. A primeira utilizou uma abordagem motivacional, cuja finalidade foi a de aumentar a intenção do diabético para a prática da atividade física, modalidade caminhada. A segunda utilizou a mesma abordagem motivacional, porém associada à estratégia de ativação da intenção, cuja finalidade foi a de implementar o novo comportamento da caminhada. A estratégia de ativação da intenção foi colocada em prática através de dois instrumentos sequencialmente utilizados no grupo intervenção, o planejamento da ação e o planejamento de enfrentamento de obstáculos, por meio da visita domiciliar e do reforço telefônico O estudo foi realizado em duas Unidades de Saúde da Família de um município do interior do Estado de São Paulo, junto aos pacientes diabéticos que aceitaram participar da intervenção. Trata-se de um estudo piloto, tipo ensaio clínico randomizado controlado, com seis etapas para o grupo intervenção (GI) e quatro etapas para o grupo controle (GC). Na primeira etapa (T0) foram coletados, para ambos os grupos, os dados sobre a caracterização sociodemográfica e clínica (incluindo o exame de hemoglobina glicada) dos pacientes e mensurada as variáveis psicossociais intenção e autoeficácia sobre a prática da atividade física. Foram coletados, também, os dados sobre o nível de prática habitual de atividade física, através do questionário internacional de atividade física (IPAQ), versão curta e do autorrelato do comportamento. Já na segunda etapa (T1), no mesmo dia que T0, foi realizada a fase motivacional, intervenção feita em comum para ambos os grupos e mensurada novamente as variáveis psicossociais intenção e autoeficácia. A terceira etapa (T2), realizada em até sete dias após T1 e a quarta etapa (T3), após 30 dias de T2, foram realizadas somente no grupo intervenção (GI), através das estratégias de Ativação da Intenção, por meio da visita domiciliar (T2) e do reforço telefônico (T3). Ao final de dois meses (T4), os participantes, de ambos os grupos, foram submetidos à quinta etapa para a coleta de dados, a fim de avaliar os resultados da intervenção. Após 90 dias, contados a partir de T0, realizou-se a sexta etapa (T5), em ambos os grupos, através da coleta de sangue para o exame de hemoglobina glicada, sendo esta a última etapa da pesquisa. A amostra foi constituída por aposentados, do gênero feminino, com média de 60,5 anos de idade, casados, com baixo nível socioeconômico e baixo nível de escolaridade. Em relação às variáveis clínicas, constatou-se, como principal comorbidade a hipertensão arterial, o elevado uso de antidiabéticos orais e ausência de dieta controlada por nutricionista. Houve diferença estatística significativa, após dois meses de seguimento, no grupo intervenção (GI), em se tratando do aumento da prática da caminhada, constatados após a mensuração do autorrelato do comportamento (p-valor 0,0050) e do questionário internacional de atividade física ¿ IPAQ em seus desmembramentos: IPAQ dias caminhados por semana (p-valor 0,0076), IPAQ minutos caminhados por dia (p-valor 0,0050) e IPAQ minutos caminhados por semana (p-valor 0,0015), como também, do aumento significativo da intenção em realizar a caminhada (p-valor 0,0107). E, em consequência desta mudança comportamental, houve uma diminuição significativa da circunferência abdominal, após dois meses, para o grupo intervenção (p-valor 0,0048). Os dados apontaram que a associação da fase motivacional com as estratégias de ativação da intenção, realizadas na visita domiciliar e por reforço telefônico foram efetivas, na promoção da atividade física, entre os portadores do diabetes mellitus tipo II

Abstract: Physical inactivity and poor diet, so common these days, lead to chronic diseases such as diabetes mellitus type II. Physical activity is a cornerstone in the treatment of diabetes and is associated with improvements in plasma glucose and insulin action, which ultimately improve the quality of life of the individual. However, there has been the difficulties of health professionals in promoting adhesion and maintenance of this behavior in diabetic individuals. This study aimed to evaluate the impact of two intervention strategies, the accession of physical activity after a period of two months. The first used a motivational approach, whose purpose was to increase the intention diabetic for physical activity, walking mode. The second used the same motivational approach, however associated with activation of intention strategy, whose aim was to implement the new behavior of the walk. The activation strategy of intention was acted sequentially through two instruments used in the intervention group, action planning and coping planning obstacles, through home visits and telephone reinforcement. The study was conducted in two Health Units family of a municipality in the state of São Paulo, with diabetic patients who agreed to participate in the intervention. This is a pilot study, a randomized controlled study with six stages in the intervention group (IG) and four steps to the control group (CG) clinical trial. In the first stage (T0) were collected for both groups, data on sociodemographic and clinical (including examination of glycated hemoglobin) of the patients and the psychosocial variables measured intention and self-efficacy on physical activity. Were also collected data on the level of habitual physical activity, through the international physical activity questionnaire (IPAQ), short version and self-reported behavior. In the second stage (T1), the same day as T0, the motivational phase, action taken in common to both groups and the psychosocial variables measured intention and self-efficacy was performed again. The third phase (T2), held within seven days after T1 and the fourth stage (T3), after 30 days of T2, were performed only in the intervention group (IG), using strategies Activation of Intent, through home visits (T2) and telephone reinforcement (T3). At the end of two months (T4), participants of both groups were submitted to the fifth step to collect data in order to evaluate the results of the intervention. After 90 days, counted from T0, held the sixth stage (T5) in both groups through the collection of blood for examination of glycated hemoglobin, which is the last stage of the research. The sample consisted of retired females, with a mean of 60.5 years of age, married, with low socioeconomic status and low education levels. In relation to clinical variables, it was found, as the main comorbid hypertension, increased use of oral antidiabetics and absence of controlled diet dietitian. There was a statistically significant difference after two months of follow up, the intervention group (IG), in the case of increased practice of walking, observed after the measurement of self-reported behavior (p ¿ 0,0050) and international activity questionnaire physics - IPAQ in its ramifications : IPAQ footed days per week (p - 0,0076), IPAQ hiked minutes per day (p ¿ 0,0050) and hiked IPAQ minutes per week (p ¿ 0,0015), as also , the significant increase in the intention to make the trek (p ¿ 0,0107) . And in consequence of this behavioral change, there was a significant reduction in waist circumference after two months for the intervention group (p ¿ 0,0048). The data showed that the combination of motivational strategies phase with activation of intention made in home visits and telephone reinforcement were effective in promoting physical activity among patients with diabetes mellitus type II
Subject: Diabetes Mellitus
Atividade física
Comportamentos saudáveis
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2014
Appears in Collections:FOP - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Silva_MarcoAntonioVieirada_M.pdf1.15 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.