Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/290708
Type: DISSERTAÇÃO
Degree Level: Mestrado
Title: Os dentes rosados apos a morte e sua importancia pericial
Author: Almeida, Casimiro Abreu Possante de
Advisor: Daruge, Eduardo, 1933-2015
Abstract: Resumo: O estudo dos dentes rosados após a morte tem sido objeto de pesquisa de alguns autores estrangeiros que vem buscando ,explicar o mecanismo de formação deste fenõmeno, estabelecendo uma relação entre essas caracteristicas dentárias e alguns tipos de morte. Embora este f'ato seja frequentemente na prática pericial, poucos peritos legistas tem registrado em seus laudos a presença de dentes rosados após a morte. O autor desenvolveu um trabalho sobre a pigmentação rosada dos dentes após a morte. estudando este f'enômeno em diferentes tipos de morte, procurando estabelecer uma relação entre a data da morte e o aparecimento dos dentes rosados. Para a realização do presente trabalho. foram utili- zados 30 dentes humanos em condições normais de coloração e 48 dentes naturalmente rosados obtidos de oito cadáveres. Os dentes em condições normais de coloração foram tratatados e separados em três: grupos: de 10 dentes. sendo que no primeiro grupo foi produzida a coloração rosada. instilando-se sangue integro em citrato de sódio a 3%. No segundo grupo foi utilizado sangue lisado a frio, e no terceiro grupo sangue lisado a quente. Os dentes naturalmente rosados foram lavados em água corrente, tomandc-se o cuidado de evitar a penetração de água pelo ápice radicular. a fim de não causar interferência na pigmentação dos dentes. Os dentes das duas amostras foram cortados em duas metades. Uma das metades de cada dente foi utilizada para a execução de lâminas histológicas preparadas por desgaste, e a outra metade foi utilizada para a preparação de lâminas histológicas por descalcificação. Assim, a partir das 156 metades, foram preparadas: lâminas histológicas. sendo que as obtidas por desgaste foram coradas pelo método de Perls e as obtidas por descalcificação foram coradas pela reação de Gmelin. O autor verificou que a coloração rosada variou do 10º ao 20° dia nos dentes do primeiro grupo, do 8°ao 16° dia nos dentes do segundo grupo e do 6° ao 15° dia nos dentes do terceiro grupo. Na amostra dos dentes experimentalmente rosados, o autor concluiu que os dentes naturalmente rosados apresentaram coloração rósea mais evidente no periodo compreendido entre 25 e 35 dias ap6s a morte. Verificou ainda, que os dentes naturalmen'e rosados apresentam coloração mais exuberante na região da bateria labial

Abstract: Not informed.
Subject: Odontologia legal
Language: Português
Editor: [s.n.]
Citation: ALMEIDA, Casimiro Abreu Possante de. Os dentes rosados apos a morte e sua importancia pericial. 1992. [69]f. Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Odontologia de Piracicaba, Piracicaba, SP. Disponível em: <http://www.repositorio.unicamp.br/handle/REPOSIP/290708>. Acesso em: 15 jul. 2018.
Date Issue: 1992
Appears in Collections:FOP - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Almeida_CasimiroAbreuPossantede_M.pdf2.7 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.