Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/290601
Type: TESE
Title: Indicadores da malignidade das lesões bucais no município de São Carlos, SP
Title Alternative: Indicators of malignancy of oral lesions in São Carlos, SP
Author: Salomão, Fernanda Gonçalves Duvra, 1969-
Advisor: Queluz, Dagmar de Paula, 1961-
Abstract: Resumo: Este estudo retrospectivo teve como objetivos avaliar a associação entre presença de lesões bucais e variáveis demográficas e relacionadas a hábitos, além de identificar os indicadores de risco de malignidade de lesões bucais no município de São Carlos - SP. Os dados foram coletados a partir de arquivo digital, no período de 2006 a 2010, do Centro de Especialidades Odontológicas (CEO) da prefeitura municipal de São Carlos. A população do estudo consistiu de 885 usuários encaminhados ao CEO pelas Unidades da Atenção Primária em Saúde do Município de São Carlos para a especialidade de diagnóstico para a realização de biópsia da cavidade bucal. A prevalência de lesão maligna ou potencialmente maligna foi de 20,34% (n=180). Para testar a associação entre as variáveis dependentes (lesão benigna e lesão potencialmente maligna/ou maligna) e independentes (tipo de unidade, área, idade, gênero, número de lesões, fator de risco, tabagismo, uso de álcool, medicamento de uso contínuo, história de câncer na família, doenças sistêmicas imunocomprometedoras, outras doenças, exposição ao sol, trauma de prótese, outros traumas mecânicos, histórico anterior de carcinoma, redução de estômago e outros problemas do aparelho digestivo, xerostomia, higiene oral regular, ruim ou péssima, gravidez, quimioterapia ou radioterapia, exame bucal, tratamento/abandono), uma análise bivariada foi conduzida utilizando-se o teste de Qui-quadrado ou o Exato de Fisher. Análise de regressão logística múltipla foi realizada, estimando os Odds Ratio (OR), os respectivos intervalos de 95% de confiança (IC) e os valores de p. Exposição solar (OR=7,519), tabagismo (OR=3,356), moradia em área rural (OR=1,788), gênero masculino (OR=1,972), ausência de trauma pela prótese (OR=4,606) e doenças sistêmicas imunocomprometedoras (OR=3,300) foram considerados indicadores de risco para a presença de lesões potencialmente malignas ou malignas. Conhecer estes indicadores é importante para o planejamento do cuidado coletivo na prevenção e diagnóstico precoce do câncer de boca e orofaringe, possibilitando realizar um rastreamento dos grupos de risco e intensificar a vigilância em saúde sobre os mesmos

Abstract: This retrospective study aimed to assess the association between oral lesions and demographic variables and related to habits and to identify risk indicators of malignancy of oral lesions in São Carlos - SP. Data were collected from a digital file provided by the Center for Dental Specialties (CEO), São Carlos, Brazil, between 2006 and 2010. The study population consisted of 885 users referred to the CEO by the Units of Primary Health Clinic of São Carlos to a specialist for diagnostic biopsy of the oral cavity. The prevalence of potentially malignant lesion or malignant was 20.34% (n=180). To test the association between dependent variable (potentially malignant lesion or malignant) and independent (type of unit, area, age, gender, number of lesions, risk factor, smoking, alcohol use, drug use continued, family history of cancer, immunocompromising systemic diseases, other diseases, sun exposure, trauma prosthesis, other mechanical trauma, previous history of cancer, reduction of stomach and other digestive tract problems, dry mouth, oral hygiene, fair, poor or very poor , pregnancy, chemotherapy or radiotherapy, dental examination, treatment or dropout), a bivariate analysis was conducted using the chi-square test or Fisher exact test. Multiple logistic regression analysis was performed, estimating the odds ratio (OR), the respective 95% confidence interval (CI) and p values. Sun exposure (OR = 7.519), smoking (OR = 3.356), rural residence (OR = 1.788), male gender (OR = 1.972), absence of trauma prosthesis (OR = 4.606) and immunocompromising systemic diseases (OR = 3.300) were risk indicators for the presence of malignant or premalignant lesions. Knowing these indicators is important for planning the collective care in the prevention and early diagnosis of cancer of the mouth and throat, allowing for a screening of risk groups and strengthen health surveillance on them
Subject: Neoplasias bucais
Epidemiologia
Language: Português
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2011
Appears in Collections:FOP - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Salomao_FernandaGoncalvesDuvra_M.pdf648.52 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.