Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/290435
Type: TESE
Degree Level: Tese (livre-docencia) - Univer
Title: Relação entre fosfomonoesterases e a sintese de colageno e mucopolissacarideos acidos no tecido de granulação
Author: Vizioli, Mario Roberto, 1937-
Advisor: informado, Não
Abstract: Resumo: O presente trabalho teve a finalidade de se pesquisar a presença e o possível papel do grupo enzimático das fosfomo noesterases no tecido de granulação induzido por implantação de esponjas de policlorovinil (PVC) no tecido subcutâneo do rato. 0 tecido de granulação foi estudado aos 5, 10, 15, 20, 25, 30, 35 e 40 dias de evolução. Foram realizados, com este material, os seguintes estudos: coloração com hematoxilina-eosina, para a investigação da morfologia do tecido de granulação; -radioautografia, para a pesquisa da síntese de colageno, por meio da incorporação, pelos fibroblastos, de prolina- 3H; técnica histofotometrica para investigar-se a síntese de mucopolissacarídeos ácidos por meio da coloração metacromática com azul de toluidina , pH 4; e, finalmente, histoquimica das seguintes fosfomonoesterases: fosfatase alcalina, fosfatase ácida, adenosin-trifosfatase -(ATPase), 5 '-nucleotidase e glucose-6-fosfatase. Os resultados mostraram que a síntese de colageno e de mucopolissacarídeos ácidos no tecido de granulação inicia-se logo aos primeiros dias de desenvolvimento e atinge o ponto máximo entre 15 e 20 dias, decaindo visivelmente após esse tempo. A pesquisa histoquimica das fosfomonoesterases demonstrou que a fosfatase alcalina tem atividade progressivamente crescente a partir dos 10 dias de evolução do tecido, atingindo o máximo de atividade aos 15 dias, mantendo-se ate 20 dias, quando cai bruscamente. Essa atividade, coincidente com o período máximo de síntese de colageno e de mucopolissacarídeos ácidos, demonstra que a fosfatase alcalina tem um papel importante na agregação do complexo colágeno - mucopolissacarídeos ácidos, agindo em algum ponto da formação das cadeias de carboidratos e, consequentemente, da formação dos mucopolissacarídeos ácidos. A ATPase e a 51-nucleotidase também tem a sua atividade máxima no período entre 15 e 20 dias, sendo portanto -relacionadas com os processos energéticos de alta intensidade , exigidos pelo tecido cujo metabolismo é muito ativo. A fosfatase ácida foi detectada somente nos ma -crófagos do tecido, a partir de 15 dias de evolução, estando a sua atividade ligada aos 1-isossomas dessas células. A glucose-6-fosfatase também reage unicamente nos macrÓfagos, sendo que a sua atividade se deve provavelmente ao fato que uma atividade -relativamente ligeira da glucose-6-fosfatase pode acompanhar o processo de glicolise, com a finalidade de aliviar o acúmulo de glicose-6-fosfato, liberando glicose para a circulação

Abstract: Not informed
Subject: Tecido conjuntivo
Fosfatase alcalina
Mucopolissacarídeos
Language: Português
Editor: [s.n.]
Date Issue: 1975
Appears in Collections:FOP - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Vizioli_MarioRoberto_LD.pdf5.23 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.