Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/290329
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.CRUESPUNIVERSIDADE ESTADUAL DE CAMPINASpt_BR
dc.descriptionOrientador : Antonio Carlos Pereirapt_BR
dc.descriptionDissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Odontologia de Piracicabapt_BR
dc.format.extent121 p.pt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.languagePortuguêspt_BR
dc.typeDISSERTAÇÃOpt_BR
dc.titleResponsabilidade etica e legal do cirurgião-dentista no atendimento odontologico a criança HIV soropositivapt_BR
dc.contributor.authorGuerra, Luciane Miranda, 1970-pt_BR
dc.contributor.advisorPereira, Antonio Carlos, 1967-pt_BR
dc.contributor.institutionUniversidade Estadual de Campinas. Faculdade de Odontologia de Piracicabapt_BR
dc.contributor.nameofprogramPrograma de Pós-Graduação em Ciênciaspt_BR
dc.subjectAIDS (Doença)pt_BR
dc.subjectOdontopediatriapt_BR
dc.subjectOdontologia legalpt_BR
dc.description.abstractResumo: O atual crescimento na incidência de AIDS entre o sexo feminino transporta-nos para a realidade da transmissão vertical. Através desta, bebês estão sendo contaminados, conseqüentemente novas crianças estão sendo vítimas desta infecção. As manifestações bucais da AIDS em crianças diferem em vários aspectos das verificadas em adultos; e o Cirurgião - Dentista é, na maioria das vezes, o primeiro profissional a se deparar com estas manifestações. Em vista desta nova realidade, o presente trabalho realizou uma pesquisa com Cirurgiões Dentistas das redes pública e privada de assistência odontológica das cidades de Amparo e Campinas, através de questionário com questões de múltipla escolha, que foram distribuídos para 1040 profissionais, escolhidos por amostragem casual simples. Para a análise estatística dos resultados foram empregados os testes de Qui-Quadrado (x2), Exato de Fisher e Razão de Máxima Verossimilhança (G2) e foi adotado nível de significância de 5%. Averiguou-se os motivos que eventualmente levam à recusa do atendimento bem como as principais deficiências técnicas, dificuldades éticas e comportamentais e lacunas de conhecimento legal que dizem respeito ao tratamento odontológico destes pacientes. Através desta pesquisa foi detectado, entre outras coisas, que 83,64% dos Cirurgiões-Dentistas _entrevistados se dispõem a atender crianças HIV soropositivas Os resultados mostraram-nos, ainda, que parcela considerável dos entrevistados (79,73%) está desinformada quanto a diferença de prevalência de manifestações bucais da AIDS entre adultos e crianças além de não estar consciente sobre sua responsabilidade em relação ao diagnóstico precoce da doença. Também revelaram-nos que dentre aqueles que não se dispõem a atender crianças HIV soropositivas, a maioria (72,98%) não o faz porque não se sente capaz para tal atendimento. Além disso, a pesquisa revelou-nos, ainda, que grande parte dos entrevistados (66,66%) não possui formulário acessível para notificação de acidente de trabalho em seu local de atuação. Através dos resultados obtidos concluiu-se, entre outras coisas, que o Cirurgião-Dentista que atua no serviço público está mais disposto a atender crianças HIV soropositivas; que há necessidade de maior familiarização dos mesmos com os aspectos éticos e legais relacionados com a infecção pelo HIV em crianças, bem como de maior conhecimento na área de controle de infecção, risco ocupacional e semiologia relativos à doença. Com base nestas informações o presente trabalho sugere entre outras coisas, uma reflexão aprofundada da classe odontológica em relação a reestruturação das disciplinas de patologia e de odontologia legal nas faculdades, recapacitação dirigida ao assunto para os Cirurgiões-Dentistas, além de maior divulgação do tema junto à classe odontológica e à comunidadept
dc.description.abstractAbstract: The present increase of the AIOS incidence among women has carried us to the vertical transmission reality . Through this faet, babies have been i nfected , as a result, new children have been vietimized by this infection. AIOS oral manifestations in children are in many ways different from the ones verified in adults; and the Oentists is, mostly, the first professional to face these manisfestations. Concerning this fact, the present _work has accomplished a research among dentists pertaining to private and public dental assistance from the cities Amparo and Campinas, using a multiple-choice-question questionary , distributed to 1040 professionals simple-casual sampled. For the statistic analysis of the results the Chi - Square test (x2), Fisher exact and the highest verisimilitude (G2) were applied and a 5% significance levei was adopted. The reasons that eventually cause the refuse of treatment, the main technical defficiences, ethical and behavioural difficulties and lack of legal knowledge related to dental treatment for these patients, were investigated as well. Through this researeh, it was possible to notice that 83,64% of the professionals are willing to treat soropositive children without any resistence. The results have even shown that a noteworthy pareel of the interviewed professionals (79, 73%) are not instructed about the differences from AIOS oral manifestations between children and adults, and they are not aware of their responsability related to the precocious diagnostics of the disease after all. Besides, the research. has come up with the fact that the greatest part of the interviewed professionals (66,66%) do not own the available formulary for working accidents reports in their working area. From the obtained results, it followed that the Dentists, who acts in public assistance, is more inclined to treat HIV soropositive children. A higher familiarity between the professionals and the ethical and legal aspects related to the HIV infection in children - as it accurates the knowledge concerning to infection control, working risk and disease semiology ¿ is definitely necessary. Based on this information, this work suggests, among other things, a deepest reflection about the dentistry class, concerning. from setting a new framework for the pathology and legal dentistry subjects at college, and capacitative requalifications related to these points adressed to Dentists, and a wider diffusion of this topic among the dentistry class and the communityen
dc.publisher[s.n.]pt_BR
dc.date.issued2002pt_BR
dc.identifier.citationGUERRA, Luciane Miranda. Responsabilidade etica e legal do cirurgião-dentista no atendimento odontologico a criança HIV soropositiva. 2002. 121 p. Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Odontologia de Piracicaba, Piracicaba, SP. Disponível em: <http://www.repositorio.unicamp.br/handle/REPOSIP/290329>. Acesso em: 2 ago. 2018.pt_BR
dc.description.degreelevelMestradopt_BR
dc.description.degreedisciplineOdontologia Legal e Deontologiapt_BR
dc.description.degreenameMestre em Ciênciaspt_BR
dc.contributor.committeepersonalnameGarbin, Cléa Adas Salibapt_BR
dc.contributor.committeepersonalnameHebling, Eduardopt_BR
dc.date.defense2002-09-25T00:00:00Zpt_BR
dc.date.available2018-08-02T16:14:03Z-
dc.date.accessioned2018-08-02T16:14:03Z-
dc.description.provenanceMade available in DSpace on 2018-08-02T16:14:03Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Guerra_LucianeMiranda_M.pdf: 3138694 bytes, checksum: a10ff6ae3ee6705a5b55f4b0258c09de (MD5) Previous issue date: 2002en
dc.identifier.urihttp://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/290329-
Appears in Collections:FOP - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Guerra_LucianeMiranda_M.pdf3.07 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.