Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/290238
Type: DISSERTAÇÃO
Degree Level: Mestrado
Title: Análise biomecânica de próteses parciais fixas implantossuportadas em região anterior da maxila por meio da técnica de extensometria elétrica
Title Alternative: Biomechanical analysis of implant-supported fixed partial prosthesis in the maxilla anterior region by means of eletrical extensometry technical
Author: Figueiredo, Luiza Alencar de Andrade, 1986-
Advisor: Silva, Wilkens Aurelio Buarque e, 1967-
Abstract: Resumo: O objetivo desse trabalho foi avaliar por meio da técnica extensometria linear elétrica as deformações ocorridas nas réplicas de implantes e nas infraestruturas metálicas de próteses parciais fixas envolvendo o espaço protético dos quatro incisivos superiores com variação na disposição dos análogos e na configuração protética. Foram confeccionadas duas infraestruturas: corpo de prova I, com análogos instalados na posição correspondente aos incisivos laterais e infraestrutura com pôntico na região dos incisivos centrais e, corpo de prova II com análogos posicionados nos incisivos centrais e infraestrutura com cantilever na região dos incisivos laterais. Os extensômetros foram posicionados nas regiões cérvico-vestibular e cérvico-palatina dos análogos e cervical das infraestruturas. Os corpos de prova foram submetidos a carga progressiva de 150N a uma angulação de 45° na superfície palatina do incisivo lateral esquerdo superior, simulando uma oclusão funcional. Como resultados, foi observado que todos os extensômetros registraram deformação com característica de compressão ou tração. As deformações nos análogos foram significativamente diferentes das infraestruturas (p<0,05 ou p<0,01). Em ambos corpos de prova, maiores valores de deformação foram exibidos na região vestibular dos análogos. Não houve diferença significativa entre os extensômetros fixos na mesma posição (análogos e infraestruturas), quando os dois corpos de prova foram comparados. O corpo de prova II apresentou maiores valores de deformação. Pode-se concluir que próteses parciais fixas com extensão em cantilever apresentaram as maiores deformações e o posicionamento dos implantes e desenho protético influenciam na distribuição de tensão e deformação nos componentes do sistema.

Abstract: The aim of this study was to evaluate by means of strain gauges the deformations in metal samples of implants and framework of FPDs involving the four upper incisors of different analogues positions. Thus, two samples were made: framework I with the analogues in the position of the lateral incisors and the pontic in the central incisors; framework II with the analogues in the central incisors and the cantilever in the lateral incisors. The strain gauges were positioned in the analogues on the superior buccal and palatine surfaces. In the framework the strain gauges were fixed in superior surface. The samples received a load of 150 N, at 45 angle, on the palatine surface of the incisor left side, simulating the functional occlusion. The results showed the deformations with compression and traction characteristics. The deformations in the analogues were significantly different from those in framework (p <0.05 or p <0.01). In both samples the highest deformations values were presented in the buccal areas of the analogues. The strain gauges positioned in the same local (analogues and framework) when compared the two samples there were no significant difference. However, the sample II showed the highest deformations values. It was concluded that the fixed partial dentures with cantilever extension showed highest deformation and the positioning of the implants and prosthetic design influence the stress distribution and deformation in the components
Subject: Implantes dentários
Prótese dentária parcial fixa
Biomecânica
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2015
Appears in Collections:FOP - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Figueiredo_LuizaAlencardeAndrade_M.pdf1.59 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.