Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/290208
Type: TESE
Degree Level: Doutorado
Title: Efeito da posição do corpo na atividade eletrica dos musculos masseter e temporal porção anterior em individuos normais e portadores de bruxismo
Author: Colombo, Silvia Jose de Matos
Advisor: Pedro, Vanessa Monteiro
Abstract: Resumo: O objetivo deste trabalho foi verificar a influência das posições corporais decúbito dorsal (DO), decúbito lateral (OL), em pé (EP) e sentado (SE) na atividade elétrica dos músculos masseter e temporal porção anterior. O estudo foi realizado, por meio da eletromiografia, em indivíduos portadores de bruxismo e indivíduos clinicamente normais, na situação de apertamento dentário. Foram selecionados 20 indivíduos do sexo feminino, divididos em dois grupos: Grupo Bruxista, com 10 indivíduos com idade de 21 a 33 anos (X=24,6 ± 4,45) e Grupo Controle, com 10 indivíduos com idade de 20 a 23 anos (X=21,9 ± 0,99). O sinal elétrico foi analisado no domínio da amplitude e da freqüência. No domínio da amplitude, a atividade elétrica dos músculos masseter e temporal, foi quantificada pela raiz quadrada da média (RMS) em uV, durante os registros de apertamento dentário nas posições: DD, DL, EP e SE. Os mesmos sinais foram processados pelas rotinas do Matlab (versão 5.0) que forneceram no domínio da amplitude, os valores da Envoltória Normalizada (EN) e no domínio da freqüência os valores da Freqüência Mediana (FMed) do espectro de potência do sinal eletromiográfico de cada músculo nas posições investigadas. Na análise estatística dos dados foram utilizadas a análise de variância (ANOVA) e teste de Tukey com nível de significância de 5%, para comparar os valores de RMS dos músculos masseter e temporal dos grupos Bruxista e Controle, nas quatro posições analisadas. Os dados resultantes da EN e da FMed foram comparados por meio dos testes para dados pareados, teste t de Student e teste de Wilcoxon das Ordens Assinaladas. Os resultados mostraram que a atividade elétrica do músculo masseter foi maior no grupo Controle enquanto que no músculo temporal foi maior no grupo Bruxista. Na análise das posições, o músculo masseter teve maior atividade na posição EP enquanto que para o músculo temporal a atividade elétrica foi maior na posição OL. Os testes para dados pareados mostraram haver diferenças significativas quando foram comparados os valores da EN e da FMed entre os músculos, entre os grupos e entre as posições_ Entre os músculos a EN foi maior no músculo masseter, enquanto a FMed foi menor no músculo temporal. Entre os grupos a EN do músculo temporal do grupo Bruxista foi maior. Já a FMed foi menor no grupo Bruxista tanto para o músculo masseter quanto para o músculo temporal. Entre as posições, a EN foi maior no masseter Bruxista na posição EP e no masseter Controle na posição DO. Para o músculo temporal do grupo bruxista a EN foi maior na posição SE e para o músculo temporal do grupo Controle na posição EP. A FMed foi menor no masseter Bruxista em SE, e no masseter controle também menor em EP. Para o músculo temporal do grupo bruxista a FMed foi menor em OL e para o temporal do grupo Controle a FMed foi menor na posição EP. Diante desses resultados conclui-se que: a mudança na posição corporal exerceu influência na atividade elétrica dos músculos masseter e temporal; a amplitude do sinal eletromiográfico foi maior no músculo temporal do grupo Bruxista, enquanto que para o músculo masseter foi maior no grupo Controle; a EN do sinal eletromiográfico foi maior no músculo masseter dos grupos bruxista e controle na posição em pé e a FMed foi menor no músculo temporal dos grupos bruxista e controle na posição decúbito lateral. Isso revela indícios de fadiga, desses músculos nessas posições; comparando-se as posições decúbito lateral e decúbito dorsal, analisadas nesse trabalho, a mais apropriada para o sono, no caso dos Bruxistas, é a posição decúbito dorsal; entre as posições em pé e sentada, pesquisadas, a posição sentada é a que demonstra menor atividade elétrica dos músculos masseter e temporal e, portanto essa é a posição de trabalho mais indicada para os pacientes Bruxistas

Abstract: The aim of this work is to verify the influence of the corporal positions dorsal decubitus (00), lateral decubitus (LO), stand (ST) and seated (SE) on the electrical activities of the masseter and temporal anterior muscles. The study was accomplished through the electromyography in bruxism bearer individuals and clinical normal, on the situation of dentary clenching. It has been selected 20 female individuals, divided into two groups: Bruxist Group, with 10 individuals aged from 21 to 33 (X=24,6 ± 4,45) and Control Group, with 10 individuals aged from 20 to 23 (X=21,9 ±0,99). The electromyographic signal has been analysed on the dominion of amplitude and frequency. On the dominion of the amplitude the electrical activity of the temporal and masseter muscles, has been quantified by the root mean square (RMS) in uV during the records of maximum voluntary isometric contraction (MVIC) on the positions: DD, LD, ST and SE. The same signals were processed by the Matlab (version 5.0) routine, which provided on the amplitude dominion, the values of Normalized Envoltory (NE) and on the frequency dominion the values of the Median Frequency (MdF) of the potency spectrum of the electromyographic signal. In the statistics analysis of the data the variance analysis (ANOVA) and Tukey test were used with level of significance of 5% to compare the values of RMS of the masseter and temporal muscles of the Bruxist and Control groups, on the four positions. The resultant data of the NE and of the MdF were compared through the tests for paired data, test t of Student and test of Wilcoxon of the Designed Orders. The results showed that the electrical activity of the masseter muscle is bigger for the Control group while the electrical activity of the temporal muscle is bigger on the Bruxist group. On the analysis of the positions, the activity for the masseter muscle was bigger on the ST position and for the temporal muscle on the LD position. The tests for paired data showed that there were significant differences when the values of the NE and of the MdF were compared between the muscles, between the groups and among the positions. Between the muscles the NE was bigger on the masseter muscle while the MdF was smaller on the temporal muscle. Between the groups the NE of the temporal muscle of the Bruxist group was bigger. The MdF on the Bruxist group was smaller both for the masseter muscle and for the temporal muscle though. Among the positions , the NE was bigger on the Bruxist masseter on the ST position and on the Control masseter on the DD position. As for the temporal muscle for the Bruxist group the NE was bigger on the SE position and for the temporal muscle of the Control group in the ST position . The MdF was smaller on the masseter Bruxist on LD and for the temporal for the Control group the MdF was smaller on the ST position. Through these results one can conclude that: The changing on the corporal position has influence on the electric activity of the masseter and temporal muscles; the amplitude of the electromiographic signal was bigger on the temporal muscle of the Bruxist group while it was bigger for the masseter muscle on the Control group; the NE of the eletromiographic signal was bigger on the masseter muscle of the Bruxist groups and Control on ST position and the MdF was smaller on the temporal muscle of the Bruxist groups and Control on LD position. This shows us traces of stress of these muscles on these positions; comparing the DL and DD positions analyzed. In this work the more appropriate position for the Bruxist to sleep is the DD position; between the ST and SE positions, the SE position is the one that shows less electrical activity of the temporal and masseter muscles, being therefore the best work position for Bruxist patients
Subject: Eletromiografia
Articulação temporomandibular
Bruxismo
Language: Português
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2002
Appears in Collections:FOP - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Colombo_SilviaJosedeMatos_D.pdf6.63 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.