Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/290207
Type: TESE
Degree Level: Doutorado
Title: Estudo eletromiografico do padrão de co-ativação do musculo esternocleidomastoideo em diferentes movimentos mandibulares
Author: Semeghini, Tatiana Adamov
Advisor: Pedro, Vanessa Monteiro
Abstract: Resumo: Embora a co-ativação da musculatura cervical durante a movimentação da mandíbula tenha sido estudada na literatura, esta situação ainda é pouco descrita quando comparados voluntários clinicamente normais e portadores de disfunções musculares. O objetivo deste trabalho foi estudar eletromiograficamente a co-ativação bilateral do músculo esternocleidomastoideo em relação aos Mm. Da mastigação em voluntários clinicamente normais e em portadores de bruxismo. Para a coleta do sinal mioelétrico foi utilizado um eletromiógrafo (*Lynx Eletronics) formado por um módulo condicionador de sinais de 12 bits de resolução, filtro tipo Butterworth (10,6 - 509 Hz) com ganho de 100 vezes, e placa conversora A/D, colocado dentro de uma Gaiola Eletrostática de Faraday. O registro mioelétrico foi realizado pelo software Aqdados, com apresentação simultânea dos canais usados e freqüência de amostragem de 1000 Hz, instalado em um computador 486 DX padrão. O sinal foi captado por eletrodos ativos diferenciais simples, formados por duas barras retangulares de prata paralelas, espaçadas por 10mm. e fixas entre si. A impedância de entrada dos eletrodos foi de 10G¿OMEGA¿, CCMR de 130 dB e 2pF, com ganho de 100 vezes. Foram também utilizados no estudo: eletrodo de referência; esparadrapos impermeáveis; Parafilme M (American National Can TM); metrônomo (Picollo - Winter), régua milimetrada. O sinal eletromiográfico foi coletado em três situações: a) isotonia dos músculos da mastigação; b) CIVM dos músculos da mastigação; c) CIVM do M. ECM. Os dados foram avaliados estatisticamente pelos testes ANOVA - Medidas Repetidas e Teste T para dados não pareados, de acordo com a situação estudada. Os resultados evidenciaram a presença da co-ativação do M. ECM em ambos grupos estudados e a análise dos valores médios de RMS bruto dos Mm. da mastigação revelou diferenças estatisticamente significativas entre os entre os grupos estudados nas variáveis músculos, lados e situações, validando os critérios de inclusão da amostra adotados nesta pesquisa. Em voluntários clinicamente normais, a ativação do M. ECM foi significativamente menor durante a isotonia que na isometria dos Mm. da mastigação, enquanto que em portadores de bruxismo, estas diferenças não foram verificadas. Na CIVM dos Mm. da mastigação, evidenciou-se uma diminuição das porcentagens bilaterais de co-ativação do M. ECM em relação à porção anterior do M. temporal, além da diminuição da ativação do músculo masseter e um aumento da ativação do músculo temporal em portadores de bruxismo, quando. comparados aos voluntários clinicamente normais. Comparando os valores de ativação do M. ECM nos movimentos mandibulares à sua CIVM, verificou-se uma diminuição de ativação muscular do lado direito em voluntários portadores de bruxismo. Os resultados desta pesquisa, sob suas condições experimentais realizadas, permitiram concluir que houve co-ativação do M. esternocleidomastoideo durante a movimentação mandibular e que esta parece sofrer influência das alterações dos músculos da mastigação em voluntários portadores de bruxismo, embora seja perceptível a necessidade de realização de mais estudos sobre o tema

Abstract: Although cervical muscles co-activation during jaw movements has been studied, this verification is stilllittle described in literature when are compared healthy subjects and patients with muscular dysfunction. The aim of this study was to verify by surface electromyography the bilateral co-activation of the sternocleidomastoid (SCM) muscle regarding to chewing muscles in healthy and bruxism volunteers. To record myoelectric signs, has been used a 16 channel signal conditioner with 12 bits dynamic band resolution (*Lynx Eletronics), Butterworth-type band pass filter (10,6-509 Hz) with gain of 100 times, and A/D converter board, placed inside of an Electrostatic Cage of Faraday. The myoelectric signs were displayed through by Aqdados Software installed in an Ibm-pc 486 DX2, that have showed simultaneous presentation of the used channels, each one with frequency of sampling of 1000 Hz. The signal was caught by simple active electrodes, formed by two rectangular and parallel silver bars, spaced for 10 mm. and fixed between it. The electrodes impedance of input was of 10G, 130 dB of CMRR and 2pF, with 100 times of gain. The materiaIs also used in this study were: reference electrode; adhesive tapes; Parafilm-M (American National Can¿POT. TM¿),metronome (Picollo-Winter) and milimetric ruler. The myoelectric signal was collected in three positions: a) chewing movements; b) clenching movements; c) isometric contraction of SCM muscles. The data has been evaluated statistically by ANOVA-repeated measures and impaired T tests, on accordance with the studied situation. The results have evidenced the presence of SCM coactivation in both groups and the analysis of RMS average values by chewing muscles have showed significant statistical differences between groups referring muscles, sides and situations analyzed, witch may be valid the criteria of sample inclusion adopted on this research. In healthy volunteers, the SCM co-activation was significantly fewer during chewing that in clenching, while that in bruxism subjects, these differences have not been verified. During clenching, a reduction of SCM co-activation referred as temporalis anterior muscle was proven, beyond the reduction of masseter muscle with an increase of temporalis anterior muscle activation has been observed in bruxism subjects. Comparing the values of SCM activation on jaw movements with its maximal isometric contractions, has been verified a significant reduction of muscular activity in right side on bruxism subjects. The results of this research, under those experimental conditions, have allowed concluding that the sternocleidomastoid coactivation during the jaw movements was verified in humans and that this seems to suffer influences from muscular alterations caused by bruxism. Thus, it is perceivable the necessity of accomplishment of more studies about this subject
Subject: Eletromiografia
Bruxismo
Mastigação
Músculo temporal
Pescoço - Músculos
Language: Português
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2004
Appears in Collections:FOP - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Semeghini_TatianaAdamov_D.pdf2.46 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.