Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/290148
Type: DISSERTAÇÃO
Degree Level: Mestrado
Title: Relação entre disfunção temporomandibular e parametros cervicais (angulo cranio-cervical, espaço suboccipital, curvatura cervical e osso hioide)
Author: Matheus, Ricardo Alves
Advisor: Almeida, Solange Maria de, 1959-
Abstract: Resumo: O presente trabalho teve como finalidade avaliar a relação entre deslocamento de disco articular e os parâmetros utilizados para avaliar o posicionamento do crânio em relação à coluna cervical: ângulo crânio-cervical, espaço suboccipital entre C0-C1, curvatura cervical e posição do osso hióide em indivíduos sintomáticos e assintomáticos para disfunção temporomandibular. Para tanto foram realizados exames por ressonância magnéticas a fim de determinar a posição do disco articular nas articulações temporomandibulares (ATMs) de 30 voluntários assintomáticos para disfunção temporomandibular e 30 pacientes sintomáticos. Para a avaliação da posição do crânio em relação à coluna cervical foi utilizada a telerradiografia lateral, obtida com o indivíduo em posição natural da cabeça. Os dados obtidos foram submetidos à análise estatística pelo teste Exato de Fisher ao nível de 5% (p< 0,05). Avaliando-se os resultados observou-se que houve associação significativa entre espaço suboccipital e a curvatura da coluna comparadas com a posição do disco articular nos grupos sintomáticos e assintomáticos, enquanto não foi observada diferença entre posição do disco e ângulo crânio-cervical em sintomáticos e entre posição do disco e posição do osso hióide. Baseado nestes resultados pode-se concluir que não foi observado uma relação direta entre disfunção temporomandibular e disfunção crânio-cervical

Abstract: This study evaluated the relationship between disc displacement and parameters used for evaluation of skull positioning in relation to the cervical spine: craniocervical angle, suboccipital space between C0-C1, cervical curvature and position of the hyoid bone in individuals with and without symptoms of temporomandibular dysfunction. Evaluation was performed by magnetic resonance imaging for establishment of disc positioning in the temporomandibular joints (TMJs) of 30 volunteers patients without temporomandibular dysfunction symptoms and 30 patients with symptoms. Evaluation of skull positioning in relation to the cervical spine was performed on lateral cephalograms achieved with the individual in natural head position. The data achieved were submitted to statistical analysis by the Fisher¿s exact test at the 5% level (p<0.05). The results revealed a statistical difference in the variables suboccipital space and cervical spine curvature when compared to disc positioning in both groups with and without symptoms, whereas no differences were observed between disc positioning and craniocervical angle in symptomatic patients and between disc positioning and position of the hyoid bone. Based on the present results, it is concluded that no direct relationship could be observed between temporomandibular dysfunction and craniocervical dysfunction
Subject: Articulação temporomandibular
Cefalometria
Diagnóstico por imagem
Imagem de ressonância magnética
Language: Português
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2005
Appears in Collections:FOP - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Matheus_RicardoAlves_M.pdf4.08 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.