Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/290137
Type: DISSERTAÇÃO
Degree Level: Mestrado
Title: Estudo histológico da interface de inserção dos músculos pterigoideos lateral superior e inferior no côndilo e no disco da ATM humana
Author: Martins Filho, Casimiro Manuel
Advisor: Almeida, Solange Maria de, 1959-
Abstract: Resumo: Este estudo histológico analisou a inserção dos músculos pterigoideos lateral superior e inferior no côndilo e no disco da ATM humana, (articulação temporomandibular) através de microscopia ótica com técnica de coloração HE e tricrômio de Gomory, tendo como meta a interface dos músculos pterigoideos lateral superior e inferior em cortes lateromediais. O material consistiu de doze ATMs humanas de cadáveres. A análise das peças mostrou que, no terço mediano da região central do complexo côndilo-disco, o epimísio que separa os dois músculos não é visualizado em algumas ATMs, dificultando a definição do músculos pterigoideos lateral superior e inferior nessa região. O músculo pterigoideo lateral superior não apresenta inserção em disco articular na região lateral, sendo que inicia essa inserção apenas no terço mediano da região central. Também apresenta inserção através de tendão na fóvea mandibular a qual é bem evidenciada em todos os cortes, sendo que, com o desaparecimento do tecido ósseo, ainda pode-se observar esse tendão inserindo-se em tecido conjuntivo bastante abundante no terço medial da região medial. Também mantém inserção na porção inferior da fóvea, diretamente em periósteo, através de espessamento de tecido conjuntivo. O músculo pterigoideo lateral inferior, cuja inserção no periósteo, através de fibras colágenas, ocorre no terço medial da região lateral, manteve sempre as mesmas características de inserção com significativa diminuição do número de fibras, conforme vai desaparecendo o colo do côndilo na região medial. Esse estudo mostrou através de cortes lateromediais, que a inserção dos músculos pterigoideos lateral superior e inferior no côndilo e no disco articular é bem definida. A interface entre os dois músculos não é observada em alguns cortes do terço medial da região central. Nessa região não é possível observar-se os músculos distintamente. Baseados nesse estudo não existe fundamentação morfológica para o deslocamento anterior do disco provocado pela hiperatividade do músculo pterigoideo lateral superior. O tendão que se insere na fóvea mandibular tracionará simultaneamente para frente côndilo e disco, quando o espasmo desse músculo ocorrer

Abstract: This histologic study examined the upper and lower lateral pterygoid muscle attachment to the condile and to the disc of the human temporomandibular joint. This analysis was done by conventional histologic techniques . The main purpose of this research was to study the interface of the two muscles near their attachment to the joint. The material used to this study, consisted of twelve human joints of male cadavers of unknown age. Each analysed joint showed in deeper slices , central region, that the ephirnishim which envolves each pterygoid muscle, could not be seen in some joints. It makes harder the identification of each muscle separatedly. The upper lateral pterygoid muscle doesn't insert into the disc in the lateral region, it attaches into articular disc only in the medial third of the central region in all joints and attaches into mandibular fovea through a strong tendon. This attachment into the fovea was seen in all slices until the bone disappears in the medial pole. When this bone disappears in the medial third, this tendon attaches into conective tissue. The lower pterygoid muscle attaches into periostheum through a thickness conective tissue. This attachment keeps the same characterist to all slices untill medial pole. This study showed that upper and lower pterygoid muscle attachment is well defined when studied lateromedially. The interface of the two muscles has a conective tissue between them although this tissue is not observed in some slices of the medial third of the central region. In this portion it is not possible to observe the two muscles individually. Based on this anatomic investigation it is not possible the articular disc displacement by hiperactivity of upper lateral pterygoid muscle. Its strong tendon insertion to mandibular fovea will pull forward both jaw and disc when a spastic activity of the muscle happens
Subject: Articulação temporomandibular
Côndilo mandibular
Language: Português
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2000
Appears in Collections:FOP - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
MartinsFilho_CasimiroManuel_M.pdf2.9 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.