Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/290125
Type: TESE
Degree Level: Doutorado
Title: Efeito de métodos de avaliação na resistência de união entre cerâmica odontológica e cimentos resinosos = Effect of mechanical methods of evaluation on the bond strength between dental ceramic and resin cements
Title Alternative: Effect of mechanical methods of evaluation on the bond strength between dental ceramic and resin cements
Author: Dantas, Lucas Costa de Medeiros, 1984-
Advisor: Consani, Simonides, 1939-
Abstract: Resumo: Diferentes métodos de ensaio para verificação da resistência de união entre materiais odontológicos são descritos na literatura como meios de predizer o comportamento destes materiais em meio oral. Entre os métodos utilizados, os mais mencionados são os de microtração e microcisalhamento. Apesar de amplamente estudados, existe uma grande variação nos protocolos de confecção de espécimes e de ensaio mecânico, dificultando a comparação entre os estudos. O objetivo neste estudo foi avaliar o comportamento da interface de união entre cerâmica odontológica e dois cimentos resinosos sob influência de diferentes ensaios de resistência de união, potências de fotoativação e realização de ciclagem térmica. Utilizando o método de elementos finitos, no capítulo 1, dois modelos, um simulando o ensaio de microcisalhamento e o outro o ensaio de microtração, foram analisados quanto à distribuição de tensões na região de união dos espécimes. Assim, no capítulo 2, o ensaio de microcisalhamento foi utilizado para avaliar a resistência de união entre dois cimentos resinosos e uma cerâmica odontológica variando a potência do aparelho fotoativador, e a simulação de envelhecimento por meio de ciclagem térmica. Por meio de teste in vitro, os ensaios de microtração e microcisalhamento foram utilizados para avaliar a resistência de união entre os mesmos materiais e com os mesmos protocolos de confecção, variando o tipo de cimento resinoso e a potência do foto ativador. O método de elementos finitos revelou a presença de uma tensão uniaxial para o modelo de microtração. Nos ensaios laboratoriais o ensaio de microcisalhamento resultou em maiores valores de resistência de união. O método de envelhecimento de amostras diminuiu a resistência de união. Desta forma, conclui-se que a utilização da baixa potência de fotoativação favoreceu o resultado de resistência de união imediato e que o ensaio de microtração performado neste estudo apresentou tensões melhores distribuídas indicando melhor utilização no ensaio

Abstract: Different test methods to verify the bond strength of dental materials are described in the literature as a means to predict the behaviour of these materials in the oral environment. Among the methods used, the most mentioned are the microtensile and microshear. Although widely studied, there is a large variation in the preparation of specimens and mechanical testing protocols, making it difficult to compare studies. The aim of this study was to evaluate the behaviour of the adhesive interface with two resin cements and curing powers and performing thermal cycling, assessed by two different tests of bond strength. Using the finite element method, in chapter 1, two models were made, one simulating the test microshear and the other microtensile test were analysed for the stress distribution in the adhesive region of the specimens. Thus, microshear test, in chapter 2, was used to evaluate the bond strength of two resin cements and dental ceramics by varying the power of curing unit device and the simulation of ageing by thermal cycling. By the means of in vitro assay tests microtensile and microshear were used to evaluate the bond strength of the same materials and with the same protocols of specimens preparation by varying the type of resin cement and the power of the photoactivator. The finite element analysis revealed the microtensile model a uniaxial stress. In laboratory, microshear results in higher values of bond strength. The ageing method promoted reducing in bond strength values, while the low power of photoactivation increases these values. It may be concluded, that low intensity of photoactivation leads to an immediately higher bond strength and microtensile bond strength test performed in this study showed the stresses distributed in correct axis indicating better use to bond strength evaluation
Subject: Cerâmica odontológica
Resistência à tração
Resistencia ao cisalhamento
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2015
Appears in Collections:FOP - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Dantas_LucasCostadeMedeiros_D.pdf1.42 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.