Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/290112
Type: TESE
Degree Level: Doutorado
Title: Influencia do tratamento de superficie em uma liga de paladio-prata na resistencia de união de agentes cimentantes
Author: Prates, Luiz Henrique Maykot
Advisor: Consani, Simonides, 1939-
Abstract: Resumo: O propósito do estudo foi avaliar a influência de quatro tratamentos de superfície, efetuados em uma liga de paládio-prata, na resistência da união ao cisalhamento de três agentes cimentantes. Inicialmente, foram confeccionadas fundições em forma de disco (5 mm de diâmetro), com liga de paládio-prata, sendo os espécimes agrupados em pares, após limpeza manual e em ultra-som com água. Em seguida, os pares foram separados em quatro grupos de 30 cada, para realização de um dos seguintes tratamentos nas faces circulares opostas às correspondentes aos condutos de alimentação: 1 - bruto de fundição (controle); 2 aplicação de jato de óxido de alumínio malha 320; 3 - aplicação de jato de óxido de alumínio malha 60; e 4 - aplicação de jato de micro esferas de vidro malha 270. Após nova limpeza em ultra-som com água destilada, durante 5 minutos, os exemplares de cada grupo foram separados em três sub-grupos de 10 cada, sendo feita a fixação, através das faces tratadas, com um dos seguintes agentes cimentantes: A - cimento de fosfato de zinco; B - cimento de ionômero de vidro modificado por resina; e C - cimento resinoso. Dez espécimes de cada tratamento de superfície foram submetidos à análise da rugosidade média, sendo também feito Lo preparo de dois exemplares para observação com microscopia eletrônica de varredura. Após 24 horas de armazenagem em água destilada a 37°C, os pares fixados foram avaliados com ensaios de cisalhamento em máquina Instron (1 mm/min), até a ruptura das amostras. Os resultados foram submetidos à análise de variância e ao teste de Tukey (p < 0,05) e as médias obtidas (MPa) foram: Grupo 1 A: 1,77 (0,51); Grupo 1 B: 3,18 (1,42); Grupo 1 C: 1,63 (0,55); Grupo 2 A: 5,22 (0,88); Grupo 2 B: 11,90 (1,94); Grupo 2 C: 16,29 (3,94); Grupo 3 A: 4,03 (0,78); Grupo 3 B: 11,41 (2,69); Grupo 3 C: 14,15 (2,71); Grupo 4 A: 1,59 (0,44); Grupo 4 B: 2,24 (0,71); Grupo 4 C: 1,74 (0,51). As superfícies metálicas submetidas ao jato de óxido de alumínio (malhas 320 ou 60) proporcionaram maior resistência de união que a condição de bruto de fundição e que as superfícies submetidas ao jato de micro esferas de vidro malha 270. Nas superfícies tratadas com jato de óxido de alumínio, o cimento resinoso e o cimento de ionômero de vidro modificado por resina proporcionaram resistências de união estatisticamente superiores à do cimento de fosfato de zinco. Não houve relação entre a resistência de união dos agentes cimentantes e a rugosidade média das ligas metálicas

Abstract: The purpose of this study was to evaluate the influence of four metal surface treatments on the shear bond strength of three luting agents. Cast samples in a disk shape (5 mm in diameter) were made with palladium-silver alloy and grouped in pairs afier ultrasonic cleaning. The pairs were assigned into four groups of 30 each and submitted to the following treatments on the circular surfaces opposite to that of the sprue former: 1 - as cast (control); 2 - aluminum oxide blasting (320 mash); 3 - aluminum oxide blasting (60 mash); and 4 - glass beads blasting (270 mash). Afier new ultrasonic cleaning in distilled water, during 5 minutes, the samples of each group were assigned into three subgroups of 10 each, being made the cementing, by the treated surfaces, with the following luting agents: A - zinc phosphate cement; B - resin-modified glass ionomer cement; and C ¿ resin cement. Before luting, 10 specimens of each treatment had the surfaces measured for roughness and two samples were prepared to observation in scanning electronic microscope. Afier storing in distilled water at 37°C, during 24 hours, the cemented pairs were submitted to shear bond strength tests in an Instron machine (1 mm/min), until the failure. The results were analyzed by ANOVA and Tukey's test (p < 0,05) and the means (MPa) were: Group 1 A: 1.77 (0.51); Group 1 B: 3.18 (1.42); Group 1 C: 1.63 (0.55); Group 2 A: 5.22 (0.88); Group 2 B: 11.90 (1.94); Group 2 C: 16.29 (3.94); Group 3 A: 4.03 (0.78); Group 3 B: 11.41 (2.69); Group 3 C: 14.15 (2.71); _Group 4 A: 1.59 (0.44); Group 4 B: 2.24 (0.71); Group 4 C: 1.74 (0.51). The metallic surfaces submitted to the aluminum oxide blast treatment (320 or 60 mash) showed bond strengths significantly higher than those of surfaces as cast or submitted to glass beads blast (270 mash). On surfaces treated with aluminum oxide blast, the resin cement and the resin-modified glass ionomer cement showed bond strengths statistical/y superior to those of the zinc phosphate cement. There was not a relationship between the bond strengths of cementing agents and the roughness of metal/ic surfaces
Subject: Materiais dentários
Cimentos dentários
Oxido de aluminio - Fundição
Language: Português
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2000
Appears in Collections:FOP - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Prates_LuizHenriqueMaykot_D.pdf5.41 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.