Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/290073
Type: TESE
Degree Level: Doutorado
Title: Avaliação da resistencia a fratura de coroas submetidas a fadiga mecanica, em função de diferentes sistemas ceramicos
Title Alternative: Evaluation of fracture strenght of ceramic crowns submitted to mechanical fatigue, using differet ceramic systems
Author: Mendes, Wilson Batista
Advisor: Consani, Simonides, 1939-
Abstract: Resumo: O propósito deste estudo foi verificar a resistência à fratura da Porcelana pura e da cerâmica de cobertura sobre casquete de três sistemas cerâmicos (metalocerâmica, In Ceram e IPS Empress 2) após ciclagem mecânica, utilizando ensaio de carregamento com carga de compressão. As coroas foram fixadas nos preparos feitos em dentes bovinos, com cimento de ionômero de vidro modificado por resina composta ou cimento resinoso, seguindo as recomendações dos fabricantes. Após inclusão das raízes em tubos de PVC contendo resina acrílica, os preparos em forma de tronco de cone foram feitos com pontas diamantadas, em torno mecânico. Na linha marginal dos preparos foram confeccionados entalhes chanfrados, objetivando a padronização do posicionamento dos casquetes sobre o término marginal, em forma de ombro arredondado com 0,8mm de largura e paredes convergentes em 8 graus. Quinze casquetes foram confeccionados para cada um dos sistemas cerâmicos, exceto para a cerâmica pura, nos quais a aplicação da cerâmica de estratificação foi feita com auxílio de um dispositivo para padronizar a anatomia oclusal do dente. Após aplicação do glaze, a cimentação foi realizada com carga estática de 4kgf, por 1 minuto. Para simular o contato oclusal entre coroa e ponta da haste do dispositivo de carga, foram confeccionadas pontas-ativas metálicas com anatomia oclusal, de forma a não atingir o fundo da fossa e manter o paralelismo da haste. Após armazenagem em água destilada a 37ºC por 24 horas, os corpos-de-prova foram submetidos a 60.000 ciclos, com carga de 35N e 2Hz, imersos em água destilada. O teste de resistência à fratura foi efetuado numa máquina Instron, com velocidade de 0,5mm/minuto. Os resultados foram submetidos à análise de variância para experimentos aleatórios com fator único (fratura após fadiga). Os resultados mostraram diferenças significativas entre os diferentes sistemas cerâmicos, em nível de 95% de probabilidade. O teste de Tukey (5%) mostrou que os valores de resistência à fratura após fadiga mecânica foram com diferença estatisticamente significativa quando o sistema IPS Empress 2 foi comparado com o In Ceram. Os valores entre Porcelana pura e In Ceram foram sem diferença estatística, sendo que a Metalocerâmica não diferiu estatisticamente dos demais sistemas

Abstract: The purpose of this study was to verify the fracture strength of coverage ceramics in relation to four ceramics systems (metalporcelain, pure porcelain, In Ceram and IPS Empress 2), utilizing compressive load trial after dynamic cycle. The crowns were fixed in complete crown preparations made in bovine teeth, with glass-ionomer cement modified by composite resin or resinous cement, following the manufacturer¿s recommendations. The teeth were embedded by root in PVC tubes comprising acrylic resin, and the crown was made with diamond points in mechanic lathe. In the marginal preparation line was made a bevel cut, with the objective of standardize the cap¿s placement upon the marginal line, in rounded shoulder with 0,8mm in width and convergent walls in 8 degrees. Fifteen copings were produced for each ceramic system, with exception for all ceramic, in which the stratification ceramic application was performed with aid of a device to standardize the occlusal tooth anatomy. After glaze application, the crown cementation was realized with 4kgf static load, for 1 minute. To simulate the occlusal contact between opposite crowns, the loading device surface was made according to the tooth occlusal anatomy. After water storage at 37°C for 24 hours, the specimens were submitted to 60,000 dynamic cycles (35N load and 2Hz) immersed in water. The fracture strength test was accomplished in an Instron machine with a crosshead speed of 0,5mm/minute. Collected data were submitted to one-way ANOVA analyzing the fracture after fatigue factor. The results showed statistically significant difference among different ceramic systems at confidence level of 95%. Tukey¿s test showed that the fracture strength values after fatigue were statistically different when IPS Empress 2 system was compared with In Ceram. The values between pure ceramic and In Ceram were with no statistically significant difference, whereas the metalceramic was with no statistically significant difference when compared to other systems
Subject: Materiais dentários
Cerâmica
Language: Português
Editor: [s.n.]
Citation: MENDES, Wilson Batista. Avaliação da resistencia a fratura de coroas submetidas a fadiga mecanica, em função de diferentes sistemas ceramicos. 2007. 155p. Tese (doutorado) - Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Odontologia de Piracicaba, Campinas, SP. Disponível em: <http://www.repositorio.unicamp.br/handle/REPOSIP/290073>. Acesso em: 8 ago. 2018.
Date Issue: 2007
Appears in Collections:FOP - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Mendes_WilsonBatista_D.pdf2.27 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.