Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/289979
Type: DISSERTAÇÃO
Degree Level: Mestrado
Title: Utilização de proteinas derivadas da matriz do esmalte (EMDOGAIN) no tratamento de defeitos intra-osseos : estudo clinico e radiografico
Author: Villalpando, Karina Teixeira
Advisor: Toledo, Sérgio de, 1942-
Abstract: Resumo: O objetivo do presente estudo foi comparar, clínica e radiograficamente, o tratamento cirúrgico de defeitos periodontais intra-ósseos com ou sem a utilização de um gel composto por proteínas derivadas da matriz do esmalte (EMDOGAIN@). Dezessete pacientes, apresentando um total de 21 defeitos intra-ósseos interproximais compostos por predominantemente 1 ou 2 paredes ósseas em dentes unirradiculares, foram divididos aleatoriamente nos grupos teste e controle. Os parâmetros clínicos foram avaliados através de aparelhos orientadores de sondagem - stents, antes do procedimento cirúrgico (baseline) e com 6 meses de pós-operatório, sendo eles: posição da margem gengival (PMG), nível de inserção clínica relativo (NICR) e profundidade de sondagem (PS). Paralelamente, também foram feitas nos mesmos períodos de avaliação, radiografias padronizadas e digitais que foram avaliadas por subtração radiográfica. Clinicamente, tanto para o grupo teste quanto para o grupo controle, houve uma redução significativa dos parâmetros clínicos após o tratamento (p::;; 0,001). Entretanto, essas reduções não foram estatisticamente diferentes entre o grupo teste e controle (p _ 0,001). A avaliação por subtração radiográfica identificou áreas de ganho e de perda de densidade óssea radiográfica em percentual da área total do defeito, no período de 6 meses de pós-operatório, de modo que, a comparação entre os grupos não revelou diferenças estatísticas. Entretanto, a comparação intra-grupo entre ganho e perda de densidade óssea radiográfica revelou que a utilização das proteínas derivadas da matriz do esmalte resultou em mais ganho do que perda de densidade óssea radiográfica (p ::;; 0,001). Desta forma, dentro dos limites do presente trabalho, a utilização de proteínas derivadas da matriz do esmalte pode promover benefícios no tratamento de defeitos intra-ósseos

Abstract: The aim of the present study was to compare, clinically and radiographically, the treatment of intrabony periodontal defects with or without the use of a gel composed of enamel matrix proteins derivative (EMDOGAIN@). Seventeen patients, exhibiting a total of 21 defects predominantly 1 or 2 wall intrabony defects on one-rooted teeth, were randomly divided into test and control groups. Prior to surgery (baseline) and 6 months later the following parameters were evaluated using oclusal stents: gingival recession (GR), relative clinical attachment level (CAL) and probing depth (PD). At the same time during this period, standard digital radiographies were made and evaluated through subtraction radiography. Clinically, both for the test and control groups there was a significant reduction of the clinical parameters afier the treatment (p ::; 0,001). However, these reductions were not statistically different between the test and control groups (p _ 0,001). The subtraction radiography identified gain and loss areas of bony radiographic density in percentage terms of the total area of the defect within 6 months afier the surgery, as a result the comparison between the groups has not shown any statistic differences. However, the intra-group comparison between gain and loss areas of radiographic density has revealed that the use of enamel matrix proteins derivative has led to more gain than loss of radiographic density. In conclusion, within the limits of the present study the use of enamel matrix proteins derivative can promote benefits in the treatment of intrabony defects
Subject: Periodontia
Doenças periodontais - Tratamento
Language: Português
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2001
Appears in Collections:FOP - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Villalpando_KarinaTeixeira_M.pdf2.09 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.