Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/289940
Type: TESE
Degree Level: Doutorado
Title: Efeito do polimento quimico sobre a dureza, rugosidade superficial e resistencia ao impacto de resinas acrilicas ativadas quimica e termicamente, em varios periodos de armazenagem
Author: Mesquita, Marcelo Ferraz, 1967-
Advisor: Domitti, Saide Sarckis, 1932-2016
Abstract: Resumo: Este trabalho teve como objetivo avaliar o efeito do polimento químico sobre a Dureza, Rugosidade Superficial e Resistência ao Impacto de Resinas Acrílicas Ativadas Química e Termicamente, em diferentes períodos de armazenagem. Foram utilizadas 80 amostras divididas em 4 grupos de variáveis, com 5 repetições cada variável, nos períodos de tempo de 1 hora, 1 dia, 1 semana e 1 mês. Para a confecção das amostras foi utilizada uma matriz retangular de alumínio incluída em mufla, cujo molde impresso no gesso foi preenchido com resina acrílica. Após polimerizadas, as amostras divididas em dois grupos foram polidas pelos processos de polimento químico e convencional. Em seguida, foram armazenadas em água destilada a 37°C durante os períodos de tempo propostos. Decorrido o período de armazenagem, as amostras foram submetidas aos testes de Rugosidade Superficial, num rugosímetro Praxis (Rug-3); Resistência ao Impacto, numa máquina OTTO Wolpert Werke (Sistema Charpy); e Dureza, com penetrômetro Durimet. A análise estatística dos dados de rugosidade superficial revelou diferença entre as resinas quando polidas de modo convencional apenas no período de armazenagem de 1 mês. No polimento químico, em todos os períodos de armazenagem, com superioridade estatística para os valores apresentados pela resina acrílica ativada quimicamente com polimento químico em todos os períodos de armazenagem e com polimento convencional no período de armazenagem de 1 mês. Para ambas resinas, os melhores valores foram obtidos com o polimento convencional em todos os períodos de armazenagem. Com relação à resistência ao impacto, a análise estatística revelou semelhança entre as resinas quando polidas de maneira convencional, apenas no período de armazenagem de 1 mês, e no polimento químico, em todos os períodos de armazenagem, com superioridade estatística para os valores apresentados pela resina acrílica ativada quimicamente, com polimento convencional nos períodos de 1 hora, 1 dia e 1 semana de armazenagem. Para a resina acrílica ativada termicamente, o polimento químico apresentou valores superiores estatisticamente nos períodos de 1 hora, 1 dia e 1 mês de armazenagem, e para a resina acrílica ativada quimicamente, nos períodos de 1 hora e 1 mês de armazenagem. A análise estatística dos dados de Dureza revelou diferença entre as resinas quando polidas de maneira convencional, com superioridade para a resina acrílica ativada termicamente com 1 dia de armazenagem, e para a resina acrílica ativada quimicamente com 1 mês de armazenagem. Com polimento químico, a resina acrílica ativada termicamente apresentou superioridade estatística apenas nos períodos de 1 dia e 1 semana de armazenagem. Para a resina acrílica ativada termicamente, foi apresentada diferença estatística entre os polimentos apenas no período de armazenagem de 1 dia, com superioridade para o polimento convencional. Para a resina acrílica ativada quimicamente, o polimento convencional apresentou valores superiores estatisticamente em todos os períodos de armazenagem

Abstract: The purpose of this study was to evaluate the effect of chemical polishing on the hardness, surface roughness and impact resistance of the self-cured acrylic resin and conventional heat-cured acrylic resins, in various storage times. Eight specimens were used divided into four variable groups with tive repetitions each one, in the following periods of time: 1 hour, 1 day, 1 week and 1 month. To make specimens, a rectangular matrix of aluminium included into flask was used, whose mold printed on the gypsum was fulfilled with acrylic resin. After curing, the specimens divided into two groups were polished with chemical and conventional polishing. Thereafter, they were stored in distilled water at 37°C during the periods proposed. Elapsed the period of storage, the specimens were submitted to the tests of surface roughness in the Praxis (Rug-3) roughness gauge; impact resistance in the testing machine OTTO Wolpert Werke (Charpy System); and hardness with Durimet hardness gauge. The statistical analysis of the surface roughness data revealed difference between the resins when polished in the conventional manner only in a storage period of 1 month. On the chemical polishing, this difference was obselVed in all the periods of the storage, with statistical superiority for the values obtained with chemical polishing in all the periods of the storage and with conventional polishing in a storage period of 1 month. For both the self-cured and heat-cured acrylic resins, the best values were obtained with the conventional polishing in all the periods of the storage. Regarding the impact resistance, the statistical analysis revealed similarity between the resins when poIished in the conventional manner, only in a storage period of 1 month, and in the chemical polishing, in all the periods of the storage, with statistical superiority for the values obtained for the self-cured acrylic resin, with conventional polishing in a storage period of 1 hour, 1 day and 1 week. For the heat-cured acrylic resin, the chemical poIi.shing showed values with statistical superiority in a storage period of 1 hour, 1 day and 1 month, and for the self-cured acrylic resin, in a storage period of I hour and 1 month. The data statistical analysis of the hardness revealed difference between the resins when polished in the conventional manner, with superiority for the heat-cured acrylic resin with a storage period of 1 day, and for the self-cured acrylic resin, with a storage period of 1 month. With the chemical polishing, the heat-cured acrylic resin showed statistical superiority only in a storage period of 1 day and 1 week. For the heat-cured acrylic resin, a difference between the polishings was showed only in a storage period of 1 day, with superiority for the conventional polishing. For the self-cured acrylic resin, the conventional polishing showed values with statistical superiority in alI the periods of the storage
Subject: Prótese dentária completa
Materiais dentários
Resinas acrílicas dentárias
Retificação e polimento
Aspereza de superficie
Language: Português
Editor: [s.n.]
Citation: MESQUITA, Marcelo Ferraz. Efeito do polimento quimico sobre a dureza, rugosidade superficial e resistencia ao impacto de resinas acrilicas ativadas quimica e termicamente, em varios periodos de armazenagem. 1995. 124p. Tese (doutorado) - Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Odontologia de Piracicaba, Piracicaba, SP. Disponível em: <http://www.repositorio.unicamp.br/handle/REPOSIP/289940>. Acesso em: 20 jul. 2018.
Date Issue: 1995
Appears in Collections:FOP - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Mesquita_MarceloFerraz_D.pdf3.77 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.