Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/289899
Type: TESE
Degree Level: Doutorado
Title: Efeito da ciclagem mecânica, material e retorque de parafusos, na estabilidade de próteses múltiplas sobre implantes com dois níveis de desajuste
Title Alternative: Effect of mechanical cycling, material and retorque screws, in stability of complete implant-suported prosthesis with two fit levels
Author: Farina, Ana Paula
Advisor: Mesquita, Marcelo Ferraz, 1967-
Abstract: Resumo: O afrouxamento dos parafusos protéticos é frequentemente encontrado nos exames de rotina e pode causar complicações. Assim, métodos para sua prevenção devem ser desenvolvidos. O objetivo neste estudo foi avaliar a influência do retorque de parafusos protéticos (titânio ou ouro) na estabilidade de próteses totais implantossuportadas com diferentes níveis de adaptação (passiva ou desadaptada), após simulação da função mastigatória por meio de ciclagem mecânica (6 meses, torque de afrouxamento, reaperto dos parafusos + 6 meses de simulação; ou 1 ano de simulação e torque de afrouxamento). No capítulo 1, 10 próteses mandibulares implantossuportadas e 20 modelos foram confeccionados para duas condições de adaptação: passiva (adaptada) e não-passiva (desadaptada). Também foram avaliadas duas técnicas de aperto em função da aplicação de retorque e materiais do parafuso: 1) sem retorque + parafusos de titânio; 2) sem retorque + parafusos de ouro; 3) com retorque + parafusos de titânio; e, 4) com retorque + parafusos de ouro. Para a técnica de aplicação de retorque, os parafusos foram apertados (10 Ncm) e após 10 minutos, reapertados (10 Ncm). O torque de afrouxamento dos parafusos foi mensurado por meio de torquímetro digital de precisão após simulação de 1 ano da função mastigatória. Os dados foram submetidos à análise de variância (ANOVA) em 2 fatores seguido pelo teste complementar de Tukey em (?=0,05). Os fatores adaptação e técnica de aperto (retorque e tipo de parafuso), e a interação entre os fatores foram estatisticamente significantes. O desajuste diminui o torque de afrouxamento. A aplicação do retorque aumentou a estabilidade da conexão dos parafusos, independente da adaptação ou material dos parafusos. No capítulo 2, próteses passivas e não-passivas foram fabricadas de modo semelhante ao capítulo 1. O torque de afrouxamento foi mensurado após 2 condições de simulação de uso clínico: 1) 6 meses / torque de afrouxamento / reaperto / mais 6 meses / torque de afrouxamento; 2) 1 ano de simulação / torque de afrouxamento. Foram utilizados parafusos de titânio e ouro. O teste estatístico foi similar ao capítulo 1. O fator tempo de ciclagem e condição de uso (nível de ajuste e tipo de parafuso), bem como a interação desses fatores influenciaram os valores de torque de afrouxamento (p<0,05). Após 6 meses + 6 meses de simulação de uso clínico, os parafusos de titânio apresentaram maiores valores de torque de afrouxamento quando comparados aos parafusos de ouro, para o mesmo nível de adaptação. Após 1 ano de simulação de uso clínico, ambos materiais dos parafusos em próteses passivas apresentaram valores mais elevados que em próteses não-passivas. Dessa forma podemos concluir que a desadaptação reduz o torque de afrouxamento dos parafusos e que o retorque após 10 minutos consegue estabilizá-los. Parafusos de titânio apresentaram maior estabilidade que parafusos de ouro após 6 meses de simulação devido a sua menor deformação plástica. Quando o tempo de ciclagem foi analisado, parafusos de titânio apresentaram menor estabilidade após 1 ano de simulação devido à perda de torque frente à desadaptação, necessitando acompanhamento mais criterioso para que mantenham sua estabilidade

Abstract: The prosthesis screw loosening is often found at routine examinations and may cause complications. Therefore, methods to prevent them must be developed. The objective of this study was to evaluate the influence of retorque application on joint stability of prosthetic screws (titanium or gold) in implant-supported dentures under different fit levels (passive or misfit), after masticatory function simulated by means of mechanical cycling (6 months, loosening torque, screws retightening and another 6 months of simulation; or 1 year of simulation). In the first chapter, 10 mandibular implant-supported dentures and 20 cast models were fabricated to two fit levels: passive fit and misfit. Two tightening techniques were also evaluated according to the retorque application and screws material: 1) without retorque + titanium screws; 2) without retorque + gold screws; 3) retorque + titanium screws; and 4) retorque + gold screws. The screws were tightened 10 Ncm and retightened to 10 Ncm after 10 min. The screw joint stability was measured after a one-year clinical function simulation using a digital torque meter. Data were analyzed statistically by ANOVA/Tukey's test (?=0.05). The factors of fit level and tightening technique and the interaction between the factors were statistically significant. The misfit decreases the loosening torque. The retorque application increased joint stability independent of fit level or screw material. In the chapter 2, passive and misfit dentures were fabricated as in chapter 1. The loosening torque was measured after two conditions of clinical use simulating: six months / torque loosening / retightening / further six months / loosening torque; and one year of simulation / loosening torque. Titanium and gold screws were used. The statistical analysis was similar to the first chapter. Therefore, the factor cycling time and condition use (fit level and screw type) as well the interaction between the factors influenced the loosening torque values (p<0.05). After six months another six months of masticatory function simulated, the titanium screws showed higher loosening torque than did gold screws for the same fit level. After one year of clinical use simulation, both material screws in passive dentures showed higher loosening torque values than did misfit dentures. Thus we can conclude that the misfit decreases the loosening torque and retorque application increased joint stability. The stability of titanium screws was higher than gold screws after 6 months of simulation, due to its lower plastic deformation. When the cycling time was analyzed, titanium screws were less stable after 1 year of simulation due to loss of torque in misfit presence, requiring more careful monitoring to maintain stability
Subject: Próteses e implantes
Prótese dentária - Adaptação
Language: Português
Editor: [s.n.]
Citation: FARINA, Ana Paula. Efeito da ciclagem mecânica, material e retorque de parafusos, na estabilidade de próteses múltiplas sobre implantes com dois níveis de desajuste. 2011. 66 f. Tese (doutorado) - Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Odontologia de Piracicaba, Piracicaba, SP. Disponível em: <http://www.repositorio.unicamp.br/handle/REPOSIP/289899>. Acesso em: 18 ago. 2018.
Date Issue: 2011
Appears in Collections:FOP - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Farina_AnaPaula_D.pdf1.57 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.