Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/289887
Type: DISSERTAÇÃO
Degree Level: Mestrado
Title: Aleitamento materno e desenvolvimento do sistema estomatognatico
Title Alternative: Breast-feeding the development stomatognathic system
Author: Bueno, Sebastião Batista
Advisor: Meneghim, Marcelo de Castro, 1965-
Abstract: Resumo: O aleitamento é tido como um fator decisivo para a correta maturação e o crescimento das estruturas do sistema estomatognático, estimulando o desenvolvimento das funções fisiológicas e garantindo sobrevivência e qualidade de vida. O objetivo deste trabalho foi relacionar oclusopatias, aeração nasal e hábitos deletérios com o tempo de aleitamento materno. Os participantes foram 138 crianças de 4 a 5 anos, das creches municipais da cidade de Campo Limpo Paulista onde a coleta de dados envolveu questionários, levantando o tipo de parto, gênero, tempo de amamentação e hábitos de sucção associados a levantamento da oclusão e aeração nasal. As crianças foram agrupadas conforme o tempo de amamentação, num primeiro momento em grupo A, com 41 crianças que receberam leite materno de 0 a 3 meses, e grupo B, com 97 crianças que receberam leite materno por 4 meses ou mais e num segundo momento em grupo C, com 77 crianças que receberam leite materno de 0 a 6 meses e grupo D, com 61 crianças que receberam leite materno por 7 meses ou mais. Constatou-se que a prevalência de Classe I de Angle, foi maior nos grupos que mais receberam amamentação e as oclusopatias Classe II de Angle, mordida aberta anterior, espaçamento nos segmentos anteriores, sobre saliência superior anterior severa, mordida cruzada posterior, atresiamento e hábitos persistentes de sucção de chupeta prevalecem nos grupos que menos receberam amamentação. A deficiente aeração nasal é relacionada a oclusopatias, principalmente mordida cruzada posterior e atresia. A associação e regressão logística mostram que há em média 3,94 vezes mais riscos de desenvolver as oclusopatias Classe II, espaçamento dos segmentos anteriores, sobre saliência superior anterior severa, mordida cruzada posterior e atresiamento em crianças com hábitos persistentes com mais de três anos de sucção de chupeta. O mesmo hábito leva a um aumento de risco a mordida aberta em 33,3 vezes (p<0,05). O estudo da aeração mostra que crianças com halos menores que 12 cm2 têm em média 6,55 vezes mais chances de desenvolverem atresiamento e mordida cruzada posterior (p<0,05). Concluímos que: a amamentação, incluindo aleitamento materno exclusivo, é de baixa prevalência, necessitando de programas que combatam o desmame precoce. A freqüência de oclusopatias em dentição decídua é alta, principalmente aquelas ligadas a hábitos deletérios e a baixo fluxo aeronasal. O aleitamento materno parece diminuir a prevalência de hábitos deletérios, principalmente os persistentes, e estes, juntamente com a respiração bucal, influenciam altamente a prevalência de oclusopatias. Portanto o aleitamento materno é um fator de prevenção de problemas oclusais, ficando clara a necessidade de implantação de programas preventivos em saúde coletiva, que tenham como objetivo estimular a amamentação e informar a população sobre os riscos dos hábitos persistentes no desenvolvimento das alterações oclusais

Abstract: Breast-feeding is had as a decisive factor for the right maturation and growing of stomatognathic system structures, stimulating the development of physiological functions and guaranteeing survival and life quality. The goal of this work is to relate occlusopathy, nasal aeration and harmful habits associated with breast-feeding period. The participants were 138 children aged 4 to 5 years old, at the municipal daycares from Campo Limpo Paulista where the data collection involved questionnaires, surveying the childbirth's kind, gender, breast-feeding period and suction habits associated to occlusion survey and nasal aeration. The children were separated according to the breast-breeding period, in a first moment at Group A, with 41 children who have received breast milk from 0 to 3 months, and Group B, with 97 children who have received breast milk for 4 months or more and, in a second moment, at Group C, with 77 children who have received breast milk from 0 to 6 months and Group D, with 61 children who have received breast milk for 7 months or more. It evidences that Angle class I frequency is higher on the groups which had received more breast-feeding and Angle class II occlusopathy, anterior open bite, spreading of anterior segments, severe anterior upper overjet, posterior cross-bite, atresiamento, persistent habits of pacifier suction prevails on the groups that had received less breast-feeding. The deficient nasal aeration is related to occlusopathy, mainly posterior cross-bite and atresia. Association and logistical regression show that there¿s usually 3.94 times more risks to develop Angle class II occlusopathy, spreading of anterior segments, severe anterior upper overjet, posterior cross-bite and atresiamento, on children with persistent habits of more than 3 years pacifier suction. The same habit can increase the risk of having open bite in 33.3 times (p<0.05). The aeration study shows that children with smaller halos than 12cm2 had on average 6.55 times more chances of developing atresiamento and posterior cross-bite (p<0,05). We have concluded that breast-feeding, including exclusive maternal breast-feeding, is of low frequency, requiring programs which fight against early wean. The frequency of occlusopathy in deciduous dentition is high, mainly those ones linked to harmful habits and low aero nasal flow. The maternal breast-feeding seems to decrease the frequency of harmful habits, mainly the persistent, and these, together with the oral respiration can have great influence in occlusopathy frequency. Therefore the maternal breast-feeding is a prevention factor of occlusal problems, staying clear the necessity of implanting preventive action programs at collective health, had as objective to stimulate breast-feeding and inform population about the risks to the persistent habits on the development of occlusal alterations
Subject: Aleitamento materno
Respiração bucal
Maloclusão
Language: Português
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2005
Appears in Collections:FOP - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Bueno_SebastiaoBatista_M.pdf701.18 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.