Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/289670
Type: TESE
Title: Avaliação da resistencia a remoção, por tração, de tres marcas comerciais de parafusos de titanio, de 1,5mm de diametro, inseridos de maneira monocortica em tibias de coelho
Author: Rabelo, Luis Raimundo Serra
Advisor: Passeri, Luis Augusto, 1957-
Abstract: Resumo: O objetivo deste trabalho foi avaliar a resistência à remoção, por tração, de três marcas diferentes de parafusos, de 1,5 mm de diâmetro, inseridos de maneira monocortical em tíbias de coelhos foram testados 30 parafusos, confeccionados em titânio, divididos em 3 grupos de acordo com a marca comercial (W. Lorenz, Synthes e Engimplan). Os parafusos foram inseridos em fragmentos ósseos removidos de tíbias de coelho, que foram armazenadas em solução fisiológica e congeladas à temperatura de -18°C, até a realização dos testes. As tíbias tiveram suas epífises proximal e distal removidas e foram divididas em 4 segmentos de 1,0 cm. Os segmentos ósseos foram incluídos em resina acrílica quimicamente ativada, no interior de cilindros de PVC. Cada segmento recebeu uma perfuração em sua cortical superior, e um parafuso foi inserido de maneira monocortical. Os corpos-de-prova foram levados a uma máquina de tração universal, onde por meio de um dispositivo confeccionado em aço inoxidável, adaptado ao mordente inferior da mesma, foram submetidos a testes de tração, a uma velocidade de 6 mm/min. Os resultados obtidos foram transformados em kgf/cm2. Foi aplicada análise estatística não paramétrica de Kruskal-Wallis, ao nível de 5% de probabilidade, em prova bilateral. Os resultados indicaram diferenças estatisticamente significantes entre a tração exercida para remoção dos parafusos do grupo W. Lorenz, quando comparados ao grupo Engimplan. Os maiores valores de tração foram alcançados pelo grupo W. Lorenz, e os menores pelo grupo Engimplan. O grupo Synthes não apresentou diferenças estatisticamente significante, quando comparados aos demais

Abstract: This study evaluated the uniaxial pull-out strength of three differents systems of 1.5 mm monocortical screws inserted into rabbit tibias. Thirty titanium screws of three groups (Group W. Lorenz, Synthes and Engimplan) were tested. The screws were inserted into 30 tibias of New Zealand Breed rabbits, ranging 2.0 mm thick. The bone was stored in a 0.90/0 saline solution and refrigerated at the temperature af -18°C until all tests were completed. The proximal and distal epifisis were removed and each tibia were cut into 1.0 cm sections with a carborundum disk under low speed. The sections were fixed with chemicallyactivated acrylate resin in a PVC cylinders. Roles were drilled in the fixed bone fragments and 1.5 mm screws were inserted remaining the run-out portion uncovered. The test bodies were secured in a custom-made retention jig and subjected to the uniaxial pull-out tests by the universal rehearsal machine at speed of 6 mm/minute. The results obtained in a kilogram - force (kgf) and were analyzed through a bilateral test, the Kruskal - Wallis' test, at a 5% level of probability. The results indicated significant differences between Group W. Lorenz and Group Engimplan. The largest force was related to the Group Lorenz screws while the smallest to the group Engimplan screws
Subject: Resistência dos materiais
Materiais biomédicos
Titânio
Language: Português
Editor: [s.n.]
Date Issue: 1999
Appears in Collections:FOP - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Rabelo_LuisRaimundoSerra_M.pdf3.63 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.