Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/289581
Type: TESE
Degree Level: Doutorado
Title: Resistencia a tração de agentes cimentantes usados na fixação de ligas de paladio-prata e niquel-cromo a dentina
Author: Freitas, Gersinei Carlos de
Advisor: Correr Sobrinho, Lourenço, 1960-
Abstract: Resumo: o propósito deste estudo foi avaliar a resistência à tração da união de dois tipos de ligas metálicas (Litecast B e Pors-on 4) fixadas em dentina humana tratada sob três condições (condicionada por 1O segundos com ácido fosfórico 35%, ácido poliacrílico 25% e não condicionada). Os cimentos foram 1- de fosfato de zinco, 2- ionômero d vidro e, 3- cimento resinoso. Noventa molares humanos foram inseridos em resina acrílica e desgastados com lixas d'água de granulação nOs 120, 320 e 600 até aproximadamente 2 mm além da junção amelo-dentinária. Noventa corpos-de-prova com 6,0 mm de diâmetro por 7 mm de altura foram confeccionados, sendo quarenta e cinco com liga de níquel-cromo (Litecast B) e quarenta e cinco com liga paládio-prata (Pors-on 4). Quinze corpos-de-prova de cada liga foram fixadas com os cimentos de fosfato de zinco (55 White), ionômero de vidro (Vitremer - 3M) e cimento resinoso (3M). Antes da fixação, a dentina de cinco corpos-de-prova foi condicionada com ácido fosfórico 35%, cinco com ácido poliacrílico 25%, ambas por 1O segundos e cinco não condicionadas. Todos os corpos-de-prova foram armazenados a 37°C por 24 horas antes do ensaio. Em seguida, os corpos-de-prova foram submetidos ao ensaio de tração em uma máquina Instron a velocidade de 0,5 mm/min. até a separação entre liga metálica e dente. Os resultados foram submetidos a análise de variância e ao teste de Tukey (p<0,05). Os dados indicaram que: Para a liga Pors-on 4 o cimento de resina apresentou valores de resistência à remoção, por tração, estatisticamente superiores ao cimento de ionômero de vidro e de fosfato de zinco para as três condições de tratamento da dentina. O cimento de ionômero de vidro apresentou valores estatisticamente superior ao de fosfato de zinco, para a dentina condicionada com ácido fosfório 35% e ácido poliacrílico 25%. Nenhuma diferença estatística foi encontrada entre o cimento de ionômero de vidro e fosfato de zinco para a superfície não condicionada; Para a liga Litecast B, o cimento de resina apresentou valores de remoção, por tração, estatisticamente superiores aos cimentos de fosfato de zinco e de ionômero de vidro para a dentina condicionada com ácido fosfórico 35% e poliacrílico 25%. O cimento de fosfato de zinco foi superior ao de resina para a dentina não condicionada. Nenhuma diferença foi observada entre o cimento de fosfato de zinco e de ionômero de vidro para as três condições da dentina e entre o cimento de ionômero de vidro e de resina para a dentina não condicionada. Para as duas ligas, o cimento de resina mostrou valores de remoção, por tração, superiores aos do fosfato de zinco e ionômero de vidro. De uma maneira geral, a liga liga Pors-on 4 apresentou valores de resistência a remoção por tração estatisticamente superiores a liga Litecast B, para todos os cimentos e tratamentos da dentina

Abstract: The aim of this study was to evaluate the tensile bond strength of two alloy systems (Litecast B and Pors-on 4) luted with three cements to dentin in three conditions (etched with 35% phosphoric acid, 25% polyacrylic acid for 10 seconds and no etching). Ninety extracted human molars were embedded in resin with 10 mm in diameter of exposed dentin which had been grounded with 120, 320 and 600 grit SiC paper. Forty-tive specimens with 6.0 mm in diameter and 7.0 mm long, were fabricated with nickel chromium-beryllium (Litecast B) and palladium-silver (Pors-on 4) alloys. Fifteen specimens of each alloy systems were luted with zinc phosphate cement (SS White), glass ionomer cement (3M) and resin cement (3M). Prior to cementation, the dentin of five specimens were etched with 35% phosphoric acid, tive with 25% polyacrylic acid for 10 seconds and tive no etching. Ali samples were stored in distilled water at 37° C for 24 hours prior to testing. After the specimens were submitted to the tensile bond strength in an Instron at a crosshead speed of 0.5 mm/min until failure. The results were submitted to variance analysis and Tukey's test (p<0.05). The data indicated that for Pors-on 4: the resin cement showed tension bond strength values stronger than glass ionomer cement and zinc phosphate cement in three dentin conditions (p<0. 05). Glass ionomer cement showed values stronger than zinc phosphate for dentin etched with phosphoric acid and polyacrilic acid. For no etching no difference was found between glass ionomer cement and zinc phosphate cement; for Litecast B: the resin cement was signiticantly stronger than zinc phosphate and glass ionomer cement for dentin etched with two acid. Zinc phosphate was stronger than resin cement for dentin no etching. No difference was found between zinc phosphate and glass ionômero cement in three dentin conditions and between glass ionomer cement and resin cement to the dentin no etching. For the two alloy systems the resin cement showed tensile bond strength better than glass ionomer and zinc phosphate cement for three dentin conditions. In general, Pors-on 4 alloy showed tension strength values stronger than Litecast B alloy, in three dentin conditions and cements
Subject: Cimentos dentários
Materiais dentários
Resistência de materiais
Metais
Language: Português
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2000
Appears in Collections:FOP - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Freitas_GersineiCarlosde_D.pdf4.06 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.