Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/289531
Type: DISSERTAÇÃO
Degree Level: Mestrado
Title: Efeito do uso de dentifrício fluoretado antes ou após os desafios desmineralizantes na perda mineral do esmalte e dentina radicular
Title Alternative: Timing of fluoride toothpaste use and enamel-dentin demineralization
Author: Kusano, Sandro Carvalho, 1983-
Advisor: Tenuta, Livia Maria Andaló, 1976-
Abstract: Resumo: O Fluoreto (F) interfere com o desenvolvimento de cárie dental quando presente no meio bucal, reduzindo a desmineralização e ativando a remineralização da estrutura dental. Embora ambos os mecanismos estejam envolvidos na redução da perda mineral na presença de F, não foi encontrado nenhum estudo in situ que avaliasse a importância relativa de cada um deles na inibição do desenvolvimento de cárie. Desta forma, foi realizado um estudo in situ, cruzado e cego, com o objetivo de avaliar o efeito do momento de uso do dentifrício fluoretado, i.e., antes ou após desafios desmineralizantes diários (para simular efeito na redução da desmineralização ou ativação da remineralização, respectivamente), na perda mineral do esmalte e dentina radicular. Doze voluntários utilizaram dispositivos intrabucais palatinos contendo 3 blocos de esmalte e 3 de dentina radicular hígidos e com dureza de superfície previamente determinada, durante 3 fases de 14 dias cada. Os blocos foram fixados 1 mm abaixo do nível do dispositivo e cobertos por uma tela plástica para favorecer o acúmulo de biofilme dental, e foram expostos à sacarose 20% 8x/dia. Os voluntários realizaram os seguintes tratamentos: G1 - dentifrício placebo (nãofluoretado) três vezes/dia (grupo controle); G2 - dentifrício fluoretado pela manhã (7:00), antes dos desafios desmineralizantes diários, e dentifrício não-fluoretado nas escovações seguintes; e G3 - dentifrício fluoretado à noite (entre 20:00 e 21:00), após os desafios desmineralizantes, e dentifrício não-fluoretado nas duas escovações anteriores. A desmineralização do esmalte e dentina radicular foi avaliada pela porcentagem de perda de dureza de superfície (%PDS). Também foi avaliada a concentração de fluoreto incorporado aos blocos dentais (fluorapatita). Os resultados de %PDS dos tratamentos com dentifrício fluoretado diferiram do grupo controle (p<0,05), tanto para o esmalte (G1=72,0%±20,8; G2=41,6%±21,5; G3=30,0%±15,8) quanto para a dentina (G1=76,5%±9,3; G2=61,8%±11,8; G3=48,4±19,1), sendo que na dentina, a %PDS foi menor (p<0,05) no grupo tratado com dentifrício fluoretado após os desafios desmineralizantes. A concentração de F nos blocos de esmalte não diferiu entre os grupos tratados com dentifrício fluoretado (p>0,05), no entanto, foi significativamente maior no grupo tratado com dentifrício fluoretado após os desafios desmineralizantes, quando comparado ao grupo controle (p<0,05). Nos blocos de dentina, os grupos tratados com dentifrício fluoretado apresentaram concentrações significativamente maiores quando comparados ao grupo controle (p<0,05), entretanto não diferiram entre si (p>0,05). Os resultados do presente estudo sugerem que o dentifrício fluoretado é mais eficaz na redução da cárie através da ativação da remineralização do esmalte e dentina radicular, do que pela inibição da sua desmineralização

Abstract: Fluoride (F) interferes with dental caries development when present in oral environment, reducing dental demineralization and enhancing its remineralization. Although both mechanisms are related to the reduction of mineral loss in the presence of F, no experimental study which evaluated the relative importance of each mechanism on the inhibition of development of dental caries was found. Thus, this in situ, crossover and blind study was performed to evaluate the effect of the period of F dentifrice use, i.e., either before or after daily cariogenic challenges (to simulate either the effect on the reduction of demineralization or on the enhancement of remineralization, respectively), on enamel and root dentin remineralization. Twelve volunteers wore palatal appliances containing three sound enamel slabs and three sound root dentin slabs, with surface hardness previously determined, during three phases of 14 days each. Dental slabs were fixed 1 mm underneath the level of the appliance and covered by a plastic mesh to allow dental biofilm accumulation, and exposed to sucrose 20% 8x/day. The volunteers performed the following treatments: G1 - placebo toothpaste (non-fluoride) three times/day (control group); G2 - fluoride toothpaste in the morning (7:00), before cariogenic challenges, and non-fluoride toothpaste in the next two toothbrushings; and G3- fluoride toothpaste at night (between 20:00 and 21:00), after cariogenic challenges, and non-fluoride toothpaste in the previous two toothbrushings. Enamel-dentin demineralization was evaluated by percentage of surface hardness loss (%SHL). F uptake by enamel and dentin was also determined (as fluorapatite). %SHL data in groups treated with fluoride toothpaste differ from control group (p<0.05), for both enamel (G1=72.0%±20.8; G2=41.6%±21.5; G3=30.0%±15.8) and dentin (G1=76.5%±9.3; G2=61.8%±11.8; G3=48.4±19.1). For dentin, %SHL was lower (p<0.05) in the group using fluoride toothpaste after cariogenic challenges. F concentration in enamel slabs did not differ between groups using fluoride toothpaste (p>0.05), however, it was significantly higher in the group treated with fluoride toothpaste after cariogenic challenges compared to control group (p<0.05). For dentin slabs, groups using fluoride toothpaste showed significantly higher F concentration compared to control group (p<0.05), but no difference was observed between each other (p>0.05). The findings of this study suggest that F from toothpaste is more effective to reduce caries by enhancing enamel-dentine remineralization than by reducing their demineralization
Subject: Flúor
Cárie dentária
Desmineralização do dente
Language: Português
Editor: [s.n.]
Citation: KUSANO, Sandro Carvalho. Efeito do uso de dentifrício fluoretado antes ou após os desafios desmineralizantes na perda mineral do esmalte e dentina radicular. 2011. 29 f. Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Odontologia de Piracicaba, Piracicaba, SP. Disponível em: <http://www.repositorio.unicamp.br/handle/REPOSIP/289531>. Acesso em: 18 ago. 2018.
Date Issue: 2011
Appears in Collections:FOP - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Kusano_SandroCarvalho_M.pdf933.86 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.