Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/289384
Type: TESE
Degree Level: Doutorado
Title: Distribuição das fibras de Sharpey no alveolo de incisivo de rato em condições funcionais, normal e alteradas : estudo morfometrico ultraestrutural
Author: Silva, Miralva Aparecida de Jesus
Advisor: Merzel, José, 1933-
Abstract: Resumo: A distribuição das fibras de Sharpey no alvéolo de incisivos inferiores de rato, em diferentes condições funcionais, foi observada ao microscópio eletrônico de varredura, e sua densidade de área determinada pelo método de impacto de pontos. Em 18 ratos machos adultos o incisivo inferior esquerdo foi seccionado à altura da papila gengival, a cada dois dias, durante 14 dias, mantendo-se o dente desimpedido de oclusão e, portanto, hipofuncional. O incisivo contralateral, por ocluir com os 2 incisivos superiores, é considerado hiperfuncional. Outros 18 ratos, com os incisivos inferiores mantidos em função normal, foram usados como controles normofuncionais. No 14° dia os animais foram mortos, as hemimandíbulas removidas e os incisivos extraídos. Os ossos foram fixados em Karnovsky, macerados em hipoclorito de sódio para remoção de toda matéria orgânica, pós-fixados em ósmio e preparados (desidratação, secagem ao ponto crítico e metalização com ouro) para observação ao MEV de tal modo que, seis hemimandíbulas de cada grupo tiveram cada uma das três faces relacionadas ao ligamento periodontal - mesial, lingual e distal - expostas em todo o comprimento do alvéolo. As observações foram feitas em 4 regiões de incisal para basal, correspondendo respectivamente: R1 - ao diastema entre o incisivo inferior e o 1° molar inferior; R2 - ao 1° molar inferior; R3 ao 2° molar inferior e R4 ao 3° molar inferior. Para determinar a densidade de área das inserções foram feitas 5 imagens aleatórias no aumento de 200X, de cada uma das regiões, em cada espécime. As imagens foram superpostas por um retículo, contados os pontos de impacto da malha com as inserções e calculadas as densidades de área. Os dados foram submetidos à análise de variância segundo delineamento e parcelas subsubdivididas. As inserções das fibras de Sharpey formam saliências arredondadas ou ovaladas, circundadas por uma bainha mineralizada. Na região1, nas 3 condições funcionais, as fibras agrupam-se em faixas de direção longitudinal (na face lingual) e inclinada ou transversal (nas faces mesial e distal). Nas regiões 2 a 4, em vez de faixas vemos ilhas de fibras que vão ficando menores e mais esparsas à medida que se aproximam do fundo do alvéolo. O diâmetro das fibras foi variável de 6 a 26 'mu'm. A grande maioria mostrou-se mineralizada na periferia com centro de tamanho variável, não mineralizado. Poucas fibras, particularmente na região 1, apareceram totalmente mineralizadas. A densidade de área das inserções mostrou: 1) uma significativa e gradual diminuição de R1 para R4 em todas as condições funcionais; 2) uma maior densidade nas faces mesial e distal quando comparadas à lingual; 3) uma diminuição acentuada da densidade, nas 3 faces do alvéolo de dentes na condição hipofuncional, particularmente nas regiões 1 e 2; 4) um discreto aumento da densidade na face mesial dos alvéolos de dentes hiperfuncionais nas regiões 3 e 4. Estes resultados indicam: 1) um amadurecimento do ligamento, no sentido de sustentação do dente, da extremidade basal em direção à crista alveolar; 2) a influência de forças oclusais na quantidade de fibras de Sharpey e 3) que os dentes hipofuncionais têm sua extração facilitada devido à acentuada diminuição de fibras de Sharpey

Abstract: There is very little information on the distribution of Sharpey fibers in the socket of the rat incisor. The aim of this study was to determine the quantitative distribution of these fibers and the effects of short-term hypo and hyperfunction on the teeth, using scanning electron microscopy (SEM). Eighteen adult male rats had their lower incisor cut at the levei of the gingival papilla every second day, during 14 days. The unimpeded tooth is considered hypofunctional, while the impeded contralateral incisor is considered hyperfunctional. Other 18 rats, of the same gender and weight, with their incisors in normofunction were used as controls. On day 14th, the rats were killed, the hemimandibles removed and the incisors extracted. The bones were fixed in Karnovsky and the incisor socket was dissected for exposure of one of the three faces related to the periodontalligament - mesial, lingual and distal - as to have 6 specimens for each face per functional group. The specimens were rendered anorganic in sodium hypochlorite, post-fixed in osmium tetroxide and prepared (dehydrated in acetone, critical point dried, mounted in stubs and coated with gold) for SEM observation. The observations were done in 4 regions of the socket related respectivelyto: R1- the diastema between the incisorand the 1st MI; R2- the 1st MI; R3 - the 2rd MI and R4 - the 3rd MI. The area density of Sharpey fibers insertions was determined by point counting using a square lattice test area in 5 random images for each region at the magnification of 200x. In anorganic bone the Sharpey fibers appear as short, round or oval dome-shaped projections, surrounded by a mineralised sheath. In R1, in the three functional conditions, the fibers form long longitudinal strips in the lingual aspect, and oblique or transversal strips in the mesial and distal aspects. In R2 to R4 the insertion form islands which are gradually smaller in size and number as they get elose to the basal end of the socket. The diameter of the fibers varied from 6 to 26 'mu¿m and the majority were mineralized at the periphery with an unmineralized core of variable size. A few fibers, manly in region 1, were entirely mineralized. The area density of the fibers has shown: 1) a gradual and significant decrease from the most incisal region (R1) towards the most basal one (R4); 2) the relative density of fibers at the mesial and distal faces was higher than at the lingual face; 3) a decrease in density in ali faces of the socket of hypofunctional teeth, manly in the regions R1 and R2; 4) a discret increase in the density at the mesial face of the socket of hyperfunctional teeth. These results indicate: 1) the periodontal ligament of the incisor, in the meaning of tooth support, matures from basal to incisal direction of the socket; 2) the amount of Sharpey fibers is influenced by axial forces and 3) the easiness to extract hypofunctional teeth can be explained by the decrease of Sharpey fibers in this condition
Subject: Microscopia eletrônica de varredura
Dentes - Histologia
Language: Português
Editor: [s.n.]
Citation: SILVA, Miralva Aparecida de Jesus. Distribuição das fibras de Sharpey no alveolo de incisivo de rato em condições funcionais, normal e alteradas: estudo morfometrico ultraestrutural. 2002. 44f. Tese (doutorado) - Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Odontologia de Piracicaba, Piracicaba, SP. Disponível em: <http://www.repositorio.unicamp.br/handle/REPOSIP/289384>. Acesso em: 2 ago. 2018.
Date Issue: 2002
Appears in Collections:FOP - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Silva_MiralvaAparecidadeJesus_D.pdf2 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.