Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/289381
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.CRUESPUNIVERSIDADE ESTADUAL DE CAMPINASpt_BR
dc.descriptionOrientador: Jose Merzelpt_BR
dc.descriptionTese (doutorado) - Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Odontologia de Piracicabapt_BR
dc.format.extent[104]f. : il.pt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.languagePortuguêspt_BR
dc.typeTESEpt_BR
dc.titleEstudo morfometrico ultraestrutural da matriz extracelular do ligamento periodontal do incisivo inferior de ratos, em diferentes regioes e zonas, nas condições de erupção impedida, desimpedida e retardada pela vimblastinapt_BR
dc.contributor.authorBarros, Silvana Pereira, 1964-pt_BR
dc.contributor.advisorMerzel, José, 1933-pt_BR
dc.contributor.institutionUniversidade Estadual de Campinas. Faculdade de Odontologia de Piracicabapt_BR
dc.contributor.nameofprogramPrograma de Pós-Graduação em Clínica Odontológicapt_BR
dc.subjectMicroscopia eletrônicapt_BR
dc.subjectPeriodontiapt_BR
dc.description.abstractResumo: As áreas relativas de fibrilas colágenas e substância interfibrilar e o diâmetro das fibrilas colágenas foram quantificadas, a nível ultraestrutural, em diversas regiões e zonas do ligamento periodontal de incisivos de ratos com erupção impedida, desimpedida e retardada pela vimblastina. Seis ratos machos tiveram seus incisivos inferiores esquerdos mantidos em erupção desimpedida, enquanto o contralateral erupcionou normalmente. Vinte e quatro horas antes do final do experimento, que durou sete dias, três animais receberam uma dose única de vimblastina (2mg/kg de peso) enquanto os três restantes receberam volume equivalente de salina. Os dentes foram divididos e cortados transversalmente em cinco regiões, a partir da crista alveolar até o ápice, e processados para microscopia eletrônica de transmissão. De cada zona do ligamento periodontal Ounto ao dente, intermediária e junto ao osso alveolar) das várias regiões, foram feitas três eletronmicrografias da face mesial, com aumento final de 73.700X contendo, em mais que 50% de sua área, fibrilas colágenas cortadas transversalmente. Em cada eletronmicrografia, usando um retículo de 400 pontos, foi determinada a densidade de área de fibrilas colágenas e substância interfibrilar e medido o diâmetro de trinta fibrilas colágenas. Os dados foram submetidos à análise de variância uni e multivariada, comparações múltiplas através do teste de Tukey, análise de regressão de superfície de resposta e análise canônica de superfície de resposta. Nos dois grupos e nas duas condições de erupção o diâmetro médio das fibrilas colágenas da zona alveolar foi maior que o da zona junto ao dente e intermediária. Os dentes desimpedidos do grupo controle apresentaram fibrilas com diâmetros significativamente menores que os impedidos, ocorrendo, em geral, o inverso no grupo tratado, o que caracterizou uma interação, entre os grupos e condições de erupção, com inversão de valores. A regressão de superfície de resposta demonstrou uma tendência de comportamento onde os valores de diâmetro diminuiram a partir da região 3, que se relaciona com o primeiro molar inferior, em direção aos extremos incisal e apical e, a partir de uma faixa da zona junto ao dente, houve uma tendência de aumento em direção à zona junto ao osso alveolar, e o restante da zona junto ao dente. Este padrão foi diferente no caso de incisivos desimpedidos tratados com vimblastina, onde o diâmetro das fibrilas colágenas aumentou em direção incisal e apical, a partir da região 3. Com relação à área relativa de fibrilas colágenas e substância interfibrilar os dados mostraram uma tendência da área de substância interfibrilar ser maior no ligamento periodontal de incisivos desimpedidos do grupo controle, ocorrendo o inverso no grupo tratado. Estas diferenças parecem indicar que a escolha da região do ligamento periodontal a ser analisada, em relação aos efeitos de alterações do movimento eruptivo ou de forças que atuam no dente, pode interferir nos resultados de estudos em dentes de erupção contínuapt
dc.description.abstractAbstract: The area density of collagen fibrils and interfibrilar ground substance as well as the collagen fibrils diameter were detennined at the ultrastructurallevel in several regions and zones of the periodontal ligament of impeded and unimpeded rat incisors with eruption retarded by vimblastine. Six male rats hàd their lower left incisor kept in an unimpeded eruption condition while the contralateral one erupted nonnally. Three of these animaIs received an intraperitoneal injection of vimblastine (2 mg/Kg body weight) 24 hours before the end of the experiment, one week later. The other three animaIs received an equivalent volume of saline solution. The teeth were divided in 5 regions transversal to the longitudinal axis of the mClsor and processed for transmission electron microscopy. For each zone of the periodontalligament (tooth-related, bone-related and a midle one between the two), at the mesial face of the 5 regions 3 eletronmicrographs were printed at a final magnification of X 73.700, each micrograph presented more thaii 50% of its area of collagen fibrils in cross section. A test lattice with 400 points was used to detenninate the relative areas of collagen fibrils and interfibrilar ground substance and in each electronmicrograph the diameter of 30 collagen fibrils was measured. Data were submitted to statistical analysis using: variance anlysis, Tukey's test, response surface regression and canonical analysis. In both groups, in either impeded or unimpeded eruption, the mean diameter of collagen fibrils in alveolar bone zone was larger than in the others two zones. The unimpeded teeth from thecontrol group presented fibrils with a lower collagen fibril mean diameter than impeded ones. Generally the opposite was found in vinblastine-treated group, characterizing an interaction with reverse values. The response surface regression showed diameters values decreasing from region number 3 (related to lower first molar) toward the incisal and apical regions, while an increase of such values from a strip of the dental zone towards the alveolar zone and the remaining of the dental related zone. That pattem was different only in unimpeded teeth of vinblastine-treated animaIs, where the mean collagen diameter increased in both, apical and incisal, directions from region 3. The area occupied by interfibrilar ground substance was generally greater than the area of collagen fibrils in unimpeded teeth of the control group, while the contrary occured in the vinblastine-treated group. These differences seem to indicate that the choice of the region or zone of the periodontal ligament to be analysed, in relation to the effects of altered eruption or mechanical conditions of the incisors, may interfere on the resultsen
dc.publisher[s.n.]pt_BR
dc.date.issued1995pt_BR
dc.identifier.citationBARROS, Silvana Pereira. Estudo morfometrico ultraestrutural da matriz extracelular do ligamento periodontal do incisivo inferior de ratos, em diferentes regioes e zonas, nas condições de erupção impedida, desimpedida e retardada pela vimblastina. 1995. [104]f. Tese (doutorado) - Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Odontologia de Piracicaba, Piracicaba, SP. Disponível em: <http://www.repositorio.unicamp.br/handle/REPOSIP/289381>. Acesso em: 20 jul. 2018.pt_BR
dc.description.degreelevelDoutoradopt_BR
dc.description.degreedisciplineBiologia e Patologia Buco-Dentalpt_BR
dc.description.degreenameDoutor em Ciênciaspt_BR
dc.contributor.committeepersonalnameBauer, Jarbas Arrudapt_BR
dc.contributor.committeepersonalnameMoares, Flavio Fava dept_BR
dc.contributor.committeepersonalnameAlmeida, Oslei Paes dept_BR
dc.date.defense1995-06-30T00:00:00Zpt_BR
dc.date.available2018-07-20T09:16:58Z-
dc.date.accessioned2018-07-20T09:16:58Z-
dc.description.provenanceMade available in DSpace on 2018-07-20T09:16:58Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Barros_SilvanaPereira_D.pdf: 3625706 bytes, checksum: 1c44b88d6511a31626ebe4ab8db3d14d (MD5) Previous issue date: 1995en
dc.identifier.urihttp://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/289381-
Appears in Collections:FOP - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Barros_SilvanaPereira_D.pdf3.54 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.