Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/289297
Type: DISSERTAÇÃO
Degree Level: Mestrado
Title: Avaliação da liberação de fluor de materiais restauradores em função dos meios de imersão
Author: Carvalho, Adriana Silva de
Advisor: Cury, Jaime Aparecido, 1947-
Abstract: Resumo: A maior parte dos estudos realizados a respeito da avaliação da liberação de flúor de materiais restauradores tem sido feita em água destilada ou saliva artificial, que não simulam a dinâmica do meio bucal, ocorrendo até inversão de resultados, quando comparados com os resultados in vivo. Por isso resolvemos avaliar à liberação de flúor de diferentes cimentos de ionômero de vidro e resinas compostas em função do tempo de imersão em diferentes soluções, considerando a dinâmica do processo de cárie (des-remineralização). Para isso utilizamos os seguintes materiais restauradores: Chelon-fil (ESPE), Vitremer (3M), Variglas's (Dentsply), Dyract (Dentsply) e Tetric (Vivadent). Confeccionamos 18 amostras cilíndricas (área=I,65 cm2) de cada material, essas amostras foram imersas individualmente em 2 ml de cada solução estudada (6 amostras para cada solução). As soluções utilizadas foram água desionizada, saliva artificial e ciclagens de pH, deixando as amostras 6h na solução desmineralizante (Ca e P 2,0 mM, pH 4,3) e depois por 18h na solução remineralizante (Ca 1,5 mM, P 0,9 mM, pH 7,0). Essas soluções foram trocadas diariamente e armazenadas durante 15 dias. A liberação de flúor foi determinada após adição de volume igual de tampão TISAB II às soluções. Para a análise da concentração de flúor foi utilizado um eletrodo específico para flúor Orion 96-09, acoplado a um analisador de íons Orion EA-940. A liberação de flúor (média e desvio padrão) em Jlg F/cm2 foi: em água desionizada- CHE=7,6170:!:0,7619 a, VIT=5,9095:!:0,7939 b, VAR=2,7154:!:0,2463 c, DYR=I,4973:!:0,1699 d, TET=0,1361:!:0,0162 e; em saliva artificial- VIT=3, I 330:!:0,3.60 I a, CHE=I,2605:!:0,0842 b, DYR=I,2001:!:0,0519 b, V AR=0,7997:!:0,0981 c, TET=0,0741:!:0,0038 d; e nas ciclagens de pH- VIT=12,2727:!:1,1577 a, CHE=8,3472:!:0,5132 b, DYR=7,8196:!:0,6534 c, VAR=6,1725:!:0,2447 d, TET=0,2777:!:0,0234 e. Médias seguidas por letras distintas diferem entre si ao nível de significância de 5%. Os dados sugerem que a comparação de liberação de flúor de materiais dentários pode mudar quando os meios de imersão são considerados

Abstract: Most of data reported on release of f1uoride from dental materiaIs cements are based upon measurements made in de-ionized water and artificial saliva, which do not simulate the dinamic of caries development. So, the purpose of this study was to determine the levels of '" f1uoride release from differents glass ionomer cements and composite in function of the time and different storage solutions, considering the dinamic of caries process (pH-cycling). The materiaIs used were: Chelon Fil-ESPE (CHE), Vitremer-3M (VIT), Variglass-DENTSPL Y (V AR), DyractDENTSPL Y (DYR) and Tetric-VIV ADENT (TET). Eighteen cilindrical samples (area=1.65 cm2) of each material were prepared; each sample was then suspended individually in a plastic tube containing 2 ml of each studied solution (6 samples for each solution). The studied solutions were deionized water, artificial saliva and pH cycling, remaining 6h in desmineralization solution (Ca and P 2.0 mM, pH 4.3) and then for a period of 18h in remineralization solution (Ca 1.5mM, P 0.9mM, pH 7.0). AlI solutions were changed daily during 15 days. Fluoride releasing was determined after buffering the solution with equal volume of TISAB. For the f1uoride analysis it was used a f1uoride electrode, Orion 96-09, and an ionalyser Orion EA 940. The f1uoride released (mean :t standard error) in JlgF/cm2 were: in de ionized CHE=7 . 617 0:t0. 7 319 VIT=5.9095:t0.7939 water V AR=2.7154:t0.2463 c, DYR=I.4973:tO.l699 d, TET=0.136l:t:0.0162 e; in artificial saliva- VIT=3.1330:t0.3601 a, CHE=I,2605:t0.0842 b, DYR=1.2001:t0.0519 b, V AR=0.7997:t0.0981 c, T=0,0741:t0.0038 d; and in pH cycling- VIT=12.2727:t1.1577 a, CHE=8.3472:t0.5132 b, DYR=7.8196:t0.6534 c, VAR=6.172S:t0.2447 d, TET=0.2777:t0.0234 e. Means followed by different letters were significant (5%).The data suggest that the comparison of fluoride releasing from dental materiais can change when the media are considered.
Subject: Fluor - Metodologia
Materiais dentários
Language: Português
Editor: [s.n.]
Citation: CARVALHO, Adriana Silva de. Avaliação da liberação de fluor de materiais restauradores em função dos meios de imersão. 1995. 101f. Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Odontologia de Piracicaba, Piracicaba, SP. Disponível em: <http://www.repositorio.unicamp.br/handle/REPOSIP/289297>. Acesso em: 20 jul. 2018.
Date Issue: 1995
Appears in Collections:FOP - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Carvalho_AdrianaSilvade_M.pdf3.01 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.