Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/289285
Type: TESE
Title: Metodos para expressar a excreção urinaria do fluor como indicador de exposição
Author: Sanches, Cesar Antonio Biazio
Advisor: Cury, Jaime Aparecido, 1947-
Abstract: Resumo: Tendo em vista o fato de que o íon flúor é excretado pela urina, esta pode ser utilizada como um indicador de exposição. Parâmetros de normalidade tem sido estabelecidos, existindo, entretanto, dúvidas a respeito de como expressar a concentração de flúor excretado quando se considera diferentes fontes de exposição. Assim, as taxas de excreção urinâria de flúor, foram avaliadas em amost:ras de população vivendo em região de água fluoretada (Grupo L), fluoretada na concentração ótima (Grupo P) e a de trabalhadores em exposição industrial (Grupo E). As concentrações de íon fluor, determinadas em amostras parciais de urina de indivíduos adultos, foram expressas em mg/l, mg/g creatinina e para o grupo P corrigidas para a densidade de 1,024. Os resultados mostraram que para os Grupos L e P a excreção urinâria pode ser expressa indiferentemente na forma de mg/l (médias de 0,27 e 0,67) ou mg/g de creatinina (médias de 0,24 e 0,67), refletindo a fonte de exposição, enquanto que a correção pela denside de superestima a concentração (P = 0,90). Por outro lado, para o Grupo E foi observada diferença quando os resultados foram expressos em mg/l (1,64) ou por grama de creatinina (1,05), sugerindo ser o último um indicador mais preciso

Abstract: Urinary fluoride can be used as an index of exposure because fluoride is excreted by lhe kidney into the urine. Biological threshold limit value has been recommended, but there are no agreement about which method to use in order to express urinary fluoride concentration since the sources of exposure can be different.Spot urine samples were collected from adult subjects living in a non-fluoridated water area (L Group), optimal fluoridated water area (P Group) and from exposed workers (E Group), The urinary fluoride concentration were expressed as mg/l, mg/gcreatinine and also adjusted to specific gravity of 1.024 (P Group). The averages from L and P groups showed that urinary fluoride can be express by both mg/l (0.27 and 0.67) or mg/g creatinine (0.24 and 0.67). because anyone can define water or food as a primary source of fluoride exposure. However, the average from results adjusted to specific gravity of 1.024, suggests a higher concentration. In the E Group we found differences between the two averages mg/l (1.64) and mg/g creatinine (1.05), and the statistical analysis suggest that the last one is more accurate
Subject: Flúor
Patologia bucal
Urina
Excreção
Language: Português
Editor: [s.n.]
Date Issue: 1990
Appears in Collections:FOP - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Sanches_CesarAntonioBiazio_M.pdf1.12 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.