Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/289229
Type: TESE
Degree Level: Doutorado
Title: Regeneração axonal apos reparo nervoso com enxerto de musculo esqueletico : estudo morfometrico
Author: Teodori, Rosana Macher
Advisor: Santo Neto, Humberto, 1953-
Abstract: Resumo: O objetivo deste trabalho foi avaliar morfometricamente a regeneração axonal em autoenxerto de lâmina basal muscular tratado com injeção intramuscular de cloridrato de lidocaína a 2% e estabelecer uma análise comparativa com a regeneração obtida através de autoenxerto de nervo. Para isto foram avaliados os diâmetros dos axônios mielínicos e das fibras nervosas regeneradas, além da espessura de suas respectivas bainhas de mielina. Ratos adultos tiveram o músculo sóleo direito exposto, recebendo injeção de 0,1 ml de cloridrato de lidocaína a 2%. Após 24 horas, o ventre muscular do sóleo foi retirado, sofrendo uma fina dissecção para confecção de um retalho de 5 mm de comprimento e espessura semelhante à do nervo isquiático. Em seguida, o nervo isquiático esquerdo foi seccionado e o retalho muscular implantado na fenda entre os cotos nervosos, com sutura epineural. Outro grupo de animais teve o nervo isquiático esquerdo exposto, seccionando-se um fragmento de 5 mm, que sofreu inversão de 1800 e foi imediatamente fixado aos cotos com sutura epineural. Um terceiro grupo teve o nervo isquiático seccionadoe mantido no leito, sem reconexão. O grupo controle consistiu de nervos isquiáticos de animais normais. Após 50 dias de sobrevida, o nervo isquiático esquerdo foi exposto, fixado "in situ" e dividido em 3 porções: coto proximal, coto distal e região do enxerto, que foram processadas para microscopia eletrônica, sendo que os axônios regenerados nos dois grupos experimentais (autotransplante de músculo e autotransplante de nervo) e grupo controle foram analisados histológica e morfometricamente. O grupo de regeneração espontânea não foi submetido a análise morfométrica em função da pobre regeneração axonal observada. Nossos resultados apontam que os axônios atingiram o coto distal em todos os animais dos dois grupos experimentais. A análise histológica mostrou não haver diferenças entre os axônios dos dois grupos no que diz respeito ao aspecto ultraestrutura!. Na região do enxerto a distribuição dos axônios era característica, formando minifascículos, sendo restabelecida a organização fascicular no coto dista!. A análise morfométrica mostrou não haver diferença significativa entre os dois grupos. Concluímos que o enxerto muscular tratado com cloridrato de lidocaína a 2% produziu um nível de maturação axonal semelhante àquele observado em autoenxerto de nervo

Abstract: The aim of the present was to perform a morphometric study to comparatively evaluate axonal regeneration after muscle and nerve autografts. Adult rats had their right soleus muscles injected intracutaneously with 0,1 ml of 2% lidocaine hydrochloride. Twenty-four hours later the injected muscle was removed and a lidocaine muscle graft was obtained by trimming the muscle to a rectangular block of approximately 5.0 mm in length. The left sciatic nerve was exposed at the mid-thigh region and a segment removed so that a final 5.0 mm long gap was produced. The muscle graft was coaxially autografted to the epineurium between the proximal and distal nerve stumps. In another group the left sciatic nerve was exposed and a 5.0 mm fragment was removed, inverted in 180 degrees and immediately autografted to the epineurium. In a third group the sciatic nerve was cut and kept in position, without surgical repair. Sciatic nerves from non-operated rats were used as controls. Axonal regeneration was studied ultrastructurally and morph metrically 50 days after the insertion of muscle and nerve autografts. No ultrastructural differences were seen in regenerated axons after muscle or nerve autografts; typically, minifascicles were present in the graft and the fascicular organization was reestablished in the distal stump. Morphometric analyses showed no significant differences between the two groups. We conclude that the use of this model produced a level of maturation similar to that described in nerve autografts
Subject: Músculos
Sistema nervoso - Regeneração
Anestesia local
Language: Português
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2000
Appears in Collections:FOP - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Teodori_RosanaMacher_D.pdf4.73 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.