Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/289225
Type: TESE
Degree Level: Doutorado
Title: Estudo da herdabilidade em genealogias de familias com portadores de psoriase cutanea e lingua geografica
Author: Chaves, Marcelo Donizetti
Advisor: Gonzaga, Heron Fernando de Sousa
Gonzaga, Heron Fernando de Souza
Abstract: Resumo: A psoríase é uma doença cutânea crônica, cuja condição bucal mais freqüentemente associada é a língua geográfica. Fatores genéticos e ambientais estão relacionados com as mesmas. A descrição destes fatores mostra a importância do estudo da herdabilidade para determinação quantitativa da influência do genótipo e do ambiente. Este trabalho foi realizado com o objetivo de estudar a herdabilidade da psoríase cutânea e língua geográfica, através do estudo de genealogias de famílias com portadores destas condições. Foram estudados 356 heredogramas de pacientes com estas doenças, a partir de prontuários de um ambulatório dermatológico, independente da idade, gênero e grupo étnico. A amostra foi constituída por 128 propósitos com psoríase cutânea, do tipo vulgar e 257 língua geográfica. Os propósitos com psoríase cutânea apresentavam ou não simultaneidade de língua geográfica e os propósitos com língua geográfica apresentavam ou não simultaneidade de psoríase cutânea. Para a determinação da herdabilidade, utilizou-se o método de Falconer. Este método foi desenvolvido em genética quantitativa, para avaliar o comportamento de características de limiar, aplicado para dados da incidência das doenças, a fim de responder a questão relativa à importância da herança e do ambiente no desenvolvimento das mesmas. A partir dos resultados obtidos destas análises, constatamos que: a) a herdabilidade dos pais em famílias de portadores de psoríase foi de 89,2%, sendo esta considerada alta; b) o mesmo foi observado com relação aos filhos (86,8%) e filhas (84,4%) do propósito; c) verificou-se herdabilidade maior nos grupos de irmãos e irmãs que nos grupos dos pais do propósito, sendo todas as herdabilidades consideradas altas; d) as herdabilidades das irmãs (97%) e irmãos (98%) foram as maiores obtidas, sendo muito semelhantes entre si e maiores do que a dos pais do propósito (89,2%); e) verificou-se a correlação entre filhos/propósito (86,8%) e filhas/propósito (84,4%), ambas com herdabilidade alta e muito semelhante; f) com relação à língua geográfica, observou-se que o valor da herdabilidade filhos/propósito (80,2%) foi maior que a dos pais/propósito (41,6%), sendo o mesmo verificado para a herdabilidade filhas/propósito (68,6%) que na herdabilidade pais/propósito (41,6%); g) a herdabilidade irmãos/propósito (56,8%) foi maior que o valor para pais/propósito (41,6%) e irmãs/propósito (41,6%); h) na comparação entre as herdabilidades filhos/propósito (80,2%) e filhas/propósito (68,6%), observamos que esta foi maior na primeira que na segunda; i) observou-se herdabilidade maior na relação irmãos/propósito (56,8%) que na irmãs/propósito (41,6%); j) o cálculo da herdabilidade total para o grupo com psoríase indicou uma herdabilidade alta (92,1%); k) com relação ao grupo com língua geográfica, também se observou uma herdabilidade alta (51,5%). A partir destes dados, conclui-se que tanto na psoríase, quanto na língua geográfica existe um fator genético determinante

Abstract: Psoriasis is a chronic cutaneous disease whose oral condition is more frequently associated to benign migratory glossitis. Aspects as epidemiological association, basic lesions and microscopic characteristics similarly support the idea that benign migratory glossitis is the true form of oral psoriasis. This study was done having the objective of study the heritability to cutaneous psoriasis and benign migratory glossitis through the genealogy of family with holder these diseases. Were studied 356 heredograms of patients from the records of the dermatological ambulatory, independently of age, gender or ethnic group. The sample was made up of 128 propositi with cutaneous psoriasis and 257 with benign migratory glossitis. The patients suffering from cutaneous psoriasis presented benign migratory glossitis simultaneous or not and the patients of benign migratory glossitis group presented or not psoriasis simultaneously. To determination of heritability were applied Falconer¿s methods. This method was developed in quantitative genetics to analyze the behavior of threshold characteristics. It was applied to date of the incidence of the diseases, so as to answer the question about the role of the inheritance and environmental factors in development the psoriasis and benign migratory glossitis. The following constations were taking from the observed results: a) the heritability of parents in families with patients suffering from cutaneous psoriasis was 89,2%, being considered high; b) high heritability was observed to sons (86,8%) and daughters (84,4%) from propositi; c) it was verified heritability higher in groups of brothers and sisters than groups of parents from propositi, that showed high heritabilities; d) the heritabities of sisters (97%) and brothers (98%) were the higher obtained, and very similar among these and higher than parents from propositi (89,2%); e) it was verified the correlation among sons/propositi (86,8%) and daughters/propositi (84,4%), both having high heritability and very similar; f) beside to benign migratory glossitis, observed that value to heritability sons/propositi (80,2%) was high than parents/propositi (41,6%), being the same verified beside to heritability daughters/propositi (68,6%) that to heritability parents/propositi (41,6%); g) the heritability brothers/propositi (56,8%) was higher than the value to parents/propositi (41,6%) and sisters/propositi (41,6%); h) beside the heritabilities sons/propositi (80,2%) and daughters/propositi (68,6%), it was observed that the heritability was higher in first than second; i) it was observed heritability higher beside brothers/propositi (56,8%) than sisters/propositi (41,6%); j) the total heritability to group with cutaneous psoriasis indicated high heritability (92,6%); k) comparing to group with benign migratory glossitis was also observed a high heritability (54,8%). These data allow the conclusion that, both psoriasis and benign migratory glossitis have a determinant genetic factor
Subject: Glossite migratoria benigna
Language: Português
Editor: [s.n.]
Citation: CHAVES, Marcelo Donizetti. Estudo da herdabilidade em genealogias de familias com portadores de psoriase cutanea e lingua geografica. 2005. 178p. Tese (doutorado) - Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Odontologia de Piracicaba, Piracicaba, SP. Disponível em: <http://www.repositorio.unicamp.br/handle/REPOSIP/289225>. Acesso em: 4 ago. 2018.
Date Issue: 2005
Appears in Collections:FOP - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Chaves_MarceloDonizetti_D.pdf1.39 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.