Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/289122
Type: TESE
Degree Level: Doutorado
Title: Comportamento dos sistemas adesivos com fluor frente ao desafio cariogenico
Author: Peris, Alessandra Rezende
Advisor: Marchi, Giselle Maria, 1970-
Abstract: Resumo: O objetivo deste estudo foi avaliar o comportamento de sistemas adesivos com e sem flúor frente à indução química dinâmica (ciclagem de pH) de cárie secundária , por meio dos testes de microtração, análise da profundidade da lesão de cárie e quantificação da liberação de flúor. Foram utilizadas 80 coroas de incisivos bovinos, as quais tiveram a dentina vestibular exposta. Sobre essa dentina, foram confeccionados blocos de restaurações utilizando quatro sistemas adesivos (n=20), sendo dois sem flúor (Single Bond e Clearfil SE Bond), e dois com flúor (Optibond Solo Plus e Clearfil Protect Bond), além do compósito resinoso Filtek Z250. Após a confecção das restaurações, metade dos corpos-de-prova foi submetida à indução química de cárie e a outra metade foi considerada controle. Foram realizados sete cortes seriados, com espessura de aproximadamente 1 mm, para obtenção de seis fatias, nas quais foram confeccionadas constrições na interface de união de forma a obter-se uma área de, aproximadamente, 1 mm2. Em seguida, isolou-se as amostras com verniz para unha mantendo-se uma área de, aproximadamente, 4 mm2 de dentina exposta ao redor da interface de união. Esses espécimes foram submetidos à ciclagem de pH durante 4 dias, sendo 4 horas em solução desmineralizadora (DES) e 20 horas diárias imersas em solução remineralizadora (RE). Após a ciclagem, quatro espécimes de cada corpo-de-prova, assim como os espécimes dos grupos controles, foram submetidos ao ensaio de microtração, a uma velocidade de 0,5 mm/min até o momento da fratura. Após o ensaio, as duas porções fraturadas de cada espécime foram avaliadas em MEV para análise dos padrões de fratura. Os dois espécimes restantes dos corpos-de-prova ciclados foram avaliados quanto à profundidade de lesão formada em Microscópio de Luz Polarizada, nas distâncias de 5, 10 e 25µm a partir da interface de união. A concentração de íons flúor nas soluções DES-RE foi quantificada utilizando eletrodo específico calibrado com soluções preparadas com TISAB III. Os dados obtidos na resistência à microtração (MPa) e na avaliação da profundidade da lesão (µm) foram submetidos à Análise de Variância e ao Teste Tukey (a=5%). Para resistência à microtração, independente do sistema adesivo testado, não foi verificada diferença significativa entre os espécimes do grupo controle. Após a ciclagem, foi observada uma redução nos valores de resistência de união significativa para todos os adesivos, mantendo-se, no entanto a ausência de diferença significativa entre os adesivos. Em relação à profundidade de cárie, houve apenas diferença significativa entre os adesivos na distância de 5µm, na qual o adesivo com flúor Optibond Solo Plus apresentou menor lesão. Para a quantificação de flúor, encontrou-se concentração de flúor abaixo de 0,03 ppm, ou seja, abaixo da curva de sensibilidade do eletrodo. Pode-se concluir que a cárie secundária reduziu a resistência de união das restaurações e o flúor presente nos sistemas adesivos não se mostrou efetivo na manutenção dos valores de resistência de união e redução da profundidade da lesão após indução de cárie secundária

Abstract: The aim of this study was to investigate the behavior of fluoride-free and fluoride-containing adhesive systems subject to dynamic chemical induction of secondary caries, by means of the microtensile bond strength test, establishment of carious lesion depth and the amount of fluoride-ion release from each adhesive system. Eighty extracted bovine incisors were ground flat to expose the labial dentine surface. The Filtek Z250 composite resin and four adhesives systems, two fluoride-free (Single Bond and Clearfil SE Bond) and two-fluoride containing adhesive systems (Optibond Solo Plus and Clearfil Protect Bond), were used for the construction of bulk restorations (n=20) over the flat dentin surfaces. After bonding, half of the specimens were subjected to carious chemical induction and the other half was the control group. The specimens were serially sectioned into 6 slabs with approximately 1.0 mm width that were trimmed to a 1 mm2 cross-sectional area at the bonded interface. Nail varnish was used to cover the dentin surface, leaving an area of 4 mm2 around the bonded interface. The specimens were, then, subject to 4-day chemical cycling, comprising immersion on remineralising (RE) and demineralising (DES) solutions for, respectively, 20 hours and 4 hours per day. Microtensile bond strength test of 4 specimens from both the chemical cycling and control groups were performed using a universal testing machine at a crosshead speed of 0.5 mm/min until fracture. SEM observations of the fracture surfaces were perform to evaluate the fracture pattern of the specimens. Polarized Light Microscope was used for the establishment of carious lesion deepness at 5, 10 and 25µm from the bonded interface of the remaining two specimens subject to the chemical challenge. A specific electrode calibrated with solutions prepared with TISAB III was used to determine the amount of fluoride-ion release present in the DES-RE solutions. Data of mean bond strengths (MPa) and carious lesion depth (µm) were analyzed with ANOVA and Tukey test (a=5%). For the microtensile bond strength, regardless the adhesive system tested; there was no statistic significant difference between the specimens of control group. It was observed a significant reduction on the bond strength values for all adhesives systems after chemical cycling; however, there was no difference between the tested materials. For the deepness of carious lesion, a significant difference between the adhesive systems was only detected at the 5µm-distance, in which Optibond Solo Plus fluoride-containing adhesive system showed the smallest lesion formation. An amount of fluoride-ion release of less than 0.03 ppm (under the detection limit of the electrode) present on the DES-RE solutions was found. It could be concluded that the secondary carious reduced the restorations bond strength and the amount of fluoride-ion present at the adhesive systems was not effective in preserve the bond strength values after caries chemical induction as well as in the reduction of carious lesion deepness
Subject: Cárie dentária
Microscopia
Dentina
Language: Português
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2005
Appears in Collections:FOP - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Peris_AlessandraRezende_D.pdf3.99 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.