Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/289110
Type: TESE
Degree Level: Doutorado
Title: Efeito da composição e aquecimento prévio de infiltrantes sobre propriedades físicas e penetração em lesões iniciais de cárie em esmalte
Title Alternative: Effect of infiltrants composition and pre-heating on physical properties and penetration in initial enamel caries lesions
Author: Gaglianone, Lívia Aguilera, 1985-
Advisor: Marchi, Giselle Maria, 1970-
Abstract: Resumo: O objetivo do presente estudo foi avaliar o efeito do pré-aquecimento e da composição de infiltrantes no grau de conversão (GC), nas propriedades físicas e profundidade de penetração em lesões cariosas de mancha branca em esmalte. Os grupos foram assim divididos, de acordo com a composição do material: [Produto comercial Icon®]; [INF 1 - 25% BisEMA, 75% TEGDMA]; [INF 2 - 25% BisEMA, 65% TEGDMA, 10% etanol]; [INF 3 - 25% BisEMA, 65% TEGDMA, 10% HEMA]; [INF 4 - 100 % TEGDMA]; [INF 5 - 90% TEGDMA, 10% etanol]; [INF 6 - 90% TEGDMA, 10% HEMA]; e cada uma dessas resinas foi testada em diferentes condições de temperatura (25°C e 55°C). Para avaliação do GC (n=3), mensurações antes e após fotoativação das amostras (LED Bluephase 5i ¿ Ivoclar Vivadent, 1000 mW/cm2, por 60 s) foram realizadas em espectrômetro de raios infravermelhos e o cálculo foi feito considerando a razão entre espectros não-polimerizados e polimerizados do material. As mesmas amostras de GC (n=3) foram utilizadas no teste de sorção (So) e solubilidade (SL), sendo que as amostras polimerizadas foram pesadas após dessecação inicial (m1), armazenadas em água destilada por 7 dias e pesadas para obtenção de m2, e após nova secagem, foram novamente pesadas até obtenção da massa final (m3). O módulo de elasticidade (ME) e resistência à flexão (RF) dos espécimes (n=10), em forma de barra (7 mm X 2 mm X 1 mm), foram obtidos com teste de 3 pontos em Máquina de Ensaio Universal (0,5 mm/min). O ângulo de contato entre os materiais não polimerizados e a superfície polida de um sólido foi obtido utilizando um goniômetro com uma câmera acoplada. A análise da profundidade de penetração dos materiais testados em lesões artificiais de mancha branca sub-superficiais foi realizada por meio de imagens obtidas por Microscopia Confocal de Varredura a Laser (MCVL), com impregnação de marcadores fluorescentes (rodamina e fluorosceína de sódio) aos materiais avaliados e fragmentos dentais cariados, respectivamente. Os dados foram submetidos à ANOVA 2-critérios e teste de Tukey (?=5%). O aumento da temperatura não influenciou ME e RF. Maior ME foi atribuído ao INF 3 enquanto que os menores valores foram obtidos por INF 5. A 25oC, nenhuma resina testada alcançou 50% de conversão, mas, todos os valores de GC foram superiores a 60% quando pré-aquecidos. Houve redução significante de So a 55oC. Avaliando SL, INF 5 (TEGDMA + etanol) mostrou altos valores, enquanto Icon aquecido foi associado a baixa solubilidade. A maioria dos grupos apresentou aumento do ângulo de contato, a 55oC. Em contrapartida, grupos contendo HEMA mostraram diminuição do ângulo após aquecimento do material. Não houve diferença entre as temperaturas para profundidade de penetração. O material à base de TEGDMA (INF 4) apresentou profundidade de penetração mais homogênea, enquanto que o Icon foi associado a infiltração mais superficial. Pode-se concluir que o aumento prévio da temperatura do infiltrante foi capaz de afetar algumas das propriedades avaliadas (principalmente, GC e So/SL), e que essa abordagem foi mais vantajosa para materiais de composição mais hidrófoba

Abstract: The aim of the present study was to evaluate the composition of infiltrant blends and the pre-heat effect on degree of conversion (DC), physical properties and penetration depth into enamel white spot caries lesions. Groups were set up as follows: [commercially available product Icon®]; [INF 1 - 25% BisEMA, 75% TEGDMA]; [INF 2 - 25% BisEMA, 65% TEGDMA, 10% etanol]; [INF 3 - 25% BisEMA, 65% TEGDMA, 10% HEMA]; [INF 4 - 100 % TEGDMA; INF 5 - 90% TEGDMA, 10% etanol]; [INF 6 - 90% TEGDMA, 10% HEMA]; and each one of these resins was tested under different temperature conditions (25°C and 55°C). DC (n=3) was measured using infrared spectroscopy and calculated by comparing the spectra from samples before and after light activation (LED Bluephase 5i ¿ Ivoclar Vivadent, 1000 mW/cm2, for 60 s). For water sorption (WS) and solubility (SL) test, the same DC samples (n=3) were subjected to water degradation method. After desiccation, polymerized samples were initially weighed (m1), stored in distilled water for 7 days (m2), and, after further drying, a constant mass (m3) were obtained. For the mechanical test (elastic modulus - E / flexural strength - FS), ten bar shaped specimens (7 mm X 2 mm X 1 mm) were prepared to be tested using the three-point flexural test, at a crosshead speed of 0.5 mm/min. Unpolymerized infiltrants contact angle in relation to a polished solid surface were obtained using a goniometer. Penetration depth into artificial enamel white spot caries lesions was evaluated using dual fluorescence confocal microscopy (rodhamine and sodium fluoroscein). All data were subjected to 2-way ANOVA and Tukey¿s test, and the significance level was set at a = 0.05. Pre-heated condition presented no influence in E and FS. Higher E values were attributed to INF3 while low ones were obtained by INF 5. At 25oC, DC did not reach 50% of conversion for all resins tested, but, with the pre-heating, all DC increased to more than 60%. There was significant WS reduction at 55oC. Analysing SL, INF 5 (TEGDMA + etanol) presented high values, and low means were found for heated Icon. Most of the groups were associated to increased contact angle, at 55oC. In contrast, the presence of HEMA led to a decrease of this parameter after material pre-heating. Finally, there was no statistical difference between temperatures for penetration depth. TEGDMA-based material (INF 4) presented more homogeneous penetration whereas Icon was associated to shallow infiltration. It can be concluded that the increase of infiltrant¿s temperature, prior polymerization step, was able to affect some of the evaluated properties (mainly DC and WS/SL). Overall, this approach was mostly beneficial for blends containing hydrophobic monomers
Subject: Cárie dentária
Polímeros
Aquecimento
Microscopia confocal
Editor: [s.n.]
Citation: GAGLIANONE, Lívia Aguilera. Efeito da composição e aquecimento prévio de infiltrantes sobre propriedades físicas e penetração em lesões iniciais de cárie em esmalte. 2014. 51 f. Tese (doutorado) - Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Odontologia de Piracicaba, Piracicaba, SP. Disponível em: <http://www.repositorio.unicamp.br/handle/REPOSIP/289110>. Acesso em: 26 ago. 2018.
Date Issue: 2014
Appears in Collections:FOP - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Gaglianone_LiviaAguilera_D.pdf3.34 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.