Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/289025
Type: DISSERTAÇÃO
Degree Level: Mestrado
Title: Influencia da inalação da fumaça e da administração da nicotina sobre a regeneração periodontal espontanea : estudo histologico em ratos
Title Alternative: The influence of cigarette smoke inhalation and nicotine administration on spontaneous periodontal regeneration: a histologic study in rats
Author: Benatti, Bruno Braga
Advisor: Nociti Junior, Francisco Humberto, 1967-
Abstract: Resumo: Tem sido relatado que o consumo de cigarros influencia negativamente a cicatrização periodontal após procedimentos terapêuticos. Entretanto, existe pouca informação em relação à influência da inalação da fumaça de cigarro e da administração de nicotina sobre a regeneração periodontal espontânea. Sendo assim, o objetivo deste estudo foi avaliar histologicamente em ratos, o impacto da inalação da fumaça de cigarro e da administração de nicotina num modelo de reparo periodontal espontâneo. Foram utilizados neste estudo, 39 ratos adultos (Rattus Norvegicus, Albinus, Wistar), todos originários do centro de bioterismo da UNICAMP. Os animais foram divididos aleatoriamente em 3 grupos experimentais: Grupo 1 ¿ controle (n=13), Grupo 2 ¿ administração subcutânea de nicotina (3mg/kg), 3 vezes ao dia (n=13) e Grupo 3 ¿ exposição à fumaça de cigarro, 3 vezes ao dia (n=13). Trinta dias após o início dos regimes, sob anestesia geral, foi criado um defeito do tipo fenestração (King et al., 1997 modificado), tendo como dimensões 4mm de comprimento, 3mm de altura e 1mm de profundidade, com o objetivo de expor a região vestibular da raiz distal dos primeiros molares inferiores, e proporcionar a remoção do cemento dental. Os animais foram sacrificados 21 dias após a criação dos defeitos. Os resultados foram avaliados histometricamente para os seguintes parâmetros: extensão do defeito remanescente, porcentagem de preenchimento do defeito, densidade do novo osso e extensão de novo cemento. A análise intergrupo demonstrou que os defeitos tinham tamanho similar inicialmente, e que a exposição a fumaça de cigarro reduziu significativamente (P=0.05) a densidade do novo osso (80.07+3.45%, 76.37+5.27%, 72.74+6.24%, grupos 1, 2 e 3; respectivamente) e o preenchimento do defeito (95.97+4.64%, 90.62+4.64%, 85.34+7.70%, grupos 1, 2 e 3; respectivamente). Não ocorreu a formação de novo cemento em nenhum dos grupos experimentais. Dentro dos limites deste estudo, a análise dos dados nos permite concluir que a fumaça de cigarro pode influenciar negativamente a regeneração periodontal espontânea em ratos

Abstract: Cigarette smoking has been shown to negatively influence healing following periodontal therapeutic procedures. However, limited information is available on the effect of cigarette smoking on periodontal self-healing capacity in sites not previously exposed to contaminants. Therefore, the aim of this study was to histologically evaluate in rats, the impact of cigarette smoke inhalation and nicotine administration on a spontaneous periodontal healing model. Thirty nine male adult Wistar rats were used, and randomly assigned to one of the following groups: Group 1- control (n=13), Group 2- subcutaneous nicotine administration (NA) (3mg/Kg) (n=13), and Group 3- cigarette smoke inhalation (CSI) (n=13). Thirty days after the beginning of CSI and NA regimens; periodontal fenestration defects (4x3x1mm) were created at the buccal aspect of the distal root of first mandibular molars, and the animals sacrificed 21 days after surgery. The percentage of bone fill and density of new formed bone, new cementum formation, and extension of the remaining defect were histometrically obtained. Intergroup analysis demonstrated that the defects were initially similar in size, and that CSI significantly reduced (P=0.05) density of the newly formed bone (80.07+3.45%, 76.37+5.27%, 72.74+6.24%, for group 1, 2 and 3; respectively) and bone filling (95.97+4.64%, 90.62+4.64%, 85.34+7.70%, for group 1, 2 and 3; respectively). No new cementum was formed along the root surface in the above groups. Within the limits of the present study, data analysis suggests that smoking may influence the self-healing capacity of periodontal tissues regardless previous exposure to dental biofilm
Subject: Envelhecimento
Periodonto
Language: Português
Editor: [s.n.]
Citation: BENATTI, Bruno Braga. Influencia da inalação da fumaça e da administração da nicotina sobre a regeneração periodontal espontanea: estudo histologico em ratos. 2005. 48f. Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Odontologia de Piracicaba, Piracicaba, SP. Disponível em: <http://www.repositorio.unicamp.br/handle/REPOSIP/289025>. Acesso em: 4 ago. 2018.
Date Issue: 2005
Appears in Collections:FOP - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Benatti_BrunoBraga_M.pdf1.27 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.